Dicas para organizar a sua Viagem pela Europa

como organizar uma viagem pela europa

Artigo atualizado 13.12.2015

Tem dúvidas de como montar uma viagem pela Europa? Então você chegou ao lugar certo! Baseada em minha experiência morando por aqui  (na Suíça) desde 2014 e devido a outras eurotrips que realizei, montei esse artigo com várias dicas para facilitar seu planejamento.  Sempre recebo emails com dívidas e me comprometi a atualizar esse post frequentemente para deixá-lo cada vez mais informativo.

Organizar uma Viagem pela Europa por conta própria depende de diversos fatores, como a definição de que estilo de viagem você pretende fazer. Algo mais econômico como um mochilão, uma viagem família que prioriza conforto e boa hospedagem ou um meio termo entre essas opções?

Essa, na minha opinião, é uma das primeiras perguntas que você deve fazer a si mesmo, pois a resposta irá nortear todas as suas escolhas e planejamento de uma Viagem pela Europa. (Decidiu viajar sozinho? Olha aqui algumas dicas que escrevi depois de viajar sozinha por Amsterdam.)

como planejar viagem a europa

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Ok, agora é hora de prestar atenção em alguns passos importantes!

1-Checar Passaporte e Vistos

Para viajar para e pela Europa é necessário ter um passaporte válido por mais de 6 meses.

Ainda não tem seu passaporte? Leia aqui todos os passos e documentos necessários para fazer esse documento.

Se você for viajar e a data de expiração de seu passaporte estiver para vencer dentro do período de sua viagem, o ideal é solicitar a renovação, pois alguns países podem encrencar e não aceitar o documento quando vêem que está próximo do vencimento.

Em relação a vistos, uma grande parte dos países da Europa faz parte da Área Schengen, um acordo que permite livre circulação, sem a necessidade de visto, para e entre esses países num período de até 90 dias destinado a turismo.

Os 25 países pertencentes a área Schengen são: Áustria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Hungria,Alemanha, Grécia, Holanda, Islândia, Itália, Latvia, Lithuania, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Eslovakia,Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça. Embora alguns países como a Croácia não estejam nessa lista, o período permitido para turismo é o mesmo de 90 dias, mas em todo caso o ideal é checar com o consulado de cada pais.

São atualmente 27 países europeus que não solicitam visto de entrada para turistas brasileiros e isso facilita e muito uma viagem pelo continente antigo, principalmente as viagens de trem que acabam por ser populares e uma excelente ideia de explorar vários países em uma viagem.

Outro documento que recomendo checar é o Certificado Internacional da Vacina Amarela. Teoricamente a Europa nao exige esse documento, mas me lembro que quando fui viajar para a Turquia alguns sites diziam que precisava, outros diziam que não. Na dúvida tomei a vacina e durante 10 anos não preciso ficar pensando que país exige ou não o documento que está sempre comigo.

2-Pesquisar passagens aéreas

Esse é um passo super importante. Muita gente adia planos de viajar para o exterior e para a Europa por acreditar que os preços de passagens aéreas são sempre altos.

Atualmente devido à Internet temos uma ampla gama de ferramentas disponíveis para nos informar e pesquisar preços de passagens aéreas, além de promoções que sempre rolam e então o famoso sonho de viajar pela Europa acaba sendo bem acessível.

A maioria das companhias aéreas parcelam os valores da passagem no cartão de crédito. Além disso, existem alguns truques para sempre saber das melhores tarifas. Um deles é fazer a pesquisa com antecedência e criar alertas de preço para receber por um tempo e ser avisado quando o preço baixar. Eu normalmente começo a pesquisar as passagens com 6 meses de antecedência, e aì vou acompanhando os alertas, quando vejo que o preço caiu fecho a compra.

Abaixo coloco alguns dos principais sites que utilizo para pesquisar valores, fazer alertas de preços e comprar as passagens aéreas:

Para pesquisar preços e fazer alertas de valores:

.Google Flights – é uma plataforma do Google onde é possível fazer pesquisa de voos, inclusive multicidades. Mostra por data os voos de companhias aéreas disponíveis e valores. É possível gravar o trajeto desejado e receber por email alertas quando o preço baixar ou aumentar. Uma das maiores vantagens que vejo nesse site é o gráfico com preços por datas, o que permite ter uma ideia de onde e quando estão os voos mais baratos, conforme abaixo. Mas geralmente eu apenas pesquiso os valores nesse site e depois vou diretamente nos sites das companhias aéreas. Fazendo isso, consegui encontrar melhores preços.

como comprar passagens aéreas baratas

.Skyscanner: Outro site que sempre utilizo para pesquisar preços de passagens e funciona no mesmo esquema do Google Flights.

.Expedia: Esse site é um dos que utilizo menos, mas serve para comparar preços quando está difícil de encontrar boas tarifas. Na dúvida, faço uma busca por là também.

Existem outros que eu pessoalmente não uso como Decolar.com, Submarino, porque sempre cobram uma taxa de serviço encarecendo os valores, mas você pode utilizar apenas para pesquisas.

Sites de companhias aéreas lowcost

Além disso, para voos internos na Europa é particularmente útil pesquisar nos sites das companhias aéreas lowcost como Ryanair e Easyjet. Você também pode usar o Skyscanner e o site Momondo para fazer a pesquisa e conseguir preços incrivelmente baixos.

Para encontrar promoções de passagens aéreas

Sem dúvidas o site certo é o Melhores Destinos. Diariamente eles postam promoções de passagens aéreas nacionais e internacionais que fazem qualquer um querer largar o emprego e viver viajando. Jà vi passagem muito mas muito barata mesmo, então a dica é se cadastre là no site, siga todas as redes sociais e prepare o cartão de crédito.

Sites de companhias aéreas

Normalmente eu utilizo os sites acima apenas para pesquisa de valores e cadastro de alertas de preço mas acabo fechando a compra diretamente no site da companhia aérea, por 2 motivos. O primeiro é para evitar taxas de serviço, afinal esses sites não existem à toa ( exceto o google flights e skyscanner que direcionam diretamente para o site de cada cia aérea) e segundo porque posso parcelar os valores no cartão de crédito e tenho maior controle sobre o acúmulo de milhas.

Algumas das cias aéreas mais conhecidas que voam para a Europa: Air France, KLM, Iberia, Lufthansa,SwissAirlines, Emirates, Tap Portugal, Alitalia, British Airways.

Dica! Jà aconteceu comigo de no momento de uma compra de passagem pelo site da companhia aérea não estar disponível a opção de parcelamento no cartão de crédito, então liguei na central de atendimento e consegui fazer a compra pelo mesmo valor e parcelando em até 5x..

Stopover – paradas estratégicas

Uma das possibilidades ao comprar bilhetes aéreos é aproveitar a conexão que jà existe no trecho em que voar.  Por exemplo, eu,quando viajei para a Grécia, voei de Alitalia com conexão em Roma e então aproveitei para ficar por lá 4 dias, pois não conhecia a cidade e só depois fui para Atenas, sem ter nenhuma alteração no valor da passagem. Para isso, utilize a pesquisa multicidades ou multitrechos destes sites.

3-Montar o Roteiro

O itinerário de uma viagem pela Europa é o que causa mais dúvidas, afinal são muitas as opções!

Bom, em primeiro lugar defina quanto tempo terá para a viagem, 10,15,20, 30 dias?

Eu indico montar uma planilha no Excel, que ajuda a facilitar bastante o planejamento da viagem ou então você pode baixar aplicativos como o MyTrip, Tripit, Plnnr e o Tripomatic diretamente em seu smartphone.

Defina os países e as cidades que pretende visitar e quantos dicas pretende ficar em cada uma delas. Para isso, pesquise bastante sobre as atrações que pretende ir. Os Blogs de viagem são excelentes e ótimos aliados nesse momento, pois você vai conseguir saber se deve ficar apenas um dia em tal cidade ou se ela merece mais tempo devido a todas as atrações turísticas que pretende visitar.

Se vier à Suíça por exemplo leia todos meus artigos aqui ou fale comigo. Como moro no país acabo sabendo melhor como montar um roteiro, por exemplo, e o que vale ou não à pena.

Para se inspirar pelas possibilidades de passeios pela Europa, verifique aqui uma lista dos mais populares por diversos países.

.Reserve e compre seus passeios pela Europa com antecedência para economizar e pular fila.

 

dicas planejar viagem a europa

 

O que ando utilizando bastante é o Instagram! Coloco a hashtag da cidade ou local que pretendo visitar e vejo fotos aleatórias de pessoas que já estiveram por lá, assim consigo inspiração de lugares próximos a visitar. Outra Rede Social que também tem me inspirado bastante e tem feito minha lista de destinos a visitar crescer é o Trover. Lá as fotos são geolocalizadas e então ao pesquisar fotos de viagem de um determinado local você acaba vendo o que há pelos arredores!

E assim o roteiro vai se desenrolando. Aconselho dar uma olhada no mapa e verificar a logística entre cada local, porque assim talvez você consiga incluir no seu plano alguma cidade que não havia pensado antes.

4- Pesquisar e definir a Logística

Aluguel de carro e viagem de trem pela Europa

Uma viagem pela Europa pode ser feita de diversas maneiras. Você pode escolher ou combinar diversas formas de transporte, dependendo do seu destino. No meu caso por exemplo, ao visitar a Grécia e a Croácia, optei por combinar voos, aluguel de carro e ferry boats.

Leia aqui um artigo com dicas para alugar um carro online com os melhores preços

Agora que estou morando na Suíça ando utilizando muito o carro, ou às vezes até moto, para viajar a lugares próximos, pois as distâncias são curtas, as paisagens são estonteantes e acaba saindo bem em conta. Inclusive, escrevi um post com 6 motivos que você deveria considerar para viajar de carro pela Suìça e Tudo o que você precisa saber para viajar pelo país.

Agora, uma excelente opção a ser considerada são os tickets de trem da RailEurope, que permitem escolher vários destinos e utilizar o serviço de trem pela Europa dentro de um período específico de um mês ou mais. Certamente se a sua ideia é conhecer mais lugares em menos tempo é uma excelente escolha, até porque alguns dos trens são de alta velocidade e em outros é possível pernoitar, evitando assim pagar uma noite de estadia seja em hotel ou hostel. Viajar de trem pela Europa certamente é uma das melhores formas de fazer sua eurotrip!

Leia aqui meu artigo com todas as informações e dicas para planejar uma viagem pela Europa. Saiba os tipos de bilhetes e a diferença entre eles.

Na Suíça, por exemplo, que querendo ou não é um país caro, a compra de um desses tickets de trem chamado de Swiss Pass acaba valendo bem à pena e pode garantir uma boa economia, pois o passe garante acesso livre à rede de transporte do país e assim é possível conhecer muitos lugares aproveitando ao máximo a qualidade e pontualidade do sistema de transporte suíço. Comprar os bilhetes por trecho separadamente quase sempre sai muito mais caro, porque os preços aqui na Suíça são realmente bem estratosféricos comparando com outros países então realmente vale dar uma olhada nesse bilhete Swiss Travel Pass. Leia aqui tudo sobre o Swisspass, tipos de bilhete, como utilizar e saiba os benefícios extras desse passe.

Acesse o site oficial em português para mais detalhes de passes de trem na Europa em geral ou clique na imagem abaixo.

http://www1.belboon.de/adtracking/03823509229a02b984003f26.html
passes de trem pela Europa com a RailEurope

Voos internos na Europa com cias aéreas low cost

Algumas vezes os preços de passagens aéreas entre diversos trechos saem mais baratos do que os bilhetes de trem!

A RyanAir  e a EasyJet são bem famosas na Europa pelos baixos preços, vale à pena dar uma pesquisada! Além dos sites das próprias companhias, dê uma olhada também no Momondo que é um comparador de preços de passagens aéreas.

Viajar de ônibus pela Europa a preços baixos

Apesar de ainda nao ter testado essa opção, jà ouvi falar bem e os pre4os costumam ser muito bons. Verifique o site da Eurolines e faça uma pesquisa.

5-Escolher a hospedagem

Montado o Roteiro chegou a hora de escolher onde irá dormir! A melhor forma é pesquisar preços e opções de hospedagem online. Veja aqui um artigo que escrevi falando sobre isso, com dicas de onde fazer sua pesquisa.

Abaixo indico os sites que sempre utilizo:

Para pesquisa de Hotéis e Hostels

Booking.com é o principal site que utilizo devido a vários motivos. É um dos sites que mais mostra opções de hospedagem no mundo todo, tem uma versão do site traduzida para português e você pode usar a versão web ou baixar o aplicativo para o celular. É possível encontrar hotéis, hostels, pousadas e até apartamentos e você escolhe através de filtros valores que pretende pagar, quantidade de recomendações e nota de avaliação de outros hóspedes. Saiba mais aqui.

Aqui separei alguns links de hotéis mais cotados no Booking.com nas principais cidades europeias:

Hoteis Populares e Recomendados em Amsterdam

Hoteis Populares e Recomendados em Barcelona

Hoteis Populares e Recomendados em Berlim

Hoteis Populares e Recomendados em Bruxelas

Hoteis Populares e Recomendados em Budapeste

Hoteis Populares e Recomendados em Estocolmo

Hoteis Populares e Recomendados em Florença

Hoteis Populares e Recomendados em Lisboa

Hoteis Populares e Recomendados em Londres

Hoteis Populares e Recomendados em Madrid

Hoteis Populares e Recomendados em Milao

Hoteis Populares e Recomendados em Paris

Hoteis Populares e Recomendados em Praga

Hoteis Populares e Recomendados em Roma

Hoteis Populares e Recomendados em Sao Pertesburgo

Hoteis Populares e Recomendados em Veneza

Hoteis Populares e Recomendados em Viena

Hoteis Populares e Recomendados em Zurique

Se você procura especificamente apenas Hostels indico o site HostelWorld, o melhor que encontrei para reserva de camas ou quartos privativos em albergues.

Tanto o Booking.com quanto o Hostelworld mostram avaliações e comentários de usuários reais que se hospedaram nos locais, mas uma dica é checar também no TripAdvisor.
Sempre leia as resenhas antes de reservar um hotel ou hostel! É muito importante saber a opinião das outras pessoas e evitar cair em furadas.

Em relação a estadia de baixo custo dê uma olhada no site CouchSurfing. Se ainda não conhece se trata de uma comunidade onde os viajantes recebem outros viajantes de graça em sua casa! Conheço muitas pessoas que já utilizaram e aprovaram a ideia!

Outro site, criado por um brasileiro inclusive, é o Worldpackers que oferece estadia em troca de trabalho em Hostels! A ideia é demais e funciona super bem! Conheço alguns blogueiros que fazem uso!
Guarde em seu email todos os comprovantes de reserva de estadia!

dicas europa

Alguns outros fatos importantes para planejar uma viagem ao continente antigo são:

6-Contratar um Seguro Viagem/Assistência médica

Parece conselho de mãe mas na verdade contratar um Seguro Viagem/Assistência saúde no exterior é uma das coisas mais importantes a se fazer antes de ir viajar. E não tem a ver apenas com acidentes, mas sim com o fato de precisar passar ao médico por qualquer motivo que seja. Fazer isso em outro país causa uma grande dor de cabeça e pode custar muito caro também. Ou seja, o investimento com um Seguro Saúde é considerado relativamente baixo comparado a valores de consultas básicos cobrados na maioria dos países. Eu mesma já contei aqui no Blog o caso que tive de utilizar os serviços do seguro saúde em um hospital em Istambul devido a uma crise de gastrite e infecção alimentar, uma das ocorrências mais comuns em viagens por sinal. Além disso, um Seguro Viagem pode minimizar os impactos financeiros caso seja necessário cancelar uma viagem já planejada, interrompê-la ou adiá-la, além é claro da cobertura de despesas médicas e possíveis emergências, conforme expliquei aqui nesse post, uma das exigências dos países da Área Schengen é o Seguro Saúde!

Um Seguro Viagem/Assistência Médica também pode te auxiliar com problemas relacionados à perda ou extravio de bagagem.
Nós aqui do Blog indicamos o Mondial Seguros, no qual você pode comprar com desconto de 15%. Clique aqui e saiba mais.

Outra opção é utilizar o Comparador de Preços de Seguro de Viagem de diversas empresas, a Real Seguros. Você pesquisa, compara e escolhe a melhor cobertura para a sua viagem com o melhor preço e ainda garante um suporte diferenciado e consultoria. Faça aqui sua cotaçao.

Ao adquirir o seu Seguro Viagem cheque todas as informações e o tipo de cobertura. Leia as informações básicas para entrar em contato com o seguro antes de embarcar, pois caso necessite ativá-lo já saberá o procedimento a realizar, economizando tempo.

7-Definir quanto deseja gastar e como levar o dinheiro

Você precisa ter uma média de quanto dinheiro pode gastar. Em relação a passagem aérea e seguro viagem, você pode pagar no cartão de credito, mas planeje-se para saber quanto dinheiro em espécie terá para os gastos durante a viagem. Como hoje em dia ninguém vive sem o smartphone uma boa ideia é baixar aplicativos que auxiliam nessa tarefa de planejar e controlar os gastos na viagem como o Expensify, Travel Budget e o Travel Pocket.

Escrevi esses dias um texto que fala que é possível viajar bastante e de forma econômica. Dê uma olhada aqui e se inspire!

Além disso, verifique as opções para levar esse dinheiro com você.  Eu já utilizei bastante aqueles cartões Visa Travel Money  que você coloca seu dinheiro e funciona como um cartão de débito no exterior mas parece que agora o IOF está prejudicando o seu uso com altas taxas. Uma pena, pois sempre achei uma opção super prática assim não precisava levar todo o dinheiro em espécie comigo. Não tinha perigo de ser roubada ou perder a grana e mesmo que perdesse o cartão, através do site ou central de atendimento conseguia acesso novamente. Bom, nesse caso, talvez valha à pena fazer um apenas por segurança, colocar uma quantia básica de 100 euros por exemplo para quem vai à Europa. Em qualquer necessidade de dinheiro durante a viagem você pode telefonar à central de atendimento e fazer a transferência do seu banco direto pro cartão ou pedir para alguém de confiança fazer. Esse benefício pelo menos ainda é válido e eu acho que vale bem à pena, mais por segurança mesmo.

Sobre trocar dinheiro fique de olho no câmbio e pesquise em diferentes casas de câmbio, pois sempre há uma diferença nas taxas e valores. Uma dica é ir comprando moeda aos poucos assim minimiza a possibilidade de comprar uma grande quantia quando o câmbio estiver alto. Por exemplo, normalmente eu compro de 1 a 2 meses antes da viagem. Vou acompanhando o câmbio e quando dá uma abaixada compro um pouco e espero até abaixar novamente.

Sobre levar dinheiro consigo, nunca NUNCA mesmo ponha esse dinheiro na mala que será despachada. Esse é um erro grave porque sabemos que infelizmente nossa bagagem nunca está segura, fora o fato de que ela pode ser extraviada.

Eu sempre utilizo um moneybelt, aqueles cintos internos com bolso para dinheiro. Não é a coisa mais prática do mundo mas pelo menos me sinto um pouco mais segura. Além  disso, também sempre habilito meu cartão de crédito internacional para uso no exterior e o de débito também por mais segurança apesar de que pelas taxas não valha muito à pena utilizar mas é sempre bom ter uma alternativa a mais!

8-Escolher a mala e cuidados com a Bagagem

Fique de olho na quantidade de bagagem permitida para o embarque. Normalmente em uma viagem pela Europa, em classe econômica, é possível despachar uma mala de 23kg e levar outra a bordo de 7 a 12kg. Se for viajar no verão fica mais tranquilo de estar dentro do peso afinal as roupas são mais leves. Agora se for viajar no inverno tem que tomar cuidado para não pagar taxas extras de bagagem. Existem algumas balanças caseiras que permitem pesar a mala evitando assim stress na fila de embarque.

Eu, na minha ultima viagem que fiz do Brasil a Europa, utilizei apenas uma mala pequena para 30 dias de viagem! Parece loucura, mas funcionou super bem pra mim, por vários motivos! Primeiro porque queria evitar o stress da mala ser extraviada já que possuía conexão no voo e iria ficar pouco tempo na primeira cidade. E segundo porque viajar leve é sempre mais legal, você sai do avião já com a sua mala e não precisa ficar na esteira esperando.

Agora se você acha que é impossível viajar com uma mala pequena e vai despachar, uma dica essencial é utilizar um lacre que proteja a sua mala contra o chamado golpe da cesárea, evitando assim que sua mala seja aberta e pertences de valor sejam roubados ou algo pior, que alguém coloque algo na sua mala como drogas. Eu já usei e indico os lacres de segurança da SealBag, porque você consegue identificar ainda no aeroporto se houve violação de mala e assim fazer sua reclamação diretamente.

Outro ponto é ver o que funciona melhor pra você. Se pretende utilizar mochilão, pesquise e compre um de boa qualidade que não sobrecarregue as suas costas e faça um teste antes para ver se consegue caminhar com ele. Eu por exemplo, acho super prático, mas até hoje não consegui me dar muito bem com algum mochilao que não me causasse dores nas costas. Nesse caso optei pelas malas de rodinha 360 graus que são super praticas também.

9-Aprender palavras básicas do Idioma

Embora na maioria dos países europeus mais visitados as pessoas falem inglês, há exceções como Paris, em que saber o básico do francês abre portas e ajuda ao buscar informações, pelo menos. O ideal é se planejar antes da viagem e aprender algumas palavras e frases básicas na língua do pais que vá visitar principalmente se você quiser fazer amizades porque soa muito mais simpático alguém tentando se comunicar usando algumas palavras básicas do idioma local ao invés de jà chegar falando em inglês. Isso me ajudou bastante na Grécia, Croàcia e Turquia!

Compre um pequeno dicionário ou utilize o famoso app Google Translate!

10-Se planejar com os horários de cada país

Cheque os horários dos países em que vai visitar: Basicamente a Europa apresenta três zonas de tempo diferentes:

Greenwich Mean Time (GMT) inclui a Grã Bretanha, Islândia , Irlanda e Portugal
Central European Time (CET) – GMT+1 hour – Áustria, Bélgica, Croácia, Republica Tcheca, Dinamarca,França, Alemanha, Holanda, Hungria, Itália, Luxemburgo, Malta, Mônaco, Noruega, Polônia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha,Suécia e Suíça
Eastern European Time (EET) – GMT+2 hour – Bulgária, Chipre, Estônia, Finlândia, Grécia, Latvia, Lithuania,Romênia, Turquia e Ucrânia..

O ideal é trocar o horário em seu relógio assim que desembarcar em cada país, evitando assim erros de planejamento. Se bem que hoje em dia os smartphones já fazem esse trabalho sozinhos.

11-Trocar Moeda

Os países que fazem parte da União Europeia utilizam o euro, mas alguns como a Croácia que foi adicionada recentemente à UE ainda usa sua antiga moeda chamada kuna. A Suíça é um exemplo de país que está fora da UE e a moeda utilizada é o franco suíço.

Cheque a moeda utilizada em cada país antes de viajar, para já se planejar e lembrar de trocar moeda. Como disse anteriormente eu sempre procuro ir trocando aos poucos, de 1 a 2 meses antes da viagem e vou checando o câmbio além de fazer uma pesquisa em casas de câmbio diferentes.

Você pode baixar alguns apps em seu smartphone para ajudar na conversão de moedas

12-Pesquisar sobre o Clima

É importante também se informar a respeito do clima de cada país na época que vai visità-lo assim pode organizar a mala e se antecipar a um inverno rigoroso por exemplo. Claro que tudo depende das atividades que pretende fazer!

Na Europa a alta temporada começa no final de maio e vai até a primeira ou segunda semana de agosto. É o Verao europeu e destinos de praia bombam como Croácia, Grécia, ilhas como Ibiza e Sicília.

13-Nao esqueça dos Carregadores e Adaptores

Quer drama maior em pleno século XXI do que se ver sem um adaptador para conseguir carregar os seus gadgets como o telefone celular? Uma dica é comprar um adaptador universal que pode ser encontrado antes mesmo de embarcar, em lojas no aeroporto.
Cuidado também ao carregar produtos que não sejam bivolt pois a maioria dos países na Europa utiliza a voltagem de 220V. As exceções são a Grã Bretanha, Irlanda do Norte e Chipre que utilizam 240V.

Quanto a smartphones e câmeras há diversas opções de carregadores portáteis daqueles que você carrega normalmente na tomada e depois usa para carregar os aparelhos. Super prático e indispensável em viagens onde dependemos muito da câmera e smartphone para compartilhar momentos e buscar informações na internet.

14-Esteja ciente dos Feriados públicos

Cheque se na data em que vai viajar não é feriado público no país ou cidade específica, o que pode causar interferências em seus roteiros, já que as atrações turísticas de alguns países fecham nesses dias. Mas há também um lado positivo onde algum feriado e festa popular poderia acrescentar ao seu roteiro uma dose extra de cultura local.

15-Esteja atento e tome algumas Medidas de segurança

Em geral viajar pela Europa é bem seguro, mas é preciso estar atento a casos de pickpocketing que é quando alguém rouba dinheiros ou objetos de valor de seus bolsos e bolsas sem que você perceba. Em alguns países como Paris é bem comum acontecer, em lugares muito lotados como estações de trem.

Uma dica é carregar o dinheiro em mais de um lugar utilizando um “money belt`o qual você utiliza por baixo da roupa. Faça cópias por segurança de seu passaporte, cartões de credito e outros documentos e deixe em seu email para o caso de perda ou extravio, irá facilitar bastante o processo.

Pode parecer complicado, mas não, organizar a sua viagem para a Europa é extremamente prazeroso e vai valer à pena cada minuto perdido! E você, o que achou das dicas? Acrescentaria algo?

Acesse também o site Visit Europe que sempre posta dicas úteis e informações atuais sobre atrações na Europa.

Cadastre seu Email e receba artigos como esse ( de forma gratuita e sem SPAM)

Mais Dicas para te ajudar a planejar a sua viagem pela  Europa

Para comprar tickets de museus e diversas atrações na Europa com antecedência e ainda pular a fila sugerimos a Ticketbar.

Se você procura por excursoes, passeios personalizados e transfers acesse o site Viator.

Para pesquisar valores de aluguel de carro na Itália e toda e Europa indicamos os seguintes sites: Rentalcars e Rentcars. 

Aqui no Blog temos duas parcerias que podem te ajudar a economizar ao adquirir um Seguro Saúde. A primeira é comprando um seguro de viagem da Mondial Assistance aqui no Blog e assim garantindo um desconto de 15% sobre o valor. Todo mês liberamos um código de desconto. Veja aqui o código deste mês.

Outra opção é utilizar o Comparador de Preços de Seguro de Viagem de diversas empresas, a Real Seguros. Você pesquisa, compara e escolhe a melhor cobertura para a sua viagem com o melhor preço e ainda garante um suporte diferenciado e consultoria. Faça aqui sua cotação.

Use o Booking.com para Pesquisa e Reserva de Hotéis. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes.
Veja aqui, por exemplo uma relação de links de hotéis mais bem avaliados no Booking.com nas principais cidades europeias:

Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

Mais de Monique Bianchi

Descobertas no caminho de Hvar à Dubrovnik – Humac e Ston

Como já contei aqui, minha viagem pela Croácia foi feita praticamente 100%...
Leia Mais

22 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *