Walking Tour pelo Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam

distrito da luz vermelha

O Distrito da Luz Vermelha ou Red Light District em Amsterdam é com certeza um dos lugares mais curiosos e interessantes em uma visita pela cidade. Praticamente todos que planejam sua visita à capital holandesa já ouviram boatos e historias sobre o Distrito da luz Vermelha, então nada melhor do que fazer a visita pessoalmente quando estiver por lá.

Primeiramente recomendo que abra a sua mente! Apesar do Distrito da Luz Vermelha ser provavelmente o que você está pensando que é, é difícil não se surpreender com a estrutura do local que tem a prostituição como entretenimento. Ao contrario do que muitos pensam, é uma região relativamente segura e limpa e ultimamente vem sendo modernizada e restaurada para atrair e agradar ainda mais os clientes visitantes da região, deixando de ser há muito tempo uma área escura e degenerada em Amsterdam.

distrito da luz vermelha amsterdam
Escultura de bronze representando um busto, no coração do Distrito da Luz Vermelha, próximo à Oude Kerk, a igreja mais antiga da cidade. De artista desconhecido!

Para quem visita Amsterdam é praticamente impossível evitar passar pelo local, afinal o Distrito da Luz Vermelha está localizado bem próximo da estação de trem Central e também da parte mais antiga da cidade e do centro histórico.

Para mim o Distrito da Luz Vermelha é um lugar como nenhum outro no mundo. Imagine-se caminhando por uma das áreas mais antigas de Amsterdam, com suas ruas estreitas e com arquitetura do século 14, seus prédios antigos que se inclinam em ângulos estranhos e pontes sobre os canais rodeadas de arvores. Claro que tudo isso é apenas pano de fundo para o que realmente define a região: a prostituição.

Como funciona o Walking Tour pelo Distrito da Luz Vermelha

Como contei no post sobre o Free Walking Tour em Amsterdam que fiz pela cidade, um dos pontos pelos quais passamos foi o Red Light District, mas eu gostei tanto dos guias e também fiquei curiosa para saber mais sobre essa famosa área de Amsterdam que acabei contratando com a mesma empresa um tour especifico apenas sobre o Distrito da Luz Vermelha. O tour de 2 horas custa 12 euros e é feito na parte da noite, começando as 19h00, mas lembre-se que durante o verão europeu o dia sò escurece apôs as 21h00. Para saber mais sobre o tour veja o vídeo abaixo ou clique aqui.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Caminhamos por diversas ruas e partes do Distrito da Luz Vermelha e o guia entra mais a fundo nesse mundo de prostituição, nos contando melhor sobre a organização e como tudo funciona por lá. No final do tour estava incluso um shot de bebida em um dos bares da região e então pudemos socializar um pouco e muitas pessoas acabaram esticando a noite em outros bares. Mais uma vez indico fazer o walking tour se você está viajando sozinho e quer fazer amizades.

condomerie distrito da luz vermelha amsterdamA foto acima é da loja Condomerie, a primeira loja no mundo especializada apenas em preservativos! Foi aberta no Distrito da Luz Vermelha em 1987 e ajudou a quebrar o tabu ao redor da compra e venda de preservativos. Là é possível encontrar todo o tipo de preservativo e eles possuem um grande conhecimento sobre o assunto, tanto é que muitos clientes visitam a loja para tirar duvidas a respeito dos tipos existentes, alergias, tamanhos e etc. Da vitrine dá pra perceber que a variedade é grande 😛

Curiosidades sobre o Distrito da Luz Vermelha e a Prostituição

Para quem não sabe, a prostituição na Holanda é legalizada ou tolerada. Isso significa que as pessoas que trabalham com isso tem seus direitos e também deveres como o fato de pagar impostos.

Sao várias as possibilidades de prostituição no Distrito da Luz Vermelha, mas entre todos os sex shops, sex clubs e video cabines, o que chama mais a atenção e acaba por ser mais polêmico é o fato das mulheres se exibirem nos grandes janelões das construções locais, decorados com luz néon vermelha, como se estivessem em vitrines. Agora para quem caminhou por lá e viu algumas janelas com luz azul ao invés de vermelha, é uma forma para diferenciar mulheres de travestis ou transexuais.

Se engana quem pensa que essa atividade funciona apenas de noite.  Sao cerca de 2000 janelas que funcionam 24 horas por dia e 6000 garotas por trás delas! Na verdade a qualquer hora do dia que se caminha pelo Red Light District, là estão elas, as prostitutas se exibindo nas vitrines, muitas delas praticamente nuas diante de olhos de famílias e turistas que passam pela região. Este é um dos fatos que torna o Distrito da Luz Vermelha num dos lugares mais polêmicos do mundo. Inclusive, de frente para uma das ruas que possuem várias destas janelas de prostituição fica uma belíssima Igreja, a Oude Kerk, com sua beleza gótica e localização no mínimo controversa.

Primeiramente, as janelas, que são mais como portas de vidro, onde as prostitutas se exibem, são na verdade cabines, como pequenos apartamentos, alugados para um turno de 8 horas diárias, o que pode custar a elas de 70 a 150 euros. Para aqueles interessados curiosos em saber quanto as garotas cobram, esse valor varia bastante de 50 a 700 euros por 50 minutos.

É bem comum andar pelas ruas e ver a galera negociando com as prostitutas,  o tempo, o valor e etc.

Dentro das cabines as prostitutas contam com um relógio marcando o tempo e também algumas formas de proteção como um botão que aciona um alarme caso seja agredida ou esteja em perigo. A região do Distrito Vermelho conta com uma grande quantidade de policiais e seguranças contratados pelas próprias garotas em caso de problemas. Mas pelo que eu observei em geral, elas sabem se defender bem, visto que algumas delas saem correndo atras de pessoas que ousam tirar fotos delas ou fazer alguma gracinha. Vi isso acontecer várias vezes e elas saem batendo mesmo, não importa se estão nuas ou ano. Então, meu conselho é:”]NUNCA TIRE FOTOS DAS GAROTAS NAS JANELAS. Nem mesmo tente achando que será esperto o suficiente para tirar fotos sem elas perceberem, porque num desses casos que eu presenciei, a garota pegou a câmera do rapaz e quebrou sem cerimônia nenhuma. Além do prejuízo, você ainda pode passar por uma bela saia justa, afinal essa atividade de tirar fotos das garotas é proibida!

Durante o tour também ficamos sabendo um pouco do que rola dentro dos shows de sexo ao vivo que acontecem em lugares como Casa Rosso, Moulin Rouge e Amsterdam Banana Bar, mas achei melhor não expor essas informações aqui e acho que você deveria fazer este tour pelo Red Light District para descobrir!:P

Bares gays, cinemas e bordeis legalizados também são encontrados pela região.

Um dos motivos pelos quais a prostituição é tolerada na Holanda é prevenir casos de prostituição forçada, trafico de mulheres e garantir maior segurança na atividade. Existe até um Centro de Informações de Prostituição

Nao sò de prostituiçao vive o Red light District

Nao pense que apenas turistas pervertidos visitam a Área! Pelo contrário! Na verdade, por ser um local tão polêmico e diferente no mundo, a maioria das pessoas que visitam são curiosos e isso inclui famílias com crianças( claro que depende da idade e de como se fala com elas, mas em geral eu vi crianças jà partindo pra fase da pré-adolescência), idosos, enfim, pessoas de todas as idades. Eu diria que é não é um lugar para se sentir constrangido, como é de se imaginar.

Além disso, na área estão localizados  restaurantes, bares, coffeshops, Hotéis e Hostels. A China Town de Amsterdam também está localizada por là.

Muita gente prefere se hospedar ao redor da região devido à proximidade à cena noturna da cidade. Para os jovens que preferirem, veja aqui opções de hospedagem próximas ao Red Light District.Muitas residências também estão localizadas ao redor do Distrito da Luz Vermelha.

Apesar de todo o sucesso da região, a cidade de Amsterdam anunciou em 2007 um plano de comprar 18 dos prédios onde ficam 51 janelas de prostituição para transformá-los em lojas e residências. Ou seja, é bem provável que toda essa tolerância ao redor do Red Light District diminua, então se eu fosse você já começaria a planejar a viagem à Amsterdam se quiser ver de perto esse que é um dos lugares mais diferentes e curiosos do planeta.

Além disso, segue abaixo uma lista com alguns dos melhores passeios em Amsterdam. Você pode comprar o passeio online para facilitar a sua viagem.

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Holanda

   
  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Holanda e Europa em geral! Algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
 
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
 
  • Aluguel de carro em Amsterdam e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Holanda e outros países da Europa , o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios em Amsterdam com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.
 
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
 

Mais posts sobre Amsterdam para te inspirar

  1. Amsterdam sozinha em 4 dias: Dicas e sugestão de Roteiro
  2. Heineken Experience em Amsterdam: visite a antiga fábrica da famosa cerveja e garanta um souvenir personalizado em uma experiência moderna e especial para apreciadores da cerveja!
  3. Visita ao Museu de Anne Frank em Amsterdam: conheça a casa onde a garota judia ficou escondida junto à sua família durante o Nazismo, antes de serem descobertos e levados ao campo de contração.
  4. Museu Madame Tussaud em Amsterdam: conheça a filial do museu de estàtuas de cera mais famoso do mundo.
  5. Passeio de barco pelos canais de Amsterdam: em uma viagem pela cidade holandesa os canais são sempre a atração principal. Explore-os fazendo um passeio de barco!
  6. Free Walking Tour em Amsterdam: para quem vai viajar sozinho ou se interessa por conhecer a historia dos locais em que visita e quer uma boa oportunidade de interagir e fazer amizades, esse passeio é uma boa escolha e bem econômica!
  7. Walking Tour pelo Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam: Quem ö que nunca ouviu falar do famoso Red Light District localizado na cidade holandesa, um bairro onde a prostituição é legalizada. Entenda e saiba porque a visita pode ser diferente do que você imagina.
  8. Visita ao Vondelpark, o parque mais famoso da cidade de Amsterdam
  9. As famosas praças Museumplein e Leidseplein: além do famoso letreiro IAMSTERDAM saiba o que encontrar nessas praças de Amsterdam
  10. Museu Van Gogh em Amsterdam: saiba como é a visita pelo incrível museu do gênio Van Gogh

Mais de Monique Bianchi

EIBTUR – 1º Encontro Internacional de Blogueiros de Turismo

  Vai fazer 3 meses que estive em Foz do Iguaçu, participando...
Leia Mais

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *