Museu Anne Frank em Amsterdam

Casa Anne Frank Amsterdam
Estàtua de cera de Anne Frank no Museu Madame Tussaud, outra atraçao turistica de Amsterdam

Na minha passagem de 4 dias por Amsterdam eu montei um Roteiro flexível ( que você pode ver aqui) com algumas das atrações que considerava imperdíveis e tempo para explorar a cidade e descobrir tantas outras. Uma dessas visitas que eu sabia que tinha de fazer e que de fato foi a primeira coisa que visitei ao chegar foi o Museu Anne Frank em Amsterdam, entre os três museus mais populares da cidade!

Museu Anne Frank Amsterdam
A casa que serviu de esconderijo para Anne Frank e sua familia durante o Nazismo é hoje um museu extraordinàrio em Amsterdam

Um pouco da triste història de Anne Frank

Eu ainda não havia lido o livro  que reproduz o diário de Anne Frank, mas conhecia a sua historia, uma garota de 13 anos de família judia que se mudou para a Holanda para fugir da perseguição nazista. O agravamento da situação com as trágicas imposições nazistas fez com que a família de Anne Frank, sem saída, procurasse um esconderijo. O local preparado era uma casa de fundo, um anexo ao escritório de Otto Frank, o pai de Anne. Nessa casa além da família Frank também viveram escondidos a família Van Pel, pois Herman Van Pel trabalhava junto a Otto.

Casa Anne Frank Amsterdam
Estàtua de cera de Anne Frank no Museu Madame Tussaud, outra atraçao turistica de Amsterdam

Juntos, eles viveram escondidos nessa casa durante 2 anos, de 1942 a 1944, e a rotina dolorosa e difícil foi descrita por Anne Frank em seu diário. Eles viviam enclausurados, no escuro, com cortinas por todas as janelas evitando que alguém os visse e também evitavam ao máximo qualquer tipo de barulho que pudesse denuncià-los. Anne, escreveu tristes mas inspiradoras passagens em seu diário. Ela conta como era viver escondida e com medo, sem poder frequentar a escola, sem poder sair à luz do sol ou caminhar na rua. O diário era uma forma de tirar um pouco do sofrimento dentro de si e colocà-lo no papel, além de ser um passatempo, uma distração, entre as tão poucas existentes dentro da casa.

diario de anne frank museu amsterdam
Foto: http://www.annefrank.org . Trecho de diário de Anne Frank em exposiçao no Museu

Eram 7 pessoas e posteriormente 8 vivendo escondidas no local e quatro empregados de Otto sabiam e ajudavam as famílias a comprar comida, trazer e enviar cartas além de ser um apoio moral.

Anne Frank filosofa sobre a vida e escreve seus pensamentos no diário que se tornou seu melhor amigo neste período de sua vida, que infelizmente foi o final, pois sua família foi denunciada e o esconderijo descoberto.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!
esconderijo anne frank amsterdam
Foto:http://www.annefrank.org . A entrada do esconderijo era mascarada por essa prateleira mòvel

O mais interessante dessa história é que Anne Frank gostava realmente de escrever, não apenas descrevendo sua rotina no diário, como também escrevendo pequenas historias e pensamentos. Ela manifestou o desejo de se tornar escritora ou jornalista depois que a guerra acabasse. Quanto ao diário, ela parecia saber que um dia milhares de pessoas o leriam e portanto ela o reescreveu, no entanto não conseguindo finalizar o trabalho até agosto de 1944 quando todos foram descobertos e presos. Alguém os havia denunciado, mas nunca a identidade dessa pessoa foi descoberta.

Anne Frank, sua mae e irma foram para Auschwitz e Anne morreu là aos 15 anos de idade. O único sobrevivente  de todos que moraram no esconderijo foi o pai de Anne, Otto Frank, que retornou a Amsterdam, recuperou o diário de sua filha e cumpriu o seu último desejo, de ter sua história publicada.

Como é a visita ao Museu Anne Frank em Amsterdam

A antiga casa que serviu de esconderijo para a família de Anne Frank e a família Van Pel se transformou em um Museu desde 1960.

Milhares de pessoas do mundo todo visitam o local, comovidas com a historia de Anne Frank e também interessadas em saber como era o esconderijo em que ela viveu e escreveu seu fabuloso diário. Muitas outras não tiveram contato com a historia de Anne Frank e acabam conhecendo ao fazer a visita.

[alert type=”error|success|info” close=”true”]Infelizmente nao é possível tirar fotos do interior da casa![/alert]
casa anne frank amsterdam
Foto: http://www.annefrank.org . Ambientes internos da casa que serviu de esconderijo a Anne Frank e mais 8 pessoas em Amsterdam, durante o Nazismo

A casa é mantida com as janelas fechadas, para tentar incorporar o ambiente como era durante o esconderijo. É possível passar pelos aposentos da casa e ler diversos trechos do diário de Anne Frank contando historias e fatos sobre a sua vida enclausurada relacionada com cada ambiente. Há frases projetadas na parede, fotos, filmes e objetos que tentam ilustrar um pouco do que aconteceu dentro daquele local e na vida daquelas pessoas.

Mesmo quem não conhece a historia, não se perde no museu que é todo sinalizado num trabalho extraordinário de curadoria que emociona os visitantes. É possível ver trechos originais do diário de Anne Frank, inclusive os que ela teria modificado já pensando que um dia poderia ser publicado. Mas o que realmente me comoveu foi um  vídeo com o seu pai contando quando encontrou o diário e passou a lê-lo, decidindo então realmente publicà-lo e cumprir o desejo de sua filha, injustamente morta.

“Durante o dia temos sempre que andar levemente e falar sem barulho, porque não nos podem ouvir no armazém.”
Anne Frank, 11 de julho de 1942 

“ Sst… pai, quieto, Otto, sst… Anda cá, já não podes deixar a água correr. Anda devagar!” Estes foram os vários avisos para o pai na casa de banho. Às nove horas em ponto ele tem de estar na sala. Nem uma gota de água pode correr, já não se pode ir à casa de banho,não se pode andar, tudo quieto”

Anne Frank, 23 de agosto de 1943 

“Quando escrevo, sinto um alívio, a minha dor desaparece, a coragem volta.”
Anne Frank, 5 de abril de 1944 

“O que passou, já não podemos mudar. A única coisa que podemos fazer é aprender com o passado e compreender o que significa a discriminação e a perseguição de gente inocente. A minha opinião é que todos temos a obrigação de combater os preconceitos.”

Otto Frank, 1970

Quanto custa a visita ao Museu Anne Frank em Amsterdam

Adultos pagam 9 euros, crianças e adolescentes de 10 a 17 anos pagam 4,50 euro, e crianças até 9 anos possuem a entrada free.

Como a Casa de Anne Frank é um dos pontos turísticos mais visitados de Amsterdam há sempre filas, portanto o ideal é fazer a compra do ingresso online. Veja mais informações aqui.

Compre seu ingresso online para o Museu de Anne Frank e evite as filas

Essa opção de ingresso é um combo oferecido pela Ticket Bar, uma das melhores e mais confiáveis empresas para comprar ingressos e passeios na Europa. Junto ao ingresso do museu você tem direito ao ônibus turístico hop on hop off, de 2 andares pela cidade. O legal deste passeio de ônibus é a possibilidade de ver vários pontos turísticos da cidade escolhendo onde descer e pegar o ônibus novamente, sendo valido por 24 horas.


Os horàrios de funcionamento do Museu são:

De Novembro a Março

Diariamente  9:00 am – 7:00 pm (sábados  9:00 am – 9:00 pm).

De Abril a Outubro
Diariamente 9:00 am – 9:00 pm, (sábados 9:00 am – 10:00 pm).

Em Julho e Agosto o museu é aberto diariamente até 10:00 pm.

Lembrando que o museu fecha as portas 30 minutos antes do último horário.

Onde fica e como chegar até o Museu de Anne Frank em Amsterdam

O Museu de Amsterdam està localizado no centro de Amsterdam. O endereço é  Prinsengracht 263-267.

Eu estava hospedada bem próximo da estação Central e fui andando, cerca de 20 minutos. Para quem está mais longe ou prefere ir de transporte publico, segue as seguintes opções: Trams 13, 14 e 17 e ônibus 170, 172 e 174 descendo na parada ‘Westermarkt’

Visite a Casa de Anne Frank online e em 3D

Neste link você pode ter uma ideia do que te espera na visita presencial. É possível ver um vídeo e saber mais sobre a casa que serviu de esconderijo a Anne Frank e sua família.

Além disso, segue abaixo uma lista com alguns dos melhores passeios em Amsterdam. Você pode comprar o passeio online para facilitar a sua viagem.

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Holanda

   
  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Holanda e Europa em geral! Algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
 
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
 
  • Aluguel de carro em Amsterdam e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Holanda e outros países da Europa , o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios em Amsterdam com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.
 
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
 

Mais posts sobre Amsterdam para te inspirar

  1. Amsterdam sozinha em 4 dias: Dicas e sugestão de Roteiro
  2. Heineken Experience em Amsterdam: visite a antiga fábrica da famosa cerveja e garanta um souvenir personalizado em uma experiência moderna e especial para apreciadores da cerveja!
  3. Visita ao Museu de Anne Frank em Amsterdam: conheça a casa onde a garota judia ficou escondida junto à sua família durante o Nazismo, antes de serem descobertos e levados ao campo de contração.
  4. Museu Madame Tussaud em Amsterdam: conheça a filial do museu de estàtuas de cera mais famoso do mundo.
  5. Passeio de barco pelos canais de Amsterdam: em uma viagem pela cidade holandesa os canais são sempre a atração principal. Explore-os fazendo um passeio de barco!
  6. Free Walking Tour em Amsterdam: para quem vai viajar sozinho ou se interessa por conhecer a historia dos locais em que visita e quer uma boa oportunidade de interagir e fazer amizades, esse passeio é uma boa escolha e bem econômica!
  7. Walking Tour pelo Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam: Quem ö que nunca ouviu falar do famoso Red Light District localizado na cidade holandesa, um bairro onde a prostituição é legalizada. Entenda e saiba porque a visita pode ser diferente do que você imagina.
  8. Visita ao Vondelpark, o parque mais famoso da cidade de Amsterdam
  9. As famosas praças Museumplein e Leidseplein: além do famoso letreiro IAMSTERDAM saiba o que encontrar nessas praças de Amsterdam
  10. Museu Van Gogh em Amsterdam: saiba como é a visita pelo incrível museu do gênio Van Gogh
Mais de Monique Bianchi

S.A.X- O oásis de compras no Paraguai

A S.A.X Department foi pra mim uma das grandes surpresas do tour que...
Leia Mais