O que fazer durante uma conexão em Nova Iorque

Quando eu estava pesquisando preços de passagem para o Brasil, esbarrei em uma passagem da American Airlines que fazia uma conexão relativamente longa na cidade de Nova Iorque e estava com preço atrativo. Como eu ainda não conhecia a cidade de Nova Iorque e já tinha feito há alguns anos um visto para os Estados Unidos( não se esqueça que mesmo para fazer uma conexão nos EUA é preciso de um visto) achei que seria uma excelente oportunidade aproveitar meu voo para o Brasil e dar uma passadinha pela cidade, então comprei os voos. Daí comecei a perguntar a mim mesma, o que fazer em uma conexão em Nova Iorque? Conto em detalhes aqui nesse post o que consegui visitar!

Como escrevi anteriormente neste outro post, escolhi justamente a data de 11 de setembro para chegar em Nova Iorque ( sem querer, é claro) mas isso não me causou problemas como eu imaginava.

So para esclarecer, eu fiz o caminho contrario, saindo da Europa onde moro e indo para o Brasil, mas tanto o voo de ida como o de volta possuíam a conexão em Nova Iorque. Conto abaixo as duas situações diferentes em que parei para conhecer a cidade

dicas conexao nova iorque

dicas nova iorque

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

 

Conexão de 9 horas em Nova Iorque durante a tarde

De quantas horas era a conexão? Vale à pena sair do aeroporto?

No primeiro voo de Zurique ao Brasil, minha conexão na cidade de Nova Iorque era de cerca de 9 horas. Chegamos lá no aeroporto JFK às 13h05 e o próximo voo para São Paulo era somente às 22:05, portanto teríamos a tarde inteira para tentar fazer algo. Não se esqueça que pelo menos 1 hora sai perdida pois há o tempo entre a aterrissagem, saída do avião e passagem pela aduana mais o tempo esperando as malas e as despachando novamente. Na volta para o aeroporto temos que calcular um tempo extra para chegar  pelo menos 1h30 antes do embarque, para assim passar novamente pela alfândega que costuma ter bastante fila. Ou seja, minha conexão que teoricamente seria de 9 horas, na verdade ficou em 6 horas mais ou menos para tentar fazer algo. Eu achei esse tempo bem curto mas mesmo assim consegui aproveitar para conhecer um pouquinho da cidade, como continuo a contar abaixo.


Booking.com


Veja abaixo um vídeo que fiz mostrando os lugares pelos quais consegui passar durante essa minha visita em NY!

como chegar em Manhattan do aeroporto JFK

Como chegar a Manhattan do aeroporto de JFK

Eu pesquisei e vi que havia várias possibilidades de chegar até Manhattan onde se localiza a maior parte dos pontos turísticos de NY, a partir do aeroporto JFK, entre táxi, ônibus, transfer agendado e uma combinação de airtrain + metrô. Nessa primeira vez optei pelo táxi mesmo. Existe um preço fixo cobrado pelos taxistas do aeroporto de JFK até a parte central de Manhattan que custa em média 60 dólares. Se eles passarem por um túnel, que é cobrado pedágio, aumenta para 65 dólares, sem contar a gorjeta que acabaria arredondando o preço para cerca de 70 dólares. Usamos o táxi na ida e na volta. Eu estava apenas com meu marido e achamos que saiu caro para ficar apenas por algumas horas na cidade, além de que havia muito trânsito, principalmente na volta para o aeroporto porque pegamos a hora do rush quando já era mais de 5 da tarde.

quinta avenida nova iorque

Optamos por ir para a Times Square e o trânsito até lá estava realmente terrível. Passamos de táxi pela Quinta Avenida antes de chegar até lá e o taxista nos deixou apenas alguns metros da Times Square.

como chegar a times square
A colorida e vibrante Times Square

Lá tivemos tempo para dar uma caminhada pela região, almoçar no The Fifties, conhecer algumas lojas como a famosa loja da M&Ms e ir até o Empire State Building, porém não deu tempo de subir até o topo. Realmente o tempo foi muito curto mas eu fiquei super feliz de ter conhecido um pouco de NY e mesmo passando o stress do trânsito, achei que valeu à pena. O problema de pegar o táxi no final da tarde é que os taxistas são super concorridos e vários deles, pelo que eu pude perceber não gostam de ir até o aeroporto neste horário, por isso tivemos alguma dificuldade de achar algum táxi, mas depois de várias tentativas achamos um que estava parado em frente a um hotel e ele aceitou nos levar de volta.

loja mms store ny

empire state building nova iorque

Voei pela companhia aérea American Airlines e não sei se em relação às malas o procedimento é o mesmo em outras companhias, no qual ao desembarcamos do primeiro voo devemos recolher as malas na esteira e despachá-las novamente. Para quem já tem o ticket de embarque do próximo voo, o procedimento é apenas esse e passar pela imigração e aí pode sair do aeroporto. Então na volta, não é necessário pegar a fila do check-in, apenas a do embarque, que estava bem longa, por sinal.

Como foi minha passagem pela alfândega/polícia federal

Eu achei muito tranquilo. Claro que já tinha o visto americano que havia tirado há alguns anos mas nunca havia utilizado e como seria a minha entrada no país, ainda mais sendo no dia 11 de setembro, estava esperando por diversas perguntas e um atendimento ríspido, o que aconteceu exatamente ao contrário. Me perguntaram apenas quanto tempo iria ficar nos EUA, respondi que tinha apenas uma conexão, perguntam qual seria o horário do próximo voo e qual o próximo destino e porque eu estava indo para lá. Respondi as perguntas e então tiraram uma foto de rosto, colheram as impressões digitais das duas mãos e pronto, já estava liberada a entrar no país. Realmente muito tranquilo e relativamente rápido. Apenas a fila que era um pouco longa mas acho que entre o momento que desembarquei do avião e saí do aeroporto perdi menos de 1 hora, considerando todas as etapas de esperar a mala, despachá-la novamente e passar pela alfândega.

Conexão de 12 horas em Nova Iorque durante a manhã e tarde

Nesse meu voo de volta para a Suíça a conexão em Nova Iorque, no Aeroporto JFK, era bem maior do que a primeira que contei acima. O avião desembarcou em NY às 5h40 da manha. Como a alfândega e polícia federal só começam a atender a partir das 6 da manha tivemos que esperar 20 minutos dentro do avião até poderem nos liberar. Meu próximo voo saindo de JFK para Zurique seria apenas às 18h05, ou seja, praticamente 12 horas de conexão.

Antes de chegarmos à alfândega, pegamos nossas malas e havia um funcionário da American Airlines para ajudar a despachá-las novamente. Basicamente apenas entregamos as malas para ele, pois já tínhamos os cartões de embarque do próximo voo. Diferentemente do nosso primeiro voo que contei no início desse post, onde tivemos que ir com as malas até um balcão de atendimento da American Airlines, imprimir um cartão de embarque e despachá-las novamente.

A passagem pela alfândega foi tranquila novamente, apenas as perguntas de praxe, a tirada das digitais e a foto.

Era antes das 7 da manha e já estávamos liberados. Então tínhamos o dia inteiro para aproveitar NY. Estávamos bem cansados mas descobrimos que os hotéis mais próximos do aeroporto ficavam a 15 minutos de lá e que cobrariam a diária mais taxas extras de tempo. Até mesmo os motéis que teoricamente seriam mais baratos, possuíam a diária com check-out ao meio dia e após isso seria feita uma cobrança adicional de horas que acabaria saindo bem caro. Então, desencanamos de descansar e fomos bater perna em NY.

Do aeroporto de JFK até a Quinta Avenida de airtrain e metrô

Dessa vez não estávamos a fim de gastar com táxi novamente e como tínhamos tempo resolvemos experimentar essa outra opção que eu já havia lido sobre e que seria muito mais em conta.

Funciona da seguinte forma. O airtrain é um trem que circula entre os terminais do aeroporto JFK e faz conexão com o metrô da cidade. Existe um ticket combo que inclui essa passagem do trem + o metrô por  US$ 7,50 dólares! É fácil, basta pegar o airtrain em direção à estação Jamaica (Jamaica Station).  Chegando lá basta fazer conexão com a linha E do metrô sentido Manhattan, porém antes de passar pela catraca é necessário um bilhete, que até então não havia sido comprado ou exigido. É assim mesmo. Logo no desembarque você vai ver diversas maquinas e filas de pessoas para comprar esses bilhetes. Como era a minha primeira vez eu tive que comprar um desses tickets combo chamado Metrocard que servem para airtrain + metrô e posteriormente pode ser recarregado nas próprias máquinas. Repetindo, esse Metrocard custou 7,50 dólares por pessoa. As máquinas aceitam notas, moedas e cartões.

Passamos pela catraca e seguimos as placas. Pegamos o metrô e descemos na estação Quinta Avenida. Foi tudo muito tranquilo e rápido. Todo o percurso durou cerca de 1 hora.

Observações:Por ser domingo o airtrain sentido Jamaica Station demorou um pouco para chegar ao aeroporto. Esperamos por cerca de 15 minutos. Mas de acordo com uma aeromoça da American Airlines, a qual também estava esperando e nos deu informação, normalmente em dias de semana o airtrain costuma vir mais rápido e frequentemente.

Na saída do Airtrain pro Metrô, passamos o MetroCard na catraca e ele não estava sendo lido. Passamos novamente e não percebemos que a máquina estava comendo alguns créditos. Esse foi um problema porque tivemos que voltar e colocar mais crédito no Metrocard. O ideal é já colocar mais crédito, caso algo desse tipo aconteça ou você pegue um metrô errado e precise trocar.

 Dicas conexao NY aeroporto JFK
A famosa Quinta Avenida em NY

O que visitamos em NY durante nossa conexão

Dessa vez tínhamos bastante tempo e resolvemos ir direto para a Quinta Avenida. Porém era domingo e nesse dia a maioria das lojas abrem apenas a partir das 11 da manha. Sem problemas, caminhamos até a Apple Store que é aberta 24h, conhecemos a loja e logo de frente do outro lado da rua, avistamos o Central Park. Claro que fomos lá dar uma volta e conhecer um dos símbolos da cidade e que já apareceu em cenas de diversos  filmes.

apple store nova iorque

apple store quinta avenida ny

central park nova iorque
Conhecendo o famoso Central Park em NY

central park nova iorque

Caminhamos bastante pela Quinta Avenida novamente e fomos também para a praça onde fica o Rockefeller Center, que foi o meu lugar favorito de NY neste mini-tour, apesar de não ter tido tempo de subir até o topo, o Top of the Rock que oferece uma das melhores vistas da cidade!

rockfeller center ny

entrada rockfeller center
Uma da entradas do Rockfeller Center

Rockfeller Center Plaza

Na Quinta Avenida passamos também pela St. Patrick’s Cathedral que é simplesmente incrível. Uma catedral em estilo neo-gótico em meio aos modernos prédios. Alguns dias antes o Papa havia passado por ali.

Catedral St-Patricks Nova Iorque

Desta vez conhecemos também a loja da Lego,que por sinal fica na Rockfeller Center Plaza a Magnólia Bakery que possui cupcakes divinos e acabamos indo parar na Times Square novamente.

Conseguimos aproveitar bastante nossa conexão e recomendo sim sair do aeroporto se você tiver uma conexão maior do que 6 horas. Recomendo muito usar o serviço de airtrain mais o metrô que é super prático e é realmente a forma mais econômica de chegar de Manhattan até o Aeroporto e vice-versa. Faça as contas, mesmo se você estiver em 4 pessoas, cada um pagando 7,50 dólares, ainda sim sai mais barato do que um táxi que não sai por menos de 65 dólares.

E claro que essa visita rápida por NY só serviu para aguçar minha vontade de voltar e ficar alguns dias conhecendo a cidade afinal faltou muito ainda a visitar e sempre há algo a se fazer por lá!

Interessado em mais stopovers pelo mundo? Olha que legal esse post aqui.

+ Dicas para planejar a sua viagem por NY

  • Como citei no início e durante o post, mesmo em caso de voos que façam apenas conexões de algumas horas em Nova Iorque é necessário ter o visto para os Estados Unidos.

 

 

  • Uma excelente dica para quem pretende utilizar serviço de internet no celular e também fazer e receber ligações para/do Brasil estando em Nova Iorque ou qualquer outra cidade dos EUA é adquirir um dos chips da America Net Mobile. Eu testei um durante a minha passagem por NY e achei super prático e barato.

 

  • Veja diversas opções de passeios pela Big Apple, compre com antecedência, economize e pule a fila na nossa parceria com o site GetyourGuide. Uma dica é comprar pelo menos os tickets dos observatórios do Empire State Building e Top of the Rock com antecedência evitando assim a fila e reservando a data desejada.

 

  • Se deseja alugar carro em Nova Iorque ou outra cidade dos EUA pesquise valores no site da Rental Cars.

 

  • Veja diversas opções de Hotéis e Hostels em Nova York e outras cidades dos EUA no Booking.com

Mais de Monique Bianchi

O Tratado Schengen e a necessidade de contratar um Seguro Viagem

Ultimamente andei reparando nas estatísticas do Blog que o Post que escrevi...
Leia Mais

47 Comments

  • Olá Monique, o máximo seu post, super objetivo e esclarecedor, estarei passando por lá no dia 15 de agosto, conexão de 12h e tudo o que eu precisava saber encontrei aqui, muitíssimo obrigado!!!!!!

  • Ola, viajarei de Orlando para o Rio de Janeiro e tenho uma escala de 24 horas no JFK, sabe me dizer se as cias aéreas oferecem uma diaria em hotel ou se eu posso sair e dormir em algum hotel por conta propria?

    • Oi Thiago, o que eu sei é que a cia aérea só se responsabiliza por estadia caso haja atrasos no voo e isso fica normamente por conta do turista. De qualqauer forma, você pode pesquisar e contatá-los para ver se existe alguma recomendaçao ou desconto. Abraços

  • Oii
    Amei o poste. Eu tenho essa conexão também, gostaria de saber em relação ao visto. Na parte de tirar o visto online, tem duas opções, apenas uma conexão ou vai ficar no Estados Unidos. Eu não sei o que marcar, porque ouvi dizer que tem um visto que não é permitido sair do aeroporto. E já o outro visto, pede endereço de onde vou me hospedar. Qual você aplicou?

  • Puxaaa que legal …
    Tenho uma conexão também em NY de 6 horas …
    Fiquei pensando em sair para dar uma volta … mas pensei em ter que despachar malas novamente e passar pela imigração novamente
    vou voltar de American Airlines estou mega na duvida srsrs

  • Oi Monique! Estou indo para a Nova Zelândia e vou passar por NY, numa conexão de 10h. Minha dúvida é se despachou a mala antes de passar na alfândega e se precisou pesar a mala de mão quando retornou ao aeroporto para o embarque. Não sei se pode me ajudar nesta outra dúvida, mas vou passar em LA depois e não sei se tenho que despachar a mala novamente. Obrigada adorei seu post e me ajudou muito já!! Bjs

    • Oi Ingris desculpe pela demora
      Talvez ja tenha ido viajar mas o que eu sei é que aparentemente há uma regra nos EUA em que a smalas precisam ser despachadas novamente pelos passageiros nas conexões. Só me lembro de tirar a mala de uma esteira e recolocar em outra. Sem pesar. Divida com a gente sua experiencia caso ja tenha ido. Abraços

  • Ola Monique, geralemente turismo ele carimbam a data de entrada e de caneta escrevem a data de saída. Por essas informações sabemos quantos meses foram concedidos de permanencia. Tem como verificar quanto tempo lhes deram?
    Caso tenha carimbado apenas data de entrada, e nao estipularam o da saída, quer dizer que esqueceram de avisar sobre o prazo de permanencia.

  • Seu post é bem interessante e me ajudou muito, contudo, fiquei com uma duvida:
    Encontrei um voo com escala em NY, mas, com troca de aeroporto (nem sabia que era possível), você saberia me dizer se preciso retirar as malas do aeroporto Aeroporto Internacional John F. Kennedy e levar para o Aeroporto Internacional de Newark para ser despachada?
    Minha ideia era passear um pouco por lá durante as horas de espera, se eu tiver que levar as malas nessa troca de aeroporto complica um pouco.
    Obrigada

  • Olá meu nome é Telma viajo com destino a Paris dia 03/08 vou visitar um amigo , comprei as passagens com conexão em Nova York sendo que a primeira é de 13 hs
    Como é a minha primeira viagem com conexão tão longa,nem sei o que fazer direito porque vou sozinha,não falo inglês entendo um pouco ,você acha que vou ter muita dificuldade por lá ?
    Comprei porque algumas amigas me disseram que encontrarei muitos brasileiros no aeroporto ,será ?

    • Oi Telma, tudo bem? Primeiramente, você tem o visto americano né? Mesmo que seja conexão vc tem que ter o visto para passar pelo pais. Segundamente, acho arriscado sair sozinha do aeroporto se você realmente não fala inglês. Se você se vira, entende e consegue se comunicar basicamente, fica mais fácil. Nesse caso recomendaria pegar um taxi para ir pra Manhattan do que usar o transporte publico, o que pode ser mais pratico e simples mas vc tem que saber pedir para onde quer ir, como Times Square, por exemplo. Brasileiros sempre tem em qualquer lugar mas não recomendo ficar na expectativa porque vc pode perder tempo. Talvez o ideal realmente seja passar pela imigração e ja sair em direção ao centro para fazer o seu passeio. Abraços e boa viagem

    • Oi Lorena, sim, sim, falava inglês. Acho que complica um pouco porque você tem que entender bem o que o pessoal da imigraçao está te perguntando e responder também de uma forma clara. Se tiver muitas dificuldades no inglês acho que vale à pena treinar pelo menos o básico para se sentir mais segura e para conseguir superar essa parte que ultimamente deve estar mais chata né.

  • Oi Monique!
    Simplismente amei seu post sobre o dia em NYC, em breve irei para Europa, e o meu voo fará 19h de conexão em NY, estava tentando um stopover, mas ao custo de $600 dólares o casal ficou inviável. Eu ja estive em NY em outras oportunidades, e queria que meu marido aproveitasse também. Como faz 10 anos desde a ultima vez que visitei, muita coisa mudou e nunca saí do aeroporto JFK indo para Manhattan. Enfim, vou aproveitar o melhor de NY sem malas, e ao custo baixíssimo via suas dicas… Quando eu voltar farei um post aqui contando como foi.

  • Oi! Obrigada pelo post…super claro e bem escrito! Deu pra tirar várias dúvidas…mas fiquei com apenas uma: a minha companhia aerea, American Airlines, me solicita um endereço temporario no eua, pois vou ficar 13H50 (na ida para a europa) e 9h(volta para o Brasil) em NY. Vou sair do aeroporto apenas para passear. O que você colocou quando perguntaram? Comprei as passagens há 1 hora e ainda não recebi a confirmaçao…acho que por ainda faltar esse endereço temporario. Obrigada já de adianto! 🙂

  • Monique adorei seu post!!! Minha dúvida é se nessa parada em NY poderei despachar uma nova mala de compras? Afinal é difícil estar em NY e não cair na tentação do consumo!!! Vou pela American com destino final Paris , e incrível eles não souberam me responder!

  • Monique adorei seu post!!! Minha dúvida é se nessa parada em NY poderei despachar uma nova mala de compras? Vou pela American com destino final Paris , e incrível eles não souberam me responder!

    • Oi Milene, me desulpe a demora, mas estava de férias e só agora vi teu comentário. Difícil dizer se nem mesmo a cia aérea soube te responder mas acho que de repente, se vc pagar algo extra consiga sim despachar uma outra mala. Comigo, assim que desembarcamos podíamos já despachar as malas novamente, mesmo com o voo saindo apenas a 12 horas depois… Conta pra gente se descobrir o que fazer! Abraços

  • ola tenho uma duvida parecida com a de um usuario anterior.
    vc falou para o oficial que voce estava apenas em uma conexao e ele te deu um carimbo escrito B1/B2.
    gostaria de saber se sua permanencia autorizada foi de seis meses. vc disse ter visto apenas o escrito B1 B2, mas provavelmente bem pequeno e meio apagado deve ter proximo a esse carimbo a data limite de saida do pais, pois foi assim que foi carimbado meu passaporte nas duas vezes que visitei os eua. Vc poderia olhar isso pra mim? Obrigado.

  • Ola!!! Adorei teu post, parabéns!!!! Pensando em fazer o mesmo, mudando a procura de passagens kkkk, qual o tempo mais ou menos entre o aeroporto e a quinta avenida? Obrigada!!!!

  • Olá, tenho uma pergunta.

    Só o visto de turista é necessário para ficar um dia nos EUA? Ou é necessário o visto de trânsito também??

    Obrigada

    ps. Amei o post, pretendo fazer a mesma coisa, obrigada pelas dicas!!

  • Oi tudo bom, eu vi que viajou pela AA e na conexão teve que re despachar as malas, vou fazer uma conexão de Washington para Montreal de 50 minutos no JFK, é muito pouco tempo. Quando tem que re despachar eles avisam ok?
    obrigado

  • Oi Monique , adorei o seu blo e o post ! Estava pensando em fazer a mesma coisa que você fez , pegar um voo com uma conexão mais longa que passe em NY para aproveitar a cidade! E eu gostaria de tirar uma duvida em relação a isso , o meu pai uma vez na Argentina saiu para passear durante uma conexão e ao voltar ao aeroporto cobraram uma taxa de embarque nova ( do aeroporto local) , você passou por algo parecido? Cobraram uma nova taxa de embarque ? Ou cobraram algum valor extra, pelo visto de trânsito e etc??

  • Olá Monique,

    Obrigado pela resposta!

    Estou com outra dúvida, quando você desembarcou em NY o que você fez com as malas? Tem lockers lá? ou você despachou na cia. área?

    Você percebeu se tinha muitos brasileiros fazendo o mesmo trecho? Europa via Estados Unidos?

    Estou adorando ler o seu blog!

    Obrigado pela ajuda.

    • Oi Fabio, eu despachei as malas de novo pela American Airlines pq meu voo era apenas uma conexao por NY então nem tive problema, foi so pegar a mala e despachar de novo mas acredito que há lockers sim!

      Havia sim muitos brasileiros no voo, inclusive até encontrei uma amiga por coincidência haha no assento da frente! Abraços e obrigado apelo elogio ao blog!

  • Oi Monique! Excelentes dicas! Terei uma conexão de quase 13hrs e pretendo seguir teu itinerário..
    Estou com umas dúvidas um tanto quanto simplórias..
    Poderia detalhar sobre a volta para o JFK de trem?
    É o sentido inverso (claro), mas li em algum blog que a pessoa teve dificuldade em encontrar o trem e comprar o ticket – ainda mais por ser fim de tarde e hora do rusk, com um super movimento..
    E, em relação ao ticket Metrocard, dá para comprá-lo já com o valor para a passagem de volta?
    Obrigado!

  • Olá Monique,
    Que legal encontrar este post, pois estou indo à Paris em agosto, e a passagem mais barata é pela American Airlines. Na volta, pretendo passar alguns dias em Nova York.

    Pelo visto a imigração de transito foi tranquila né? Porém, durante o processo de imigração (ida) devo informar que irie ficar alguns dias em Nova York na volta?

    Já tenho o visto B1/B2 (tirei este ano) e fico com dúvidas, se não era melhor ir direto pra Europa e evitar de passar pela imigração americana.

    • Oi Fabio, sim, realmente a imigração foi bem tranquila, tanto na ida como na volta, considerando que cheguei là bem no dia 11 de setembro,hehe. Mas eu estava fazendo apenas conexão mesmo, não sei se no teu caso haveria algum problema, creio que não, se vc estiver com passaporte e visto tudo certinho, passagem de volta comprada, comprovante de hotel em que ficarà, está tudo certo! Eles encanam quando vc não tem provas de que sair do pais, tipo qdo vai ficar na casa de amigos ou não tem passagem de volta marcada. Beijos

  • Amei esse post, me ajudou mt! Tenho uma pergunta, quando vc foi o seu visto estava em um passaporte antigo ou no valido? Porque o meu visto que é ate 2021 esta no vencido e eu fiz um outro passaporte agr… Andei lendo que é so apresentar os dois passaportes, mas ainda assim estou com medo por nao ter certeza. Desde já obg, bjs.

  • Monique, ótimo post. Apenas uma dúvida: quando você disse que iria apenas fazer conexão em NYC, como que eles carimbaram o seu passaporte? Uma amiga disse que uma vez carimbaram 6 meses, mas quando eu fiz uma conexão em Dublin eles carimbaram um visto de trânsito. Me tira essa dúvida? Muito obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *