Minha experiência utilizando o Seguro-saúde na Turquia

O Hospital que fui atendida: German Hospital Taksim

Ao viajar pela Europa, é exigido através do Tratado Schengen, um Seguro Viagem que deverá cobrir eventuais despesas médicas ou acidentes nos países que fazem parte do Tratado Schengen. A cobertura mínima exigida é de 30.000 euros. Saiba mais sobre o Tratado Schengen aqui.

Muitos cartões de crédito já oferecem este seguro, normalmente se as despesas com passagem são pagas com eles, é o caso do Visa Platinum entre outros. Se o seu cartão de crédito não te dà essa opção tenho duas recomendações a fazer,  saiba mais aqui.

A empresa utilizada para contratar  Seguro Viagem

No meu caso, ao viajar para Itália, Grécia e Turquia por 21 dias, não consegui pegar a cobertura do Cartão de Crédito então comprei o seguro da empresa GTA, que alguns amigos indicaram e também vi bons comentários pela internet além de ser um dos mais baratos.  Na época eu ainda era novata no quesito viagens, mas hoje se precisar contratar ou indicar um Seguro Viagem, recomendo a Mondial Seguros ou a World Nomads. Saiba mais aqui.

Preço do seguro viagem

O preço varia de acordo com o número de dias da viagem então no meu caso, foram 90 dólares, considerando 21 dias de viagem pela Turquia e Europa.(Lembrando que fiz essa viagem em 2011.)

Procedimento de compra do seguro viagem

Foi bem prático, realizei a busca pela Internet e como achei o site bem confuso, resolvi ligar e passei as informações da minha viagem. Depois troquei alguns emails com eles e após realizar o pagamento com cartão de crédito, recebi um voucher temporário via email mesmo com todos os valores da cobertura e confirmação de compra.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Após alguns dias, acho que foi menos de uma semana recebi via correio, o voucher oficial que deveria ser apresentado na imigração quando necessário, e o contrato com as formas de utilização do seguro.

Usando o seguro viagem ; experiência e perrengues

Todos nós compramos um seguro na esperança de não ter que utilizá-lo porém eu acabei não tendo tanta sorte e passei mal em Istambul, tendo que ir ao Hospital. Pelo menos pude testar o serviço e vou contar aqui como foi.

A verdade é que foi uma verdadeira saga para conseguir atendimento do Seguro, observem abaixo.

Acordei passando mal do estômago (tenho gastrite), com muito enjoo e dor e então resolvi que tinha que ir ao médico. Peguei então o contrato de utilização do seguro para descobrir os procedimentos. Neste momento me arrependi de não ter lido antes mas ok…

No contrato diz que o primeiro procedimento é ligar a cobrar para a Central da GTA no Brasil e o atendimento é em português. Porém para cada país a forma de ligar a cobrar é diferente e no contrato já havia vários códigos de acesso dedicados a cada país, mas adivinhem? Não tinha a Turquia. #fail. Então conversando com algumas pessoas do hostel onde estava, eles indicaram como seria ligar a cobrar e até tentaram fazer de lá mesmo a ligação, mas não funcionava… A ligação não completava. Tentei novamente em orelhões na rua e nada… Foi então que o atendente do Hostel sugeriu que eu pegasse um Táxi e fosse para um dos Hospitais Internacionais de Istambul em Taksim, que certamente lá eles me ajudariam e eu seria atendida. Foi o que fiz. Sorte que estava com minha amiga Melissa que me ajudou em todos os trâmites!

Por isso que hoje em dia eu prefiro contratar o Seguro da World Nomads, pois tudo é online, desde a compra, alteração ou a ativação do plano. Ao meu ver é mais pratico pra mim que me dou melhor com meios internèticos do que com telefone 😛

O rapaz do Hostel chamou o táxi e lá fomos nós a uns 100km/h e eu cheguei ao hospital passando mais mal do que antes devido a forma como o taxista dirigia, porém não posso reclamar que demorou a chegar…

utilziando o seguro-saúde, certificado de schengen no hospital internacional de istambul
O Hospital que fui atendida: German Hospital Taksim

Chegando à recepção tive uma surpresa: Ninguém falava inglês. Detalhe: o Hospital era Internacional lembram??

Ok, ficamos lá tentando comunicação até que uma enfermeira apareceu e ela falava inglês, mas disse que eu precisava ativar o seguro e para isso, teria que falar com uma tradutora do hospital para ver como seria o procedimento mas que ela não havia chegado ainda. Era umas 7 e pouco da manhã e tive que esperar até umas 9h00 pela pessoa. Caso eu estivesse muito mal provavelmente teria que ser atendida rápido, sem o seguro e pagaria no mínimo 500 liras só pela consulta, sem contar a possível medicação. Então resolvi esperar.

Assim que ela chegou, fomos eu e minha amiga tentar explicar sobre o seguro e ela foi fazer a ligação, mas também não conseguiu. Já estava ficando bem nervosa, até que não sei como ela conseguiu fazer a ligação de outra forma, e atenderam falando em português, então expliquei a minha situação. Falei que estava passando mal e que não havia conseguido contato via ligação a cobrar e portanto estava no hospital. A primeira coisa que disseram foi que eu deveria ter tentado ligar antes pois nestes casos normalmente ou o médico vai até o local que a pessoa está ou eles indicam o hospital mais próximo dentro da cobertura, e que não tinha certeza se o hospital que eu estava constava na cobertura. Depois disso, já estava cogitando que teria que pagar as 500 liras, mas então a atendente me disse que iria entrar em contato com a central deles na Turquia e eles iriam me retornar a ligação para informar se havia a cobertura ou não. Problema. Eu não tinha um número de celular para que eles retornassem, afinal, não havia ativado o meu no roaming e nem comprado um chip de operadora local, sendo que ia ficar apenas 10 dias no país. Então combinamos que eles ligariam novamente para o hospital e chamassem por mim.

Lá se vai mais uns 40 minutos de espera e eu já descrente, frente a toda essa complicação no atendimento, até que receberam a ligação e a tradutora me confirmou que eu poderia ser atendida enfim!

Depois de toda essa enrolação me levaram para o atendimento e um médico e enfermeira tentaram entender o que eu tinha. Minha amiga me ajudou a explicar que tinha gastrite e estava com enjoos então eles fizeram um exame de sangue e foram me medicando para as náuseas e dor com alguns remédios no soro.

Fizeram um exame de sangue e no resultado deu infecção alimentar, mas o médico disse que isso é bem comum na Turquia. Não sei se tem a ver com o fato que manipulam muitos alimentos com a mão, mas ele me disse que era realmente normal e que deveria evitar então qualquer alimento cru como saladas e frutas.

Me levaram então para um quarto privativo para tomar a medicação e fiquei lá com a minha amiga. Depois de todo o perrengue e de já estar melhor devido aos remédios, até rimos da situação pois o hospital era bem legal e brinquei que a cama e o quarto eram bem melhores que a do hostel que estava então aproveitei os momentos..rs

sergur-saúde na turquia, hospital em istambul
Tomando soro no quarto do German Hospital Taksim

Fiquei cerca de 3 horas no hospital e fui tratada muitíssimo bem. Tinha que ficar boa logo pois ás 3 da tarde já tínhamos um passeio pelo Estreito de Bósforo marcado. Mas felizmente deu tudo certo. Após tomar a medicação, o médico me examinou novamente e me deu uma receita para comprar alguns remédios que deveria continuar tomando. Passei numa farmácia lá perto, depois pegamos o táxi e voltamos a Sultanahmet. Fomos almoçar e para mim a única opção que encontrei foi um macarrão sem molho e para beber água.

Descemos então algumas ruas e fomos para o Passeio no Estreito de Bósforo. Até lá já estava bem melhor e mais disposta, apesar de ter passado a manhã no hospital.

Conclusão

Minhas impressões não foram extremamente positivas, pois tive muitos problemas para conseguir o atendimento e achei que não foi algo muito prático. Atualmente, como disse antes, recomendo a Mondial Seguros ou a World NomadsSaiba mais aqui.

Por outro lado, gostei muito do atendimento do hospital, do médico e enfermeira mesmo que ninguém da recepção falasse inglês,rs. Mas confesso que fiquei pensando: e se tivesse passado mal no meio da madrugada ou em outro horário que não houvesse tradutor no hospital? Complicado né. Como pode um Hospital Internacional não ter pessoas na recepção que saibam o mínimo de inglês?

Sempre conto essa história quando me perguntam se é fácil de se comunicar em inglês na Turquia e como tive vários exemplos de que nem todo mundo lá sabe o básico de inglês, recomendo fortemente aprender pelo menos umas palavrinhas básicas em turco antes de viajar!

Està planejando a sua viagem a Istambul ? Veja opçoes de estadia na cidade, clique aqui para pesquisar e reservar tranquilamente seu Hotel pelo Booking.com

Saiba mais aqui sobre o Booking.com.

Espero que tenha gostado desse artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Europa

 
  • Encontre a hospedagem para sua viagem

    Recomendamos efetuar a pesquisa e reserva de seu hotel no Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes, o que auxiliar muito na decisão ao escolher um hotel.
 
  • Encontre seu Seguro de Viagem ao melhor preço 

    Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Europa! Um Seguro de Viagem é essencial para garantir que tudo corra bem em sua viagem e é algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos comparar os preços na SEGUROS PROMO e para garantir 5 % DE DESCONTO NA COMPRA DO SEU SEGURO VIAGEM você pode utilizar esse código: MEJOGUEINOMUNDO5
 
  • Global Pass e Bilhetes de Trem

    Está fazendo uma eurotrip e considera viajar de trem pela Europa? Excelente ideia! Saiba mais sobre o Globalpass que provavelmente é a melhor opção para você viajar de trem  sem stress pela Europa. Informações e venda aqui.
 
  • Compare preços de varias locadoras para alugar um carro na Europa

    Para quem quer ter a liberdade de fazer uma roadtrip pela Europa o aluguel de carro é  sem dúvida uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios com excelente custo benefício/Compre tickets das principais atrações turísticas de cada país com antecedência

    Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.
  Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 
Mais de Monique Bianchi

Imagine escalar sem usar as pernas…

  Essa é mais uma daquelas histórias que merecem ser contadas. Imagine...
Leia Mais

9 Comments

  • Que perrengue hein! Ainda bem que no final deu certo! Já viajei com o seguro só do cartão de crédito, em 2001, e foi a única vez que precisei usar. É mais tranquilo pois fazem por ressarcimento, se não me engano a gente escolheu a médica, foi até lá, pegou os recibos e depois cobriram tudo. Quando não uso o cartão para comprar as passagens (ex: milhas) acabo comprando o seguro da Mondial, que nunca “ativei” mas que tem o sistema de funcionamento parecido com este que vc utilizou.
    E eu sei exatamente como pode ser complicado executar algumas ligações do exterior!! Em Madri certa vez perdemos 1h no aeroporto só nisso!

    • Oi Simone! Pois é, foi um perrengue mas ainda bem que deu tdo certo no final e tbm eu não estava passando muito mal senão acho que teria acabado pagando do meu bolso né. Na minha próxima viagem vou usar o seguro do cartão e espero que seja mais prático caso eu precise usar..rs. Beijooos e valeu pela visita

  • No fim a gente acabou dando boas risadas, rs. Mas só porque acabou tudo bem, graças a Deus. Virou mais uma história de viagem, mas fica a dica que vale fazer o seguro sim, mesmo que não seja obrigatório como no caso da Europa. Mesmo quando vou aqui para a América do Sul contrato um segurinho. Normalmente não sai mais que R$50,00 e eu acho que vale a pena. Penso que se passar mal vou ter que desenbolsar bem mais se tiver que pagar o hospital de forma avulsa. Já pensou? 500 liras por um exame? Viva o seguro viagem!

    • Meeel você foi peça muito importante nesse dia pra ter dado tudo certo né! Lógico que a história acabou não afetando nada da viagem e hoje rimos dela mas é sempre bom lembrar e tomar como exemplo paras as próximas viagens né! Beijãao

  • Ainda bem que tudo deu certo e o pensamento de blogueiro esteve presente : “como vou relatar isso?” …hahaha. Brincadeiras à parte, foi bom saber destas dificuldades. A gente não costuma se preocupar com seguro-saúde, mas quando precisa…
    Abraço

    • Justamente Jodrian. Eu comprei e nem me preocupei em ler para saber as instruções em caso de necessidade e o passo-a-passo não se mostrou tão simples né… Temos que ficar atentos! Beijão e valeu a visita!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *