Dicas de lugares a visitar em Paris

vista torre eiffel

Estive em Paris pela primeira vez no segundo semestre de 2012, por 6 dias e viajando sozinha. A passagem pela cidade-luz foi o ultimo trecho de uma viagem que fiz pela Europa, começando por Amsterdam, Croácia e Turquia.

Normalmente quando viajo, faço questão de pesquisar bastante antes sobre o destino nos blogs de amigos viajantes e também websites como TripAdvisor e Booking para decidir a hospedagem.  Com Paris, não foi diferente e consegui acumular bastante informação a respeito da cidade e fiz uma lista com todos os pontos turísticos que gostaria de visitar durante esses 6 dias. Veja algumas opções de passeios e tours abaixo por exemplo:

Dessa lista, consegui visitar praticamente tudo o que gostaria, mas foi bem corrido, levando em conta que até acabava esquecendo de comer para ter mais tempo nas atrações. :p

Veja também meu post com Dicas para organizar a sua viagem pela Europa. Além disso, talvez você se interesse também pelo post que conto como uma pessoa normal consegue viajar tanto e então possa tirar inspiração com algumas dicas que dei por lá.

Paris realmente é uma cidade bonita, porem não consegui sentir aquele encanto tao especial que todos dizem sentir. Talvez alguns motivos tenham interferido, como ter sido a parte final de uma viagem longa e também pelo fato de que em todos os outros países que estive antes de Paris, era verão e quando cheguei na cidade, o tempo mudou e tive que comprar roupas de frio, algo que também alterou o meu humor.

Antes de ir a Paris, estava na Turquia com amigos e estava sendo bem acolhida pelo povo, porém quando cheguei a Paris, estava sozinha novamente, numa cidade grande, caótica e onde sabia apenas falar o básico da língua.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Enfim, essa série de motivos foi o pano de fundo da viagem, mas olhando agora todas as fotos que tirei dos lugares que consegui conhecer, bateu a vontade de dar uma segunda chance à cidade afinal é Paris e provavelmente numa segunda visita eu mude um pouco o meu conceito 🙂

Vamos lá então aos lugares que conheci, vou falar rapidamente sobre cada um deles, porque a maioria merece um post especifico:

Monumentos

Arco do Triunfo

Este é um dos monumentos mais conhecidos de Paris. Foi construído em 1806 por ordem de Napoleão Bonaparte em homenagem a conquistas e vitorias de seu império.

Não se engane ao pensar que a graça do monumento esta apenas em tirar fotos de seus lindos detalhes arquitetônicos.

Pagando um ingresso, você pode subir ao topo do Arco e ter uma das mais lindas vistas de Paris, algo que me encantou, principalmente pelo fato do Arco estar situado no final da famosa avenida Champs Élysées , na Praça Charles de Gaullee, em uma rotatória onde se encontram 12 avenidas!!!

Sério, acho que você não vai querer perder essa vista, e detalhe, se tiver tempo, faça a visita durante o dia e durante a noite, pois a paisagem muda e a visita nos dois horários permite emoções diferentes!

arco do triunfo paris

Torre Eiffel

Acho que não preciso falar muita coisa né? Apesar da torre não ter me encantando tanto, eu fiz questão de aproveitar o máximo possível da visita,  e subi a pé os degraus até o topo, o que me permitiu mais tempo de apreciar os detalhes arquitetônicos desse monumento tao famoso.

torre eiffel paris

Museus

Museu do Louvre: Mesmo quem não é tao fã de arte assim, acaba visitando e se maravilhando com o Louvre, nem que seja para tirar foto com a icônica pirâmide de vidro no exterior do museu. Eu passei umas 4 horas lâ dentro e sabia que não daria psicologicamente e fisicamente para ver tudo entao optei pela arte egípcia e pela arte italiana, algo que valeu extremamente à pena, embora tenha saído de lá com dor de cabeça, dor nos pés e nas costas.:P

louvre paris

Museu D’Orsay, Centre Georges-Pompidou,Museu Rodin e Museu do Quai Branly

O Museu D`Orsay é um dos maiores museus do mundo com a curiosidade de que era antigamente uma estação ferroviária.

O Pompidou é um Centro Cultural e Museu de Arte Moderna. Só a arquitetura exterior toda diferente e colorida, já vale à pena.

O Museu Rodin em homenagem ao famoso escultor Auguste Rodin, responsável pela incrível escultura O Pensador e O Beijo. O museu é uma casa antiga com um enorme jardim onde se podem observar várias das esculturas!

Jà o Museu do Quai Branly é totalmente dedicado às artes não ocidentais das civilizações da África, da Ásia, da Oceania e das Américas. Gostei bastante dele e o descobri ao acaso quando estava indo para a Torre Eiffel, pois fica às margens do Rio Sena.

museus paris

Igrejas

Notre-Dame, Saint Chappele e Sacre Coeur. As três igrejas que visitei em Paris possuem estilos bem diferentes. Gostei de ter subido até o topo da Notre Dame e ver as gárgulas de perto apreciando a cidade do alto.

Me encantei pelo exterior e interior da Sacre Coeur e a vista que se tem de Paris do alto de suas torres.

Já a Saint Chappele é bem pequena mas impressiona pelos lindos vitrais!

igrejas em Paris

Arredores de Paris

Consegui conhecer o Palácio de Versalhes, mas não deu tempo de conhecer Giverny, onde se localizam os jardins e a casa de  Claude Monet.

versalhes paris

Além disso, caminhando pela cidade consegui conhecer outros lugares como o charmoso bairro de MontMartre onde é possível encontrar o Café Des 2Moulin, famoso por aparecer no filme “O fabuloso destino de Amelie Poulan” e também a casa onde morou Van Gogh, muita emoção!

Passei também pelo Museu dês Invalides, onde se encontra a tumba de Napoleao, pela Pont dês Arts onde se encontram os cadeados do amor, e pela Ponte Neuf, uma das mais antigas de Paris onde é possível ver diversos rostos esculpidos, de acordo com a lenda, as faces dos convidados de um grande banquete que o rei promoveu para a inauguração da ponte.

São muitas as atraçoes em Paris e esse foi um pequeno resumo do que consegui visitar em seis dias na cidade. Aguarde os próximos posts contando detalhes de cada atração!

Vai planejar a sua viagem para Paris? Busque e reserve seu hotel pelo Booking.com .

Espero que tenha gostado do artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique B. Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Suíça

  • Seguro de Viagem - Nunca se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica,algo que é obrigatório e essencial à sua viagem pela Suíça! Um Seguro de Viagem possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos a Seguros Promo, um comparador de preços para você fazer a sua pesquisa e encontrar o melhor seguro de viagem de acordo com as suas necessidades ao melhor custo benefício. Cote os valores e garanta 5% de desconto usando o código do blog: MEJOGUEINOMUNDO5
  • Swiss Travel Pass: A melhor opção para explorar a Suíça utilizando toda a rede de transportes, o que inclui trem, ônibus e barcos em viagens ilimitadas + gratuidade em rotas de trem panorâmicas pelo país e descontos em passeios aos Alpes e entradas em museus. Escolha o seu Swisspass aqui.
  • Global Pass: Caso seu roteiro inclua mais países pela Europa, talvez o Globalpass seja a melhor opção para você viajar de trem pela Europa. Informações e venda aqui.
  • Aluguel de carro na Suíça e Europa: Para quem quer ter a liberdade de explorar a Suíça e outros países da Europa que ficam na fronteira, o aluguel de carro é uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
  • Excursões e passeios pela Suíça com excelente custo benefício: Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.  Mais de 100 opções de passeios pela Suíça feitos por agências locais como transfers de/para aeroportos nas principais cidades suíças e excursões aos Alpes, muitas vezes com preços mais baratos até mesmo do que comprando diretamente no guichê.
  • Pesquisa e reserva de hotéis: utilize o Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
    Veja aqui, por exemplo uma relação das hospedagens mais recomendadas nas principais cidades suíças:

Mais posts sobre a Suíça para te inspirar

Planejamento de Viagem à Suíça

Transporte na Suíça

Suíça nas diferentes estações

Principais cidades

Principais passeios em montanha

Lagos na Suíça

Vilas Suíças e dicas de passeios

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

Mais de Monique Bianchi

Festival Alma Surf 2012 em SP e no RJ

Acontece nos dias 4 e 5 de julho em SP e no...
Leia Mais

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *