Monte Bré em Lugano, a montanha mais ensolarada da Suíça

Lugano é uma cidade tão linda que merece ser vista do alto, em uma de suas montanhas locais. Dentre essas montanhas uma das mais famosas e com as melhores paisagens é o Monte Bré.

O Monte Bré está a 925m de altitude e é considerada a montanha mais ensolarada da Suíça! Além disso, esse é um dos passeios que sem dúvida oferece uma das melhores vistas panorâmicas de Lugano.

montanhas lugano

Fiz essa visita em um bate-volta a Lugano para o Projeto Experience que tem como objetivo divulgar as belezas da Suíça.

Continue lendo para saber mais como foi o passeio e as principais dicas e infos sobre o Monte Bré em Lugano.

Como chegar

É fácil chegar de transporte público

A estação de onde sai o funicular para o Monte Bré fica localizada em Cassarate. Desta forma é preciso pegar um ónibus até lá. O ônibus número 2 sai da estação de Lugano e passa pelo centro da cidade. Veja abaixo exemplo de horário. Verifique sempre o horário no dia com o app da SBB:

ónibus para o Monte Bré

Ao chegar em Cassarate a subida com o funicular é feita em duas etapas. Primeiro até Suvigliana e de lá temos que trocar de funicular para subir até o cume do Monte Bré.

Dica: Para os turistas que estejam hospedados em Lugano, a partir de 1 noite, o transporte público na cidade é de graça. Cada turista recebe um cartão chamado Ticino ticket que dá a gratuidade no transporte além de descontos para passeios e museus. A hospedagem pode ser em hotel, hostel ou camping.

Mas também é possível chegar de carro

Sim, é possível dirigir até o topo, mas aparentemente a estrada não é das melhores, possui muitas curvas e é bem inclinada.

Realmente o teleférico parece ser a opção mais interessante e prática.

Quanto custa

Para adultos o ticket de ida e volta custa CHF 25 Francos suíços. Para quem está hospedado em Ticino e recebe o Ticino Ticket, há um desconto e o valor é reduzido para CHF 17,50 francos suíços.

Veja demais valores abaixo:

preço ticket Monte Bré

Horários

A subida até o Monte Bré em duas etapas leva no total 33 minutos.

O funicular que faz a primeira etapa da subida até o Monte Bré sobe a cada 15 minutos. Já o segundo funicular a cada 30 minutos.

Nos meses de alta temporada, em Julho e Agosto, às sextas e sábados, o funicular e restaurantes funcionam até as 23h00.

Para detalhes dos horários clique aqui para ver o site oficial.

O que fazer lá em cima

Como todo passeio em montanha na Suíça, apreciar a vista é apenas uma das possibilidades.

O Monte Bré é o ponto de partida para caminhadas, trilhas, passeios de mountain bike e muito mais. Mas o principal que é mesmo a vista panorâmica que se tem da cidade de Lugano.

Lá do alto do Monte Bré temos uma vista de tirar o fôlego da cidade e do Lago de Lugano. Vemos o Monte San Salvatore, a barragem de Melide e em dias sem nuvens até mesmo os Alpes de Valais.

Restaurantes e Mirantes

restaurante monte bré

Os melhores mirantes ficam no terraço de um dos restaurantes que encontramos lá no topo do Monte Bré: o Osteria Funicular ou o Ristorante Vetta.

O Osteria Funicolare fica praticamente ao lado do funicular e assim que chegamos ao cume do Monte Bré é uma das primeiras coisas que avistamos. O terraço deste restaurante proporciona uma vista belíssima da baía de Lugano.

Em uma curta caminhada chegamos ao Ristorante Vetta com a melhor vista, 180 graus acima de Lugano. Vale a pena passar um tempo por lá, para tomar um drink ou café e apreciar Lugano de cima!

Ambos os restaurantes oferecem pratos típicos de Ticino e há a opção de adquirir um combo de ticket para o funicular (ida e volta) + um prato do dia (3 opções para escolher) pelo valor de CHF 35 francos para adultos ou CHF 29 francos para crianças de 6 a 16 anos. Vale a pena!

Trilha até a vila de Bré

mirante no monte bre

Em uma curta caminhada de 20 minutos é possível chegar à pitoresca vila de Bré. A trilha é bem tranquila e passa por dentro da floresta. Antes de chegar a vila há um mirante com uma incrível vista.

A vila de Bré é bem preservada e manteve suas características de uma antiga vila rural com suas casas feita de pedra. Pela vila é possível observar algumas obras de arte como os afrescos do artista Joseph Birò na Igreja San Fedele e no Schmid Museum.

Alugar mountain bikes

Há trilhas para mountain bike lá no Monte Bré e é possível alugar a bike na estação intermediária do funicular, a Suvigliana. A bike é retirada no topo, na estação final.

Para mais informação de valores e possibilidades de trilhas clique aqui.

Quando ir

Neste ano de 2020 os funiculares que sobem o Monte Bré começaram a funcionar no final de Fevereiro e vão até o dia 6 de Janeiro de 2021.

Normalmente nos meses de Janeiro e Fevereiro e no Natal, dia 25, o funicular se encontra fechado.

Nosso passeio

orla do lago lugano

Nós conhecemos o Monte Bré em um passeio bate-volta a Lugano em um domingo. Saímos da parte alemã da Suíça, da cidade de Zurique.

De Zurique a Lugano

Pegamos o trem em Zurique ás 09:32 e chegamos em Lugano às 11:56, num trajeto que durou 2h24 minutos.

O trem de Zurique a Lugano é direto e esse trajeto sai de graça para quem tem o Swiss Travel Pass.

Passeio pela cidade e almoço

Chegamos na estação de Lugano e nos surpreendemos com o tempo ensolarado e quente, bem diferente do que estava na parte alemã do país.

A partir da estação de trem, descemos a pé para o centro da cidade.

Há um funicular que faz essa descida também para quem não pode ou não quer descer as escadas e que custa apenas CHF 1,30. A descida com o funicular leva apenas 1 minuto e meio.

Caminhamos até a orla do lago de Lugano e seguimos até o museu LAC Lugano, uma obra arquitectónica de Ivano Gianola, que contrasta com uma igreja do século XVI que fica ao seu lado, a igreja de Santa Maria degli Angioli.

Depois de muitas fotos, voltamos à histórica Piazza Reforma no centro de Lugano para almoçar no Ristorante Olímpia.

Subida ao Monte Bré e caminhada

Depois do almoço caminhamos até a parada de ónibus Lugano Centro e nos dirigimos para Cassarate, a estação do funicular para o Monte Bré.

Chegamos lá no topo às 15:18.

Tivemos tempo de apreciar a surpreendente vista de Lugano do alto. Essa paisagem lembra muito a cidade do Rio de Janeiro!

Depois fizemos uma curta caminhada até o mirante de onde se vê a vila de Bré.

Como demoramos pelo caminho tirando fotos, não deu tempo de descer até a vila de Bré como havíamos planejado, então voltamos à estação e pegamos o funicular de volta a Cassarate.

Descida e volta a Zurique

Depois da descida com o funicular, pegamos o ónibus até a estação de Lugano e o nosso trem até Zurique partiu as 18:40.

Voltamos para casa felizes e satisfeitas com esse passeio. Um bate-volta para Lugano é cansativo mas é perfeitamente possível e vale muito a pena!

*************************************************************
Este passeio eu fiz no dia 27 de setembro de 2020, com minhas parceiras Ana Luiza (do Pelo Mundo Blog) , Janaina (do blog Descobrindo a Suíça) , Letícia (representando o blog Calor nos Alpes), e a Laurentina (nossa fotógrafa oficial Fotógrafa na Suíça).  O lugar foi o destino de mais um #experience , um projeto que tem por objetivo mostrar as belezas da Suíça.  Este foi o #montebreexperience

Apoio: Lugano Region e Ticino Tourism

Veja o que rolou no evento também, através da Hashtag #montebreexperience #montebréexperience no Instagram e Facebook.

*************************************************************

Mais de Monique Bianchi

Flutuando no Rio da Prata em Bonito – MS

O post de hoje é sobre o famoso passeio de Bonito: Flutuação...
Leia Mais

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *