Éfesos – A casa da Virgem Maria

Após visitarmos o sítio arqueológico de Éfesos e o Templo de Artêmis, também estava incluso em nosso roteiro uma passada pela Casa de Virgem Maria que acreditam ter sido a última casa em que ela viveu, tendo ido para lá para fugir dos romanos após a crucificação de seu filho Jesus.

Claro que a maior parte dos turistas são peregrinos católicos, mas mesmo para quem não se interessa por religião, acredito que vale à pena a passada. Muitos muçulmanos também visitam a região pois no Alcorão, Maria também foi uma mulher santa.

Há muito mistério e outras versões a respeito de onde Maria morreu, mas houve uma freira que teve visões a respeito desta casa e descreveu exatamente o local onde mais tarde foram encontradas ruínas de uma pequena casa e vestígios de uma pequena população que se formou ao redor da casa, não encontrando porém o seu túmulo.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

De acordo com o site Business with Turkey:

Segundo a Bíblia, ao ser crucificado, Jesus pediu a São João Evangelista para cuidar de sua mãe. Assim, João trouxe Maria para Éfeso em 37 d.C., onde ela passou o resto de sua vida, numa modesta casa de pedras. A casa da Santa Virgem Maria, fica no alto do monte Coresus (Panaya Kapulu) a 8 km. do centro de Éfeso num local conhecido agora como Maryemana Kultur Parki. A casa foi oficialmente declarada Igreja Católica Romana em 1896 e desde então tornou-se local de peregrinação de cristãos e muçulmanos, além de peregrinos de vários outros cultos.

Visitaram o local: em 1967, o Papa Paulo VI; em 1979, o Papa João Paulo II e em 2006, o Papa Benedicto XVI.

A casa fica realmente fica no alto de um monte. São muitas curvas e subidas até chegarmos lá e por ser um local considerado santo podemos perceber uma certa áurea de tranquilidade e paz emanando. A casa é uma reconstrução de ruínas que foram encontradas na região no final do século XIX e é muito pequena, sendo permitida a entrada apenas de algumas pessoas por vez e claro sempre em silêncio e sem a presença de câmeras fotográficas. Como você está em um local considerado sagrado as regras são as mesmas da igreja quanto a se vestir adequadamente.

Muitas pessoas se emocionam a entrar na casa e o ambiente contribui para isso pois até uma música meio angelical fica tocando de fundo. É um importante símbolo religioso e afirmam que muitos milagres já aconteceram por lá.

Após ter a chance de entrar na Casa de Virgem Maria, onde se pode fazer orações, há uma fonte de água benta logo abaixo onde se pode beber da água e levá-la em pequenas garrafas.

Fonte de água benta

Este era o local da viagem que minha mãe mais esperava ver uma foto ou saber informações, então prometi que levaria uma garrafa com esta água benta para casa. Estava pensando em encher uma garrafa de plástico mesmo quando vi algumas pessoas com uma pequena garrafinha de barro com o símbolo da virgem Maria em alto relevo e fui perguntar aonde teriam comprado, mas me disseram que eram de uma excursão e haviam ganho do guia, não possuindo a venda no local. Fiquei um pouco desapontada até que uma das mulheres me ofereceu uma das suas garrafinhas pois havia ganho 2! Isso que chamo de sorte!

A garrafinha com água benta que levei de lembrança para minha mãe

Realmente não vi para vender no local e só encontrei essas garrafinhas mais tarde em uma pequena loja dentro de um dos restaurantes que passamos antes de ir embora. Então recomendo que se for visitar a Casa da Virgem Maria, pergunte ao seu guia ou se estiver por conta própria a pessoas locais, onde poderia achar à venda esta garrafinha porque é uma ótima lembrança para a família.

Papéis com pedidos e graças alcançadas

Junto à fonte de água benta existe uma parede toda colorida por papéis com pedidos e agradecimentos depositados à Virgem Maria.

Não é permitido tirar fotos no interior da casa mas O Globo Repórter fez uma filmagem neste local e foram autorizado a filmar seu interior. Recomendo ver, a reportagem ficou muito boa:

Este foi o momento de agradecer pela viagem e foi muito especial!

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique B. Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça

  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica,algo que é obrigatório e essencial à sua viagem pela Suíça! Um Seguro de Viagem possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas + gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Escolha o seu Swisspass aqui.
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
    Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

Mais de Monique Bianchi

Dicas de viagem Grécia

Neste post reunì os links de todos os artigos que escrevi sobre...
Leia Mais

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *