Monte Titlis em Engelberg – resort de esqui e muitas atrações

monte titlis suiça

Saiba tudo sobre um dos passeios mais famosos na região de Lucerne

Todo viajante que tem a Suíça no roteiro deseja ter uma experiência nos Alpes que são símbolo do país e impressionam por sua beleza e proporção. Por aqui há muitas possibilidades de montanhas a se visitar e atividades a se fazer e nesse post irei contar como foi visitar o Monte Titlis que fica a 3020m de altitude e é uma das melhores opções de passeios nos Alpes a partir da cidade de Lucerne, bem na parte central da Suíça.

A região de Lucerne possui uma abundância de passeios em montanhas, o que acaba confundindo a cabeça dos turistas que tentam escolher em qual montanha subir. O monte Titlis juntamente com a montanha Rigi e Pilatus fazem parte dos passeios mais populares. Cada passeio tem a sua particularidade e menciono abaixo algumas das vantagens ao escolher subir ao Monte Titlis.

Monte Titlis Suiça

Vantagens ao visitar o Monte Titlis

  • Neve durante o ano todo
  • Resort de esqui com mais de 80km de pista para todos os níveis de habilidade
  • Subida ao topo no primeiro bondinho rotatório do mundo
  • Onde fica a mais alta ponte suspensa para pedestres na Europa
  • Fácil acesso e localização a apenas 40 minutos de Lucerne
  • Variedade de atividades para todas as idades
  • Excelente infraestrutura com opções de restaurantes a la carte e buffet, loja de chocolates, loja de souvenir e um lounge com vista direta para os Alpes.

Analisando as vantagens acima, diria que o Monte Titlis se diferencia das outras montanhas da região, principalmente devido a sua altitude (3032 m) enquanto a Pilatus está a 2132 m e a Rigi a 1798m. Isso faz com que o pico da montanha seja um eterno resort de inverno, onde a neve é garantida 365 dias por ano.

Ou seja, se você vai viajar para a Suíça, fora da temporada de inverno, mas mesmo assim quer ver neve, o Monte Titlis é uma das opções, assim como o Jungfraujoch, Top of Europe. Aliás, eu diria que vale à pena escolher apenas um dos dois passeios em sua viagem pela Suíça, porque eles possuem atrações similares. O monte Titlis tem a vantagem de ser mais barato, mas também depende se você terá mais tempo na região de Lucerne ou Interlaken.

Se um dos seus objetivos de viagem inclui esquiar, taí outro motivo para subir o Monte Titlis!

Onde fica o Monte Titlis?

O Monte Titlis fica relativamente perto da cidade de Lucerne, a apenas 40 minutos de trem ou de carro.  A montanha fica localizada no vilarejo de Engelberg que por si só também merece uma visita. Muitos turistas, inclusive, optam por se hospedar ao menos uma noite em Engelberg, para poder aproveitar e curtir as atrações do Monte Titlis com calma.

engelberg monte titlis

localização monte titlis

Chegando de trem

Há trens de hora em hora saindo de Lucerne ou Zurique. Quem deseja visitar a montanha a partir de Zurique tem que levar em conta o tempo do trajeto que é de 2 horas.

A estação de destino é chamada de Engelberg  e em cerca de 5 minutos caminhando você chega até a estação de onde sai o bondinho para o Monte Titlis.

Durante o inverno, eles disponibilizam um ônibus grátis que faz esse trajeto., sempre sincronizado com as chegadas e partidas de trem. Muito válido para quem vai praticar esportes na neve e está cheio de equipamentos.

Conheça o Swisspass, um passe de trem que permite transporte ilimitado dentro de toda a Suíça mais outros benefícios como descontos em museus.

Chegando de carro

O endereço da estação de onde sai o cable car para o Monte Tilis é esse abaixo:

Gerschnistrasse 12
6390 Engelberg

Já para quem vai de carro, há estacionamentos no local. Se for durante o inverno, certifique-se de que o carro possui pneus de inverno. Leia mais sobre isso aqui. Se pretende alugar um carro recomendo a Rentalcars.com.

Leia também:

1 – Tudo o que você precisa saber para dirigir na Suíça

2 – 6 Motivos para fazer uma roatrip pela Suíça

3- Swisspass ou alugar um carro?

Barco + trem

Durante a primavera e verão essa é uma possibilidade. Você pode fazer o passeio de barco saindo de Lucerne, descer em Hergswill e de lá pegar o trem até Engelberg. ( Se tiver o Swisspass esse trajeto todo está incluso)

O trajeto até o topo do Monte Titlis

Vilarejo de Engelberg

Vilarejo de Engelberg

Da estação de trem até a estação do bondinho 

Minha visita foi durante o inverno. Fui de trem saindo de Lucerne e assim que a parada final estava se aproximando em Engelberg, diversas cenas do vilarejo coberto de neve apareceram pela janela sendo motivo de muitas fotos.

Assim que desembarquei avistei uma placa sinalizando sobre a opção do ônibus de graça que leva até a estação de onde sai o bondinho, e assim economizei 5 minutos de tempo andando no frio.

O ônibus estava lotado de praticantes de snowboard e esqui e assim  já pude ir entrando no clima do que me esperaria lá no topo.

O trajeto até o topo da montanha – Xpress gôndola e bondinho giratório

Recentemente, no final de 2015 foi inaugurado um novo sistema de gôndolas que deixou o trajeto até o topo do Monte Titlis bem mais rápido.

A subida que antes era composta de três etapas passou a ter apenas duas, com essa nova gôndola chamada de Xpress que faz o primeiro trajeto de Engelberg até estação intermediária Trübsee, onde fica o lago de mesmo nome. Essa é a etapa mais longa que dura 30 minutos. Ao chegar em Trübsee somos encaminhados até o espetacular bondinho giratório que durante o percurso de 5 minutos até o topo gira 360 graus em seu próprio eixo nos permitindo ter vistas espetaculares dos Alpes de todos os ângulos!

Se o primeiro bondinho comporta apenas 8 pessoas, nesse giratório a quantidade aumenta para até 80 passageiros.

Leia também como economizar em sua viagem pela Suíça: Dicas e informações praticas.

Eu fiz esse passeio sozinha e o clima estava totalmente nublado no dia, pelo menos até a estação intermediária. Você pode conferir um pouco como foi o meu passeio ao Monte Titlis, inclusive a experiência de subir sozinha no bondinho até a estação intermediária, num dia que estava nevando muito!

 

Principais atividades no Monte Titlis

cliff walk titles

Atravessando a Cliff Walk, a ponte suspensa mais alta da Europa!

  • Titlis Cliff Walk: Essa atração é uma ponte suspensa, simplesmente a mais alta para pedestres em toda a Europa! Fica a 3041m de altura e não se engane, pois para atravessá-la é preciso um pouco de coragem afinal ela balança. Mas a vista é totalmente recompensadora.
  • Glacier cave: uma passagem de gelo que foi formada desde tempos históricos.  A temperatura fica em torno de -1.5˚C.
  • Ice flyer: é um teleférico que “sobrevoa” acima das geleiras e transporta até uma espécie de parque onde algumas atividades na neve são oferecidas como deslizar em boias ou em trenós. Durante o inverno essa área é utilizada para esqui.
  • Pistas de esqui e snowboard: 80km de pistas sendo 12km apenas de descida.
  • Snowpark: Para quem quer aprender a esquiar essa é provavelmente a melhor opção. Neste parque localizado na estação intermediária de Titlis, próximo ao lago Trübsee existe um programa chamado de”My first snowXperience“ em que por um preço fixo o turista pode alugar equipamentos e ter acompanhamento com um instrutor durante 1hora podendo assim se familiarizar com a experiência do esqui.

Leia também minha experiência visitando o Monte Titlis durante o outono em um dia de sol e descendo parte da montanha de mountain bike! Confira aqui nesse artigo.

monte titlis engelberg atividades

 

Glacier Cave

Caminhando dentro da caverna de gelo

Fotos oficiais do destino abaixo:

1- Trenó para deslizar na neve

2- Rotair – Cable car rotatório em um dia de Primavera/Verao

3-Snowtube

Outra opção neste parque é alugar uma moto específica para dirigir na neve. Pura adrenalina! Estava nos meus planos no dia que visitei a Titlis, mas como o tempo na estação intermediária estava totalmente fechado não consegui encontrar o parque em meio à nevasca 🙁 Fica para a próxima oportunidade)

Além dessas atividades há opções de caminhadas e trilhas, mountainbike e aluguel de trottibike que é como um patinete ( nos meses de verão) e como citei anteriormente o local possui uma excelente infraestrutura com um edifício de 5 andares onde há restaurantes, loja de chocolates, loja de relógios e loja de souvenirs além de um lounge para descanso.

Ou seja, há muitas atividades para preencher o seu dia!

Veja mais informações aqui.

Preços

Os valores para a subida até o topo do Monte Titlis você confere aqui embaixo. Atualmente custa CHF 92 francos suíços ida e volta até o topo. Quem tem um Swisspass garante desconto de 50% nesse valor.

quanto custa a subida a titlis

Minhas dicas

Vilarejo de Engelberg

Vilarejo de Engelberg

Você deve ter percebido que uma visita ao Monte Titlis é intensa, certo? Para aproveitar bem o passeio e todas as atividades e atrações recomendo reservar um dia inteiro, se programando para chegar cedo por lá.

Na minha opinião, para curtir ao máximo a visita ao Monte Titlis é estar hospedado na cidade de Lucerne ou melhor ainda, em Engelberg, diminuindo assim o percurso até o local.


Booking.com

Para quem deseja uma experiência diferente existe até uma opção de dormir em um Iglu que fica lá mesmo na montanha. Saiba mais aqui

Se vai visitar o Monte Titlis durante o Outono e Inverno và preparado para o frio com roupas térmicas, jaquetas corta vento, luvas e calçados apropriados!

Se estiver indo durante o Verao e a Primavera e tiver um dia a mais no roteiro você pode aproveitar para conhecer o Lago Bannalp próximo de Engelberg no alto de outra montanha. Vale muitíssimo à pena como você pode verificar no vídeo abaixo:

Este foi um dos passeios mais inspiradores que fiz até hoje aqui na Suíça, uma verdadeira chance de estar em contato intenso com a natureza e vislumbrar tão de perto os grandiosos Alpes!

Espero que você tenha se inspirado com esse artigo e caso tenha algo a acrescentar não se intimide e comente abaixo 🙂

blog dicas suiça

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça

   
  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Suíça! Algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
 
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas mais gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Escolha o seu Swisspass aqui.
 
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
 
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
 
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes. Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:
   

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

You Might Also Like

51 Comments

  • Reply tayla 11 de abril de 2018 at 9:14 PM

    Moni! adorando ler suas mensagens..nos ajuda muito e também alimenta os sonh0s de quem está prestes a ir pra Suíça!Parabéns e muito obrigada.

    Algumas perguntas:
    1) o Ice flyer ( que sobrevoa as geleiras)está incluso no preço do Titlis?
    2) é possível comprar só subida e descer a pé? ( li seu post descendo de bike e achei muito bacana também)
    3) Final de setembro é outono lá, né? Mesmo assim, será possível estar na neve no Titlis?

    • Reply Monique Bianchi 12 de abril de 2018 at 1:12 PM

      Oi Tayla, tudo bem? Obrigada, fico feliz qdo vejo que o blog inspira e ajuda tb.
      Bom vamos às suas perguntas:

      1) O Ice Flyer nao esta incluso e custa 12 francos ida e volta.
      2)Sim, sempre existe o preço so de ida ou de retorno. Como existe estacoes intermediarias, vc tambem tem a opcao de comprar tickets para certos trechos. O que fiz no caso do passeio de bicicleta foi na verdade um outro esquema, como contei aqui no post, eu adquir um mountain bike day pass que me possibilitou subir e descer qtas vezes quisesse. Existe tb o hiking pass a partir de 2 dias.
      3)Sim, comecinho de outono mas no topo sempre ha neve.

      Abraços

      • Reply tayla 17 de abril de 2018 at 4:24 PM

        Obrigada, linda! está cada vez mais claro o meu plano de viagem 🙂

  • Reply Daniela 25 de março de 2018 at 11:59 PM

    Olá. Adorei seu post mas estou em dúvida. Estarei indo no dia 20 de Outubro. Consigo pegar neve? Estou em dúvida entre esse é o jungfrau. Obrigada!!

    • Reply Monique Bianchi 27 de março de 2018 at 4:16 PM

      Oi Daniela, outubro é outono e não háneve nas cidades mas no topo da montanha Titlis provavelmente tenha sim. Eles na verdade “garantem” neve o ano todo lá no topo. Esse é um passeio muito bacana se você está baseada em Lucerne e não tem tempo de ir a Interlaken. Acaba sendo um passeio que “substitui” em partes o Jungfraujoch, mas confesso que ainda optaria pelo segundo se você tiver tempo hábil no roteiro. Abraçoa

  • Reply marcelo 22 de fevereiro de 2018 at 2:43 PM

    Olá Monique, gostaria de sua ajuda: Estarei na Suíça entre os dias 13 a 20 de MAIO e terei como paradas Zermatt e Laussane. Meu maior interesse consiste em esquiar, daí a inclusão de Zermatt no roteiro. Contudo, minha dúvida consiste no seguinte: Após o dia 20 estava pensando em ir para Chamonix, contudo, acredito que dificilmente irei encontrar encontrar alguma estação de esqui aberta. Minhas pergutas: 1 – Será que trocar Chamonix por Engelberg seria uma boa, tendo em vista minha intenção de esquiar? 2 – Zermatt possui preços similares ao de Engelberg ou esta última opção é bem mais em conta? Obrigado e parabéns pelo blog!

    • Reply Monique Bianchi 24 de fevereiro de 2018 at 12:23 PM

      Oi Marcelo tudo bem? Bom, eu nao esquio entao fica dificil te responder mas realmente em maio ja fica mais dificil de achar estacoes de esqui em pleno funcionamento. Acredito que Zermatt seja bem mais cara por toda a fama que tem, mas recomendo a pesquisar os valores diretamente nos respectivos sites. Abraços

  • Reply 5 motivos para fazer uma viagem a Suíça no Verão e Primavera | Me joguei no Mundo 14 de fevereiro de 2018 at 1:05 PM

    […] Jungfraujoch, conhecida como o Topo da Europa, por exemplo, tem neve o ano todo, assim como o Monte Titlis em […]

  • Reply Melissa 21 de janeiro de 2018 at 5:14 PM

    obrigadaaaaaa por tantas informacoes, em tantos posts ! Moro na Alemanha e vou passar os 4 idas de feriado da semana santa na Suiça, escolhi Lucerna como base e seus posts estao me ajudando muuuuito a decidir o que fazer nestes dias. Obrigada !!!!

    • Reply Monique Bianchi 22 de janeiro de 2018 at 3:36 AM

      Que legal Melissa! Fico feliz e espero que aproveite a viagem! Abraços

  • Reply Mountain bike em Engelberg - aventura nos Alpes | Me joguei no Mundo 23 de outubro de 2017 at 4:47 PM

    […] Para aqueles interessados em aventuras e esportes  assim como eu, conto aqui nesse post minha primeira experiência com uma mountain bike em Engelberg, descendo parte do Monte Titlis ! […]

  • Reply fernanda ancelmo 19 de setembro de 2017 at 11:53 PM

    Ola, gostaria de fazer esse passeio Titlis com meu marido e minha filha 1 ano e 5 meses, voce acha que vale a pena irmos com a minha filha, por causa da altitude ?Iremos em novembro, nessa epoca ja estara muito frio?
    Obrigada!

    • Reply Monique Bianchi 20 de setembro de 2017 at 11:00 AM

      Oi Fernanda, normalmente me fazem essa pergunta aqui no blog e admito que por falta de experiência com criançAs não sei bem o que responder, mas recomendaria uma ida ao pediatra para confirmar se não hã problema. Acredito que se a criança não tem nenhum problema de coração ou respiratório não há problemas, mas em todo caso confirme a informação ok?

      Novembro já é frio sim, costuma ser um mês bem chatinho, com muita névoa, e pode até nevar. Na Titlis com certeza haverá neve mas recomendo sempre olhar a previsão do tempo um dia antes para ter certeza de que o passeio vale á pena. Se estiver nublado lá no alto entao recomendaria algo diferente, mas é preciso ficar atenta à previsão mesmo. Abraços

      Abraços

  • Reply Qual a melhor época para viajar para a Suíça | Me joguei no Mundo 25 de agosto de 2017 at 4:10 PM

    […] durante o verão é possível ver neve na Suíça em montanhas como Jungfraujoch em Interlaken e o Monte Titlis em Engelberg, na Suíça […]

  • Reply Edson 14 de agosto de 2017 at 5:00 PM

    boa tarde.
    Meu nome é Edson
    Parabéns pelas dicas ajuda.
    Pretendo estar no Titlis no fim de agosto juntamente com minha esposa. Temos mais de 60,
    Voce sabe se podemos alugar roupas e sapatos apropriados para podermos ir até o Titlis.
    Se souber, favor indicar alguns lugares e se tiver idéia de valores tb agradeço.

    • Reply Monique Bianchi 14 de agosto de 2017 at 5:37 PM

      Oi Edson tudo bem? Nunca precisei alugar roupas mas me.lembro de ter passado por uma loja lá em Engelberg, o vilarejo abaixo do Titlis, de onde sai o bondinho. Infelizmente não sei informar valores mas acredito que saia mais em.conta comprar sapatos impermeaveis para a neve na decathlon no Brasil mesmo ou em lojas como Dosenbach por aqui. Há vários modelos bem em conta e que podem ser usados tb para andar na cidade por aqui no inverno. Digo o memso sobrr jaquetas. Mas caso não venham no inverno talvez vale à pena pesquisar valores em uma loja no vilarejo. Abs

  • Reply Daniele 1 de junho de 2017 at 8:49 PM

    Ola… é possivel no mesmo dia subir ao monte Tilis e fazer o lago bannalp?

    • Reply Monique Bianchi 2 de junho de 2017 at 7:55 AM

      Olá é possível sim dependendo das atividades que deseja fazer por lá. O Bannalpsee ö acessado por um bondinho em outro lugar, nâo fica exatamente perto de onde o bondinho pra Titlis, entao tem que considerar esse trajeto também. Outra dica é aproveitar para conhecer o lago Trübsee lá na estaçao intermediária de Titlis!

      Um abraço

  • Reply Como é o passeio a Jungfraujoch, Top of Europe | Me joguei no Mundo 21 de maio de 2017 at 4:56 PM

    […] Saiba como é o passeio ao Monte Titlis, em Lucerne, onde também há neve o ano todo. […]

  • Reply Gornergrat, como é o passeio mais popular de Zermatt | Me joguei no Mundo 21 de maio de 2017 at 11:48 AM

    […] montanha fica em uma regiao da Suiça. Falando em montanhas, outra que recomendo muito também é a Titlis em […]

  • Reply Rigi, passeio de barco e montanha em Lucerne | Me joguei no Mundo 21 de maio de 2017 at 11:30 AM

    […] a 1798 metros acima do mar, e comparando com as outras montanhas da região, Pilatus (2128 m) e Titlis (3238 m) é uma das mais baixas mas isso não significa que o passeio seja menos interessante. Pelo […]

  • Reply Curiosidades da Suíça: dicas para quem quer conhecer mais sobre o país | Me joguei no Mundo 19 de maio de 2017 at 7:08 PM

    […] .Ponte suspensa Titlis – a ponte suspensa mais alta da Europa! […]

  • Reply paula abreu 11 de maio de 2017 at 12:40 PM

    Oi Monique estarei em Zurique no dia 31 de Dezembro depois terei só uns 4 ou 5 dias na Suíça em Janeiro. Chegarei 7h55 da manhã e meu voo sai às 18h55 do ZHR para Londres. Meu interesse na Suíça são realmente os Alpes e Neve. Nesses 4 dias que ficarei pensei em duas bases Zermatt e Interlaken ,se conseguir St. Moritz. Compensa comprar o Swiss Pass para 4 dias? Minha dúvida é o que consigo fazer nesse dia 31 em Zurique, Pelo pouco que li Zurique não é dos melhores e nem muito o que procuro.
    Será que nessas “poucas” horas consigo fazer um passeio para alguma montanha e Lucerna? para poder já ganhar um dia nessa minha viagem que será pouco tempo na Suíça. Minha dúvida também é em relação se as coisas abrem em véspera de ano novo, se o transporte é limitado e etc. Desde já agradeço, estou pirando ao montar o roteiro pela suíça,muito difícil.

    • Reply Monique Bianchi 12 de maio de 2017 at 8:50 AM

      Oi Paula tudo bem? Em relaçao ao Swisspass, a ?unica forma de saber se vale a pena ou nao é botar no papel todos os trajetos que deseja realizar e somar os valores de cada trecho para ver se chega proximo ao vlaor do swisspass referente a esses 4 dias. Expliquei tudo em detalhes nesse outro post aqui: https://mejogueinomundo.com/suica/swiss-pass-como-funciona-e-como-utilizar/
      Eu particularmente acho que se o valor chegar muito perto, vale muito mais a pena comprar o swisspass, pq ele te da maior liberdade de pegar qualquer trem a qualquer horário além de incluir passeios de barco e dar desconto em alguns passeios de montanha. Realmente montar um roteiro pela Suiça nao é facil, é muito lugar bonito para ver,rs. Reveillon por aqui é bem morto viu, talvez em Genebra seja um pouco melhor mas mesmo assim, nao acho que seja uma festa,rs. Passei ano passado em Lugano e nem teve fogos… Acho muita correria além de arriscado ir pra Lucerne fazer passeio em alguma montanha usando essas horas…
      Espero ter ajudado. Abs

      • Reply Paula abreu 14 de maio de 2017 at 8:32 PM

        Fiquei sabendo que o ano novo é parado hehe por isso vou para Londres para poder passar lá e depois volto para Suíça. Mas no dia 31 véspera de ano novo as coisas funcionam? Transporte, trens e essas montanhas estão abertas?

        • Reply Monique Bianchi 15 de maio de 2017 at 9:39 AM

          Oi Paula, acho sábia essa decisão, pq a Suiça realmente nao tem agito no ano novo nao. Pelo que me lembro no dia 31 é bem crítico e o comércio que normalmente já fecha cedo mal funciona nesse dia. O transporte, trme pelo menos, funciona mas deve ter menos trens circulando. Em relaçao ás montanhas, você pode checar no site oficial de cada lugar. Acredito que todas operam com horarios limitados nesse dia. Abraços

  • Reply Rodrigo Oliveira 19 de abril de 2017 at 12:22 PM

    Oi Monique, td bem?

    Estarei em lucerna dos dia 01 a 05 de maio, pretendo visitar zurique, berna e o monte Titlis. Você acha que compensa comprar o Swiss Pass? Tentei fazer as contas mas achei um pouco confuso.

    Outra coisa, nessa época eu preciso alugar roupas para subir no monte?

    Obrigado e parabéns pelo blog.

  • Reply Caroline 2 de março de 2017 at 12:54 AM

    Boa noite! Adorei suas dicas! Estou indo para Lucerna daqui 20 dias, ficarei 4 dias lá! Em 1 dos dias vou até o monte Titlis, e em outro dia pretendo ir ao monte Pilatus! Vc recomenda ele? Ou acha que poderia aproveitar outro monte? (Nos outros 2 dias quero curtir e conhecer Lucerna). Muito obrigada 🙂

    • Reply Monique Bianchi 17 de março de 2017 at 12:25 PM

      Ola Caroline! Legal, recomendo claro as duas montanhas, mas talvez algo que seria diferente e legal é trocar um desses passeios pela montanha Rigi onde vc pode subir de trem e descer de bondinho e voltar de barco até Lucerne, ou ir de barco de Lucerne a Weggis, subir de bondinho e descer de trem até Weggis. Abraços

  • Reply Letícia Cayres Morais 10 de janeiro de 2017 at 9:34 PM

    Olá gostei muito do post… me ajudou muito , estou indo para suiça no dia 7 de fevereiro , e gostaria de fazer este passeio, queria tirar umas dúvidas, o valor de 89 é para a subidas de bondinhos, glacier cave e a ponte suspensa???
    E para ski é um valor a parte?? Entrei no site titlis, exitem 3 opções de pistas de ski, gostaria de saber qual a mais indicada para iniciantes.
    E tbm sobre o bar de iglu
    Aah e por ultimo gostaria de saber se voce reconda que compre tudo isso antecipado ou posso ir tranqila e chegar ai e comprar…
    Obrigada desde já

  • Reply Rafael 12 de setembro de 2016 at 1:35 PM

    Oi, Monique. Parabéns pelo blog!
    O ingresso inclui apenas a subida e descida?
    As atividades são todas pagas ou existem alguma inclusa no ingresso?

    Obrigado!

    • Reply Monique Bianchi 13 de setembro de 2016 at 1:50 AM

      Olá Rafael obrigada pelo elogio ao Blog! O ingresso pra Titlis inclui a subida e descida no bondinho normal e no rotatório e a ponte suspensa é free. As demais atividades são pagas à parte!

      Abraços

  • Reply Karen 30 de agosto de 2016 at 5:46 PM

    Oi Monique! Adoro seu blog, ele foi o responsável por eu escolher a Suíça como destino da próxima viagem! Me ajuda com uma duvida? Pretendo montar base em Berna, e agora fiquei em dúvida qual dos dois passeios fazer … Jungfrau ou Titlis. Pelo que pesquisei a distancia acaba sendo quase a mesma entre Lucerna e Interlaken, certo? Qual dos dois vc recomenda? Obrigada

    • Reply Monique Bianchi 31 de agosto de 2016 at 2:29 AM

      Oi Karen tudo bem? Poxa muito legal saber disse e oode ter certrza que a Suíça não irá desapontar. Olha só, estando em Berna fica muito mais fácil ir a Jungfraujoch pois Interlaken está ali perto e é de lá que sai o trem para subir a montanha. Titlis é mais indicado para quem está hospedado em Lucerne porque o trem sai de um vilarejo chamado Engelberg a 40m de lá. Abraços

  • Reply Lisiana 16 de agosto de 2016 at 3:49 PM

    Boa tarde Monique, viajarei em Janeiro com minha família (6 adultos e 6 crianças, de a 14 anos). Desceremos de Paris para Milão, passando pela Suíça, onde pretendemos passar 5 noites.
    Queríamos curtir neve sem, necessariamente, esquiar. Você indicaria algum percurso pra nós? E quanto ao transporte, sempre alugamos carro, mas ouvir muito dos trens da Suíça. O que acha de descermos de carro de Paris, parrando na Suíça até Milão? Obrigada!

  • Reply Gabriela Cadore 2 de agosto de 2016 at 5:02 PM

    Olá, eu gostaria de saber:
    1) Se você adquiriu os ingressos para a subida ao Monte no site deles ou se comprou lá e se tem diferença no preço
    2) Vale a pena ir até o topo?
    3) Os equipamentos para esquiar alugamos no próprio monte? Na subida ou antes?

    • Reply Monique Bianchi 5 de agosto de 2016 at 4:06 PM

      Oi Gabriela td bem?
      1) Sim, vc pode comprar os ingresso la mesmo antes de subir.
      2)Com certeza, o principal é a chegada até o topo com o bondinho que gira 360 graus
      3) Se nao me engano, vc pode alugar os equipamentos em Engelberg, em alguma loja de esportes. Engelberg é o vilarejo onde fica a montanha Titlis.
      Abraços

  • Reply cleiton 19 de junho de 2016 at 9:20 AM

    Bom dia Monique,
    vamos passar 6 dias na Suiça um casal e duas crianças, vamos sair de paris parando na borgonha,
    pensei em ficar como base em interlaken e de lá fazer passeios de carro ( monte titles – Jungfraubahn) e também passear por outras cidades pequenas de carro (gruyeres…sentir um pouco do clima nos vilarejos).

    como estaremos de carro você acha que economizaremos se comprarmos o swisspass para estes passeios? oque acha desta base em interlaken por 6 dias?
    pensamos também se vale a pena ir a Zermati?

    vamos no inicio de outubro,
    achamos as dicas maravilhosas,

    Att.,
    Cleiton

    • Reply Monique Bianchi 20 de junho de 2016 at 4:50 PM

      Oi Cleiton beleza? Se você estara de carro o Swisspass nao vai compensar, pq a grande sacada desse passe é na locomoçao entre uma cidade e outra, não exatamente para os passeios, até pq na maioria dos passeios em montanhas, ele dà 50% de desconto ou menos, dependendo do local. Agora se a dívida é entre alugar carro e swisspass aì sim é algo a se pensar. Amo Interlaken e acho que até funciona como base se vc pretende visitar a parte alema e algumas cidades da parte francesa. Zermatt vale à pena sim certeza! Abraços

  • Reply Raquel 19 de maio de 2016 at 10:25 AM

    Monique, fiquei na duvida agora. Vou ficar uns 3 dias em Lucerna e 3 em Interlaken. Tinha optado por jungfrau, mas amei tbm o tittlis. Fazer os dois vai ficar cansativo? Me de uma sugestao? Qual seria melhor? Estarei com swiss pass provavelmente pra todos os dias. Ou faco outro no lugar do tittlis?

    • Reply Monique Bianchi 20 de maio de 2016 at 2:38 PM

      Oie Raquel! Bom, sao passeios diferentes apesar de ambos serem nos Alpes. O Jungfraujoch é o mais popular e é incrível porque é um trem que vai passando por túneis dentro da montanha até chegar ao topo. Diria que a jornada para chegar até o topo é aliás grande parte do passeio! O único porém é que é meio longo. Mas chegando là no topo, eu diria que as opções de atividades entre Titlis e Jungfrau são be similares. Na Titlis tem a ponte cliff walk, algo que não hà em Jungfrau e o ultimo percurso para chegar ao topo da titilas é feito de bondinho rotatório, algo tb diferente e que não há no Jungfraujoch. Talvez, considerando valores eu optaria pelo Titlis e outro passeio na região de Interlaken como Lauterbrunnen e Wengen ou Grindelwald e Männlichen, por exemplo. Pq aì vc faria 2 passeios diferentes! Espero ter ajudado! Abraços

  • Reply Viajar para a Suíça no Outono | Me joguei no Mundo 16 de maio de 2016 at 1:36 PM

    […] A experiência de conhecer os Alpes suíços na montanha Titlis […]

  • Reply Mauro 11 de maio de 2016 at 6:06 PM

    Muito bom Monique, pretendo passar por lá em dezembro.
    Andei pesquisando sobre os passes da Suíça e não sei se entendi direito, mas acredito que o Tell Pass, que funciona na região de Lucerna apenas, dá direito ao Titlis de graça, entendi certo?

    Obrigado!!

  • Reply Daniela Fusco 14 de abril de 2016 at 8:01 PM

    Olá Monique! Minha base é a cidade de Zurique, qual passeio vc acha que seria mais indicado (Jungfraubahn ou Titlis), em termos de distância e financeiro? Estou sonhando em fazer algum deles. O post de hj foi excelente. Desde já muito obrigada. Bjs

    • Reply Monique Bianchi 15 de abril de 2016 at 12:13 PM

      No seu caso a Titlis fica mais perto. Considere 1h de trem até Lucerne, cerca de 40m até Engelberg e mais uns 40 de bondinho atè o topo. É um passeio sensacional e vale mto à pena! O Jungfraujoch tb é incrível mas è mais longe e mais caro tb hehe, além de ser um psseio mais longo, o q pode ser bem cansativo. Espero ter ajudado. Abs

  • Reply Daniela 14 de abril de 2016 at 7:03 PM

    Minha cidade base é Zurique, tem algum (Titlis ou Jungfraubahn) que seria mais indicado (distância/financeiramente)? Estou sonhando em conhecer algum deles. Desde já muito obrigada! Bjs

  • Reply Andréia Martins 27 de março de 2016 at 10:12 PM

    Adorei seu post sobre o Titlis. Estou indo a Suiça em Abril e gostaria de saber se posso pagar a subida com cartão de crédito e se devo comprar o trem de Lucerna com antecedência ou posso comprar no dia. Obrigada!

    • Reply Monique Bianchi 29 de março de 2016 at 9:56 AM

      Olà Andreia, obrigada! Nao tenho certeza se aceitam cartão de credito para pagamento do ingresso. Talvez sim, mas pode ser que cobrem uma taxa. Tenta verificar diretamente noite oficial Titlis.ch. Sobre o trem você não precisa reservar, pode comprar no dia mesmo o bilhete, a não ser que esteja com um grupo de pessoas aì é mais indicado para garantir. Os trens saem de hora em hora normalmente de Lucerne a Engelbert e vice e versa. Abraços

  • Reply tatiane corradi 14 de março de 2016 at 5:27 PM

    Oi Monique! Vou pra Suíça em maio, como é o clima nessa época?
    Estava querendo subir no Jungfraujoch, qual vc indicaria, esse ou o Titlis?
    Obrigada e beijos!

    • Reply Monique Bianchi 16 de março de 2016 at 9:12 AM

      Ok Tatiane, maio é início de primavera. A temperatura normalmente fica acima de 10 graus mas esse ano está estranho, ainda está nevando em alguns lugares. O Jungfraujoch tem neve o ano todo e é um passeio sensacional que recomendo a não ser que esteja chovendo o que pode prejudicar as paisagens. O Titlis também é incrível. Eu escolheria um dos dois baseado em que cidade vc escolheu como base pq ambos od passeios são cansativos para bate e volta. Se estiver em Lucerne indico a Titlis e se estiver em Interlaken, a Jungfraujoch. Lembrando que a Jungfraujoch é mais famosa por ser considerada a estação de trem mais alta da Europa por isso o nome ‘Top of Europe’. Se chega ao topo ee trem enquanto na Titlis de cable car, um deles sendo rotatório. Espero ter ajudado. Bjs

    Leave a Reply