Monte Bré em Lugano, a montanha mais ensolarada da Suíça

Lugano é uma cidade tão linda que merece ser vista do alto, em uma de suas montanhas locais. Dentre essas montanhas uma das mais famosas e com as melhores paisagens é o Monte Bré.

O Monte Bré está a 925m de altitude e é considerada a montanha mais ensolarada da Suíça! Além disso, esse é um dos passeios que sem dúvida oferece uma das melhores vistas panorâmicas de Lugano.

montanhas lugano

Fiz essa visita em um bate-volta a Lugano para o Projeto Experience que tem como objetivo divulgar as belezas da Suíça.

Continue lendo para saber mais como foi o passeio e as principais dicas e infos sobre o Monte Bré em Lugano.

View this post on Instagram

Um resumo do dia de ontem na cidade de #Lugano e o passeio ao Monte Bré! #montebréexperience #luganoregion #ticinomoments #endlessummer #ticinotourism @luganoregion @ticinoturismo @ticino_switzerland @myswitzerl

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

A post shared by Dicas e Inspiração de Viagem (@mejogueinomundo) on

Como chegar

É fácil chegar de transporte público

A estação de onde sai o funicular para o Monte Bré fica localizada em Cassarate. Desta forma é preciso pegar um ónibus até lá. O ônibus número 2 sai da estação de Lugano e passa pelo centro da cidade. Veja abaixo exemplo de horário. Verifique sempre o horário no dia com o app da SBB:

ónibus para o Monte Bré

Ao chegar em Cassarate a subida com o funicular é feita em duas etapas. Primeiro até Suvigliana e de lá temos que trocar de funicular para subir até o cume do Monte Bré.

Dica: Para os turistas que estejam hospedados em Lugano, a partir de 1 noite, o transporte público na cidade é de graça. Cada turista recebe um cartão chamado Ticino ticket que dá a gratuidade no transporte além de descontos para passeios e museus. A hospedagem pode ser em hotel, hostel ou camping.

Mas também é possível chegar de carro

Sim, é possível dirigir até o topo, mas aparentemente a estrada não é das melhores, possui muitas curvas e é bem inclinada.

Realmente o teleférico parece ser a opção mais interessante e prática.

Quanto custa

Para adultos o ticket de ida e volta custa CHF 25 Francos suíços. Para quem está hospedado em Ticino e recebe o Ticino Ticket, há um desconto e o valor é reduzido para CHF 17,50 francos suíços.

Veja demais valores abaixo:

preço ticket Monte Bré

Horários

A subida até o Monte Bré em duas etapas leva no total 33 minutos.

O funicular que faz a primeira etapa da subida até o Monte Bré sobe a cada 15 minutos. Já o segundo funicular a cada 30 minutos.

Nos meses de alta temporada, em Julho e Agosto, às sextas e sábados, o funicular e restaurantes funcionam até as 23h00.

Para detalhes dos horários clique aqui para ver o site oficial.

O que fazer lá em cima

Como todo passeio em montanha na Suíça, apreciar a vista é apenas uma das possibilidades.

O Monte Bré é o ponto de partida para caminhadas, trilhas, passeios de mountain bike e muito mais. Mas o principal que é mesmo a vista panorâmica que se tem da cidade de Lugano.

Lá do alto do Monte Bré temos uma vista de tirar o fôlego da cidade e do Lago de Lugano. Vemos o Monte San Salvatore, a barragem de Melide e em dias sem nuvens até mesmo os Alpes de Valais.

Restaurantes e Mirantes

restaurante monte bré

Os melhores mirantes ficam no terraço de um dos restaurantes que encontramos lá no topo do Monte Bré: o Osteria Funicular ou o Ristorante Vetta.

O Osteria Funicolare fica praticamente ao lado do funicular e assim que chegamos ao cume do Monte Bré é uma das primeiras coisas que avistamos. O terraço deste restaurante proporciona uma vista belíssima da baía de Lugano.

Em uma curta caminhada chegamos ao Ristorante Vetta com a melhor vista, 180 graus acima de Lugano. Vale a pena passar um tempo por lá, para tomar um drink ou café e apreciar Lugano de cima!

Ambos os restaurantes oferecem pratos típicos de Ticino e há a opção de adquirir um combo de ticket para o funicular (ida e volta) + um prato do dia (3 opções para escolher) pelo valor de CHF 35 francos para adultos ou CHF 29 francos para crianças de 6 a 16 anos. Vale a pena!

Trilha até a vila de Bré

mirante no monte bre

Em uma curta caminhada de 20 minutos é possível chegar à pitoresca vila de Bré. A trilha é bem tranquila e passa por dentro da floresta. Antes de chegar a vila há um mirante com uma incrível vista.

A vila de Bré é bem preservada e manteve suas características de uma antiga vila rural com suas casas feita de pedra. Pela vila é possível observar algumas obras de arte como os afrescos do artista Joseph Birò na Igreja San Fedele e no Schmid Museum.

Alugar mountain bikes

Há trilhas para mountain bike lá no Monte Bré e é possível alugar a bike na estação intermediária do funicular, a Suvigliana. A bike é retirada no topo, na estação final.

Para mais informação de valores e possibilidades de trilhas clique aqui.

Quando ir

Neste ano de 2020 os funiculares que sobem o Monte Bré começaram a funcionar no final de Fevereiro e vão até o dia 6 de Janeiro de 2021.

Normalmente nos meses de Janeiro e Fevereiro e no Natal, dia 25, o funicular se encontra fechado.

Nosso passeio

orla do lago lugano

Nós conhecemos o Monte Bré em um passeio bate-volta a Lugano em um domingo. Saímos da parte alemã da Suíça, da cidade de Zurique.

De Zurique a Lugano

Pegamos o trem em Zurique ás 09:32 e chegamos em Lugano às 11:56, num trajeto que durou 2h24 minutos.

O trem de Zurique a Lugano é direto e esse trajeto sai de graça para quem tem o Swiss Travel Pass.

Passeio pela cidade e almoço

Chegamos na estação de Lugano e nos surpreendemos com o tempo ensolarado e quente, bem diferente do que estava na parte alemã do país.

A partir da estação de trem, descemos a pé para o centro da cidade.

Há um funicular que faz essa descida também para quem não pode ou não quer descer as escadas e que custa apenas CHF 1,30. A descida com o funicular leva apenas 1 minuto e meio.

Caminhamos até a orla do lago de Lugano e seguimos até o museu LAC Lugano, uma obra arquitectónica de Ivano Gianola, que contrasta com uma igreja do século XVI que fica ao seu lado, a igreja de Santa Maria degli Angioli.

Depois de muitas fotos, voltamos à histórica Piazza Reforma no centro de Lugano para almoçar no Ristorante Olímpia.

Subida ao Monte Bré e caminhada

Depois do almoço caminhamos até a parada de ónibus Lugano Centro e nos dirigimos para Cassarate, a estação do funicular para o Monte Bré.

Chegamos lá no topo às 15:18.

Tivemos tempo de apreciar a surpreendente vista de Lugano do alto. Essa paisagem lembra muito a cidade do Rio de Janeiro!

Depois fizemos uma curta caminhada até o mirante de onde se vê a vila de Bré.

Como demoramos pelo caminho tirando fotos, não deu tempo de descer até a vila de Bré como havíamos planejado, então voltamos à estação e pegamos o funicular de volta a Cassarate.

Descida e volta a Zurique

Depois da descida com o funicular, pegamos o ónibus até a estação de Lugano e o nosso trem até Zurique partiu as 18:40.

Voltamos para casa felizes e satisfeitas com esse passeio. Um bate-volta para Lugano é cansativo mas é perfeitamente possível e vale muito a pena!

*************************************************************
Este passeio eu fiz no dia 27 de setembro de 2020, com minhas parceiras Ana Luiza (do Pelo Mundo Blog) , Janaina (do blog Descobrindo a Suíça) , Letícia (representando o blog Calor nos Alpes), e a Laurentina (nossa fotógrafa oficial Fotógrafa na Suíça).  O lugar foi o destino de mais um #experience , um projeto que tem por objetivo mostrar as belezas da Suíça.  Este foi o #montebreexperience

Apoio: Lugano Region e Ticino Tourism

Veja o que rolou no evento também, através da Hashtag #montebreexperience #montebréexperience no Instagram e Facebook.

*************************************************************

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem! Se este conteúdo foi útil para você, uma forma de retribuir é reservar um dos serviços abaixo usando nossos links de afiliado. Assim uma pequena comissão é repassada ao blog, você não paga nada a mais por isso, e nos ajuda a manter o blog sempre atualizado. 🙂 Monique B. Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça

  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica,algo que é obrigatório e essencial à sua viagem pela Suíça! Um Seguro de Viagem possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas + gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Buscar um passe de trem
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Buscar um passe de trem
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes. Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

Mais de Monique Bianchi

Konstanz, uma cidade ao sul da Alemanha

Conheci Konstanz  na Alemanha ou Constança (nome em português), em uma viagem...
Leia Mais

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Lugano é uma cidade tão linda que merece ser vista do alto, em uma de suas montanhas locais. Dentre essas montanhas uma das mais...
" />