Amsterdam sozinha em quatro dias: Dicas e Sugestao de Roteiro

dicas viagem amsterdam

Minha primeira viagem para Amsterdam foi muito especial pelo motivo de que foi a primeira viagem internacional totalmente sozinha e olha só, não passei por nenhum perrengue!

Foram quatro dias desbravando esta cidade da qual me tornei fã e então resolvi fazer este post contando um pouco sobre a preparação desta viagem e sobre os lugares que escolhi e consegui visitar em 4 dias, montando meu roteiro em Amsterdam!

a amsterdam das biciletas
Talvez uma das coisas que mais chame a atenção é o estilo de vida dos holandeses que vivem em Amsterdam. Bicicletas por toda parte, gente de terno, mães com crianças, todo tipo de gente pedalando suas magrelas.

Acho que muita gente acaba tendo as mesmas dúvidas quando decide ir viajar sozinho.  Na minha opinião, existem alguns passos a serem seguidos que podem facilitar e nos deixar sossegados para aproveitar bem qualquer viagem solo, como:

1-Pesquisar bem sobre o destino

Desbrave tudo o que conseguir a respeito do destino que irá visitar.  Leia relatos pessoais em blogs, reviews em sites como Trip Advisor e Minube, fale com amigos que já tenham viajado para lá.

Uma dica que sempre uso é pesquisar sobre o local usando hashtags no Instagram e então vou salvando alguns posts de lugares que me interessam e muitos deles também possuem dicas.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Roteiro em Amsterdam,

2-Identificar os pontos turísticos que mais gostaria de visitar

Nem sempre o seu tempo de viagem é suficiente para conhecer todos os pontos turísticos de uma cidade ou pelo menos os mais conhecidos. Neste caso então é importante definir os que mais gostaria de visitar e descobrir a logística de como chegar até eles. Daí monte um roteiro para cada dia, com estes locais. Nestes quatro dias em que estive em Amsterdam consegui visitar quase tudo o que eu esperava ver. Quase , porque mesmo sabendo que não dá tempo às vezes eu acho que consigo ser onipresente e fazer várias coisas de uma só vez, mas os principais passeios eu fiz e saí muito satisfeita!

Meu Roteiro por Amsterdam incluiu: Visita a Casa de Anne Frank,  à Heineken Experience, Museu Van Gogh, a famosa Praça Museumplein,onde está localizado o letreiro gigante I AMSTERDAM, o Vondelpark, a Leidseplein, uma praça super agitada cheia de bares, restaurantes e cafés, o Madame Tussaud, fiz também um passeio de barco pelos canais, walking tour pela cidade, walking tour no Red Light District e andei bastante observando a arquitetura e o estilo de vida dos holandeses.

Para me inspirar sobre os passeios que poderia fazer em Amsterdam, eu conferi o site da GetyourGuide e as atividades e excursões que eles oferecem na cidade.

vondelpark e casa de anne frank
O Vondel Park e a Casa de Anne Frank!

3-Escolher um lugar legal para se hospedar

Claro que isso é bem relativo, mas se tratando de sua primeira viagem sozinho, talvez o ideal seja escolher uma hospedagem bem recomendada e com boa localização, que seja acessível a chegar de transporte público ou evitando que você se perca ou que esteja próximo a áreas turísticas que você pretenda conhecer. Para quem viaja sozinho uma boa opção são os hostels, onde é possível conhecer gente e conversar, afinal ficar vários dias sem abrir a boca pode não ser muito agradável.Em Amsterdam eu me hospedei no Flying Pig Downtown, uma rede de hostels bem conhecida por lá e fiquei na unidade que era próxima da estação Central de trem. Neste caso bastava caminhar 5 minutos para achar o hostel.

Um site bem legal e que recomendo para pesquisar Hoteis é o Booking.com, que mostra diversas opções para todos os gostos e bolsos e geralmente apresenta os melhores preços. Aléem de ser confiàvel, é possível analisar os Hoteis pelas avaliações dos antigos hospedes e também é possível filtrar os Hoteis de acordo com o serviço desejado, como café da manha, wifi ou estacionamento incluso. Faça uma simulação abaixo ou clique aqui e veja os Hoteis mais bem recomendados de Amsterdam!

4-Descobrir como se locomover pela cidade

É muito importante saber quais as opções de transporte disponíveis na cidade que você vai visitar e entender como eles funcionam. Em Amsterdam criei bolhas nos pés, pois andei a cidade inteira! Mas no último dia estava mega cansada e decidi pegar um tram (espécie de metrô de superfície) para voltar para o hostel.Essa é uma das grandes vantagens da cidade, onde praticamente tudo é fácil de ser alcançado a pé, mas claro se você tiver disposição e tempo! Os trams, trens de superfície, em Amsterdam são uma excelente e rápida forma de se locomover.

5-Procurar passeios em grupo:

Se você se hospedar em um hostel vai perceber que a maioria deles organizam atividades turísticas em grupo, justamente para ter essa aproximação dos hóspedes e incentivar a criação de amizades. Mas além desta opção, o que você pode fazer é procurar um Walking Tour gratuito ! Em muitas cidades da Europa existe um grupo de pessoas que se reúnem e oferecem um tour a pé pela cidade de forma gratuita e você só contribui e se quiser com a quantia que julgar merecedora do guia e do passeio. Em Amsterdam fiz o Walking Tour com o pessoal do New AmsterdamTours e gostei tanto que acabei fazendo também um outro passeio com eles, que era pago, temático sobre o Red Light District.

walking tour amsterdam
Galera do Walking Tour! Foi um passeio muito animado!

6-Deixar um espaço no roteiro para algum passeio improvisado

Eu tento, mas quase nunca consigo fazer isso, apesar de saber que são nesses momentos em que você não tem nada planejado que acabam acontecendo as melhores surpresas de uma viagem. Um lugar que algum local recomendou, um simples bate papo com um desconhecido, um descanso num parque para refletir sobre a vida e a viagem e por aí vai. Sim, estou aprendendo a viajar em um ritmo um pouco mais devagar e dessa vez em Amsterdam pude vivenciar isso ao passar uma tarde no Vondelpark apenas observando o estilo de vida dos moradores e arriscando tirar alguns minutos de cochilo deitada sobre a grama. Além disso me vi em meio a um festival Hare Krishna na Dam Square!

7-Registrar os momentos em fotografias

Um dos questionamentos de quem viaja sozinho é “Como vou sair nas fotos?”. Felizmente nos dias de hoje isso é bem fácil de ser resolvido, ainda mais com a moda das selfies que aparentemente vieram para ficar, mas hà vàrias alternativas, como comprar um cabo extensor para colocar a sua câmera ( que não precisa ser necessariamente uma gopro) ou até mesmo o celular! Além disso existem também os tripés, e claro, por que não, pedir com jeitinho para que alguém tire uma foto sua. É bem comum encontrar outras pessoas sozinhas tentando encontrar o melhor ângulo para saírem nas fotos, entao minha tática é sempre oferecer ajuda para tirar a foto e depois peço para retribuírem o favor tirando uma minha! O único problema neste caso é escolher alguém que não consegue entender muito de enquadramento e tire uma foto péssima, mas enfim, acontece,rs.

8-Provar comidas típicas

Em Amsterdam experimentei as famosas Vlaamse Friets, as batatas fritas mega gordurosas vendidas em praticamente qualquer canto da cidade. Também tive a oportunidade de provar os deliciosos stroopwaffles, pequenos discos de waffer recheados com caramelo e até paguei um grande mico ao derrubar todo o recheio quente no meu braço em plena feirinha de rua.

Um dos momentos em que parece ser meio estranho no começo é o fato de entrar em um restaurante para comer sozinho. Para mim que moro em São Paulo, já estava acostumada a isso, mas mesmo assim é engraçado como muita gente se sente desconfortável nesta situação.  Mas você vai perceber que muito mais gente do que você imagina viaja sozinho e claro que todos eles, também precisam comer né? Então é comum, bem comum ver várias pessoas sozinhas almoçando, jantando e não tem nada de mais nisso. Me senti bem confortável com isso em Amsterdã e tive a sorte também de fazer amizade com alguns companheiros de quarto do hostel e dividir algumas refeições na companhia deles em outros momentos. Conversar e socializar também é bom e faz parte!

Dicas viagem sozinha amsterdam

9-Fazer uma lista do que mais gostou e do que terá de visitar numa  próxima vez

Acho que é normal sentir um a pontinha de insegurança ao ir viajar sozinho pela primeira vez, ainda mais se o destino é internacional, mas tudo é questão de aprendizado e quando se viaja sozinho, é diferente, uma forma muito bacana de entrar em contato consigo mesmo.  Você monta o roteiro exatamente da forma que gostaria e pode fazer tudo no seu tempo.

Se você gosta da cidade, já sabe os lugares que vai querer voltar com calma para apreciar melhor ou então já deixa anotado mentalmente aqueles passeios que não foram possíveis desta vez, mas que serão realizados numa próxima! No meu caso, queria muito ter feito um passeio de bicicleta, mas a falta de tempo foi o principal impeditivo. Vou querer conhecer também algumas cervejarias artesanais ,visitar o  Rijksmuseum e também os coffee shops, para conhecer ao menos esses locais tão visitados,haha.

viagem sola amsterdam

Na verdade sempre há algo novo a descobrir e como gostei muito de Amsterdam acho que ficaria lá por um mês ou mais nessa difícil missão de explorar a cidade.

Veja abaixo alguns passeios que voce pode fazer durante sua viagem para Amsterdam e confira também a lista de outros posts que escrevi sobre minha visita à Amsterdam.

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Holanda

   
  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Holanda e Europa em geral! Algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
 
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
 
  • Aluguel de carro em Amsterdam e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Holanda e outros países da Europa , o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios em Amsterdam com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.
 
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
 

Mais posts sobre Amsterdam para te inspirar

  1. Amsterdam sozinha em 4 dias: Dicas e sugestão de Roteiro
  2. Heineken Experience em Amsterdam: visite a antiga fábrica da famosa cerveja e garanta um souvenir personalizado em uma experiência moderna e especial para apreciadores da cerveja!
  3. Visita ao Museu de Anne Frank em Amsterdam: conheça a casa onde a garota judia ficou escondida junto à sua família durante o Nazismo, antes de serem descobertos e levados ao campo de contração.
  4. Museu Madame Tussaud em Amsterdam: conheça a filial do museu de estàtuas de cera mais famoso do mundo.
  5. Passeio de barco pelos canais de Amsterdam: em uma viagem pela cidade holandesa os canais são sempre a atração principal. Explore-os fazendo um passeio de barco!
  6. Free Walking Tour em Amsterdam: para quem vai viajar sozinho ou se interessa por conhecer a historia dos locais em que visita e quer uma boa oportunidade de interagir e fazer amizades, esse passeio é uma boa escolha e bem econômica!
  7. Walking Tour pelo Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam: Quem ö que nunca ouviu falar do famoso Red Light District localizado na cidade holandesa, um bairro onde a prostituição é legalizada. Entenda e saiba porque a visita pode ser diferente do que você imagina.
  8. Visita ao Vondelpark, o parque mais famoso da cidade de Amsterdam
  9. As famosas praças Museumplein e Leidseplein: além do famoso letreiro IAMSTERDAM saiba o que encontrar nessas praças de Amsterdam
  10. Museu Van Gogh em Amsterdam: saiba como é a visita pelo incrível museu do gênio Van Gogh
Mais de Monique Bianchi

Promoção Faça uma aula de wake com o hexacampeão brasileiro Marreco

Isso mesmo pessoal! Além da promoção que estamos fazendo para sortear um...
Leia Mais

30 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *