O surpreendente Parco Scherrer em Morcote

Imagine passar uma hora em um lugar e viajar por diferentes épocas, culturas e países? Essa é a experiência ao visitar o Parco Scherrer em Morcote, um local super especial e que ganhou o meu coração aqui na Suíça.

O Parco Scherrer é um local exótico, uma mistura de jardim botânico com estátuas e réplicas de monumentos de diversas culturas e países pelo mundo. Como exemplo é possível encontrar uma réplica de templo egípcio, esculturas gregas e bizantinas. Não é a toa que o local é chamado de Parque das Maravilhas e muito procurado para a realização de cerimônias de casamento.

Um pouco da história do Parco Scherrer

A existência do Parco Scherrer se deve ao suíço Arthur Scherrer, um comerciante de tecidos bem sucedido e que já havia viajado para diferentes países devido ao seu trabalho.

Em 1930 Arthrur adquiriu uma propriedade em Morcote, vila localizada a 10 km de Lugano, e a terra ao redor dela para recriar um local mágico inspirado pelas suas viagens. Ele era um apaixonado por jardinagem.

Foram muitos anos aperfeiçoando a propriedade, adquirindo mais terra e cobrindo o jardim com mais de 50 espécies de plantas, entre elas palmeiras, camélias, bambu, ciprestes e eucalipto entre outras. Além disso, ele adornou os jardins com esculturas e réplicas em menor escala de templos pelo mundo

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Em 1965, quase 10 anos após sua morte, a viúva de Arthur Scherrer vendeu a propriedade para o governo de Morcote na condição de que fosse aberto para a visitação do público e desde então o Parco Scherrer vem encantando a todos os seus visitantes.

Como é a visita

O Parco Scherrer é basicamente dividido em duas áreas inspiradas pelas culturas Mediterrânea e Asiática.

Primeiramente passamos por terraços de jardins mediterrâneos de estilo renascentista e barroco, com uma abundância de estátuas. Em seguida, os jardins repletos de bambus dão o tom para a paisagem oriental que surpreende pela presença de construções siamesas, árabes e indianas, juntamente com a flora que caracteriza estas regiões.

Além disso, durante o percurso é possível ter uma vista belíssima e privilegiada do Lago de Lugano.

Eu fiquei impressionada com tudo, mas principalmente com um jardim com estátuas representando as quatro estações rodeadas por azaléias , a réplica em menor escala de um templo da Acrópole de Atenas e um pequeno templo egípcio de Nefertiti com paredes em seu interior pintadas em estilo egípcio antigo. É neste templo que se encontram as cinzas do Arthur Scherrer e sua falecida esposa.

Outro local que gostei bastante foi o jardim indiano quase no final do percurso pelo parque.

O percurso pelo parque termina em um restaurante chamado La Casa Ticinese onde é possível passar mais tempo contemplando a paisagem e o local.

Quanto tempo reservar para a visita

O Parco Scherrer não é tão grande mas é preciso tempo para apreciar a beleza dos jardins e descobrir as esculturas e réplicas de templos espalhadas pelo parque. Além disso, o parque não é exatamente plano, há algumas subidas e descidas pelo caminho.

Eu levei cerca de 1 hora e meia mas ficaria mais tempo principalmente pra tirar fotos. Acho 1 hora corrido, mas possível.

Quanto custa

O valor do ingresso para visitar o Parco Scherrer custa apenas CHF 7 Francos Suíços para adultos e CHF 2 para crianças de 6 a 16 anos.

Este ano por causa da situação com o COVID-19, o parque está de portas abertas e não está sendo cobrado ingresso até o final do mês de Outubro

Quando visitar o Parco Scherrer

O parque fica aberto normalmente de Março a Outubro.

Neste ano de 2020 a temporada se iniciou no dia 15 de Março e vai até o dia 31 de Outubro.

O horário de funcionamento é das 10:00 às 17:00 e apenas durante os meses de Julho e Agosto o parque fecha um pouco mais tarde, ás 18:00.

atrações em morcote

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem! Se este conteúdo foi útil para você, uma forma de retribuir é reservar um dos serviços abaixo usando nossos links de afiliado. Assim uma pequena comissão é repassada ao blog, você não paga nada a mais por isso, e nos ajuda a manter o blog sempre atualizado. 🙂 Monique B. Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça

  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica,algo que é obrigatório e essencial à sua viagem pela Suíça! Um Seguro de Viagem possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas + gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Buscar um passe de trem
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Buscar um passe de trem
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes. Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 
Mais de Monique Bianchi

Verona, a cidade italiana do romance de Romeo e Julieta

Verona é a cidade na Itália onde se passa a história de...
Leia Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagine passar uma hora em um lugar e viajar por diferentes épocas, culturas e países? Essa é a experiência ao visitar o Parco Scherrer...
" />