Mais infos sobre a Croácia para ajudar a montar seu roteiro pelo país

Complementando o post anterior onde compartilhei o Roteiro que fiz em 9 dias pela Croácia, vou falar um pouco mais aqui do país e dar algumas dicas para quem pretende incluir o destino numa de suas próximas viagens.

dicas para montar sua viagem a Croácia

O país está localizado na Europa Central e na região do Mar Mediterrâneo e tem várias de suas regiões inclusas na lista de Patrimônios Naturais e Históricos da UNESCO. No meu caso mesclei minha viagem pela Croácia com a Turquia. Outras opções são mesclar com Grécia, Itália ou com os países mais próximos como a Bósnia, Eslovênia, Hungria ,Sérvia, Bulgária e Romênia.

mapa da croácia
Localização da Croácia na Europa

CROÁCIA E SUAS REGIÕES

A Croácia é dividida em 6 regiões e sabendo disso, já dá para direcionar melhor o seu roteiro. Vamos lá ! São elas: Condados do Norte, Ístria e Área de Kvaner, Croácia Central, Zagreb,Eslavônia e Baranja e a Dalmácia. No mapa abaixo dá para ter uma ideia:

mapa da croácia e dicas para montar seu roteiro
Fonte: zagreb-croatia.info – Mapa com as regiões da Croácia. A Dalmácia se inicia desde Zadar até Dubrovnik

Certamente como a maioria dos turistas, o que talvez você já tenha escutado falar sobre a Croácia está relacionada com a costa ou a chamada Dalmácia. Inclusive foi nessa parte que me concentrei a montar meu roteiro. Mas a Croácia é muito mais do que isso e até mesmo a costa, que contém mais de 1000 ilhas (!!!!) vai exigir mais tempo para ser descoberta com calma e muito mais do que apenas 1 viagem. Cada região tem algo de especial.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

-Ístria e Área de Kvaner – cidades medievais e históricas como Pula, onde está o Anfiteatro Romano, um dos mais preservados do mundo. É também nessa região da Croácia que se encontra o Parque Nacional dos Lagos Plitvice.

-Zagreb – a capital que se divide entre cidade alta e baixa

-Croácia Central – Casas e castelos no campo

-Eslavônia e Baranja –Colinas cobertas de matas e vinhedos, Parque Ecológico Kopacki Rit

-Condados do Norte – Castelos impressionantes

-Dalmácia– Essa região é a mais visitada de toda a Croácia, com suas praias e ilhas de beleza única.

ALGUNS DADOS SOBRE O PAÍS

  • Capital – A cidade de Zagreb
  • População – O país é relativamente pequeno e sua população é de cerca de 4.29 milhões de habitantes.(fonte: http://www.visit-croatia.co.uk) O país inteiro tem bem menos gente do que São Paulo… Uma das cidades mais populosas da Croácia é Zagreb, com cerca de 800.000 habitantes.
  • Língua – O idioma é o croata, que é muito mas muito complicado para nós, com alguns caracteres peculiares como dž, , lj, nj, š e ž! Se você quiser treinar um pouco antes de viajar ou se interessar em aprender o básico da língua croata, você pode usar este link aqui http://www.visit-croatia.co.uk/croatianfortravellers/index.htm. Mas cá entre nós, você tem que saber falar pelo menos um bom dia e obrigada em croata né? Então vamos lá, Bom dia é Dobardan (se pronuncia basicamente da mesma forma que se lê) e Obrigada é Hvala (a pronúncia é ruala). Particularmente adorei essa palavra e dá vontade de ficar repetindo aqui no Brasil..
  • Paisagens – A costa é formada por cerca de 1185 ilhas no Mar Adriático, mas destas apenas 50 são habitadas. A maior ilha é Krk (não me pergunte como pronunciar isto..:P). Além das ilhas, a paisagem natural da Croácia é formada por regiões montanhosas, parques ecológicos e áreas rurais.
  • Clima – Taí um dos fatores que fazem a Dalmácia ser a região mais conhecida da Croácia. Dizem que a costa do país conta com 2600 horas de sol em média por ano, ou seja, uma das costas europeias mais ensolaradas! Mas sim, no inverno também é muito frio e neva.
  • Moeda: Chamada de kuna, a moeda croata pode confundir num primeiro momento. 100 lipas formam uma kuna e um euro equivale a 7,5 kunas em média. Em alguns lugares o euro é aceito mas confesso que tive que trocar praticamente todo o euro que tinha pois às vezes nem agência turística aceitava euro.
  • Principal Religião: Católica Romana

UM POUCO DA HISTÓRIA RECENTE

A região da Croácia esteve por muitos anos sob domínio estrangeiro. Já foi habitada por gregos,romanos e pelos turcos. Há ainda bem conservadas várias construções remanescentes do período do Império Romano, como o anfiteatro em Pula e o Palácio de Diocleciano em Split.

A Croácia já foi parte do Reino Húngaro e uma parte do país também ficou muito tempo sob domínio veneziano. Depois da I Guerra Mundial passou a fazer parte do Reino da Iugoslávia, mas em 1991 após abandonar a república iugoslava sofreu as consequências de uma guerra com a Sérvia que deixou muitas marcas no país. De 1991 a 1995, grande parte da população se tornou refugiada, milhares de casas foram destruídas e sim houve muitas mortes. Várias cidades sofreram bombadeios como Zagreb e Dubrovnik. Em Dubrovnik muitos monumentos históricos foram praticamente destruídos, mas após a guerra, em 1995 a cidade recebeu apoio da UNESCO e da União Europeia para reconstruir a cidade. Os danos foram reparados e atualmente é a cidade croata que mais recebe turistas.

A Croácia é um país que vem se recuperando rapidamente de uma guerra que deixou muitos danos e vem florescendo como um excelente destino turístico.

BRASILEIRO PRECISA DE VISTO?

Não! Vale a mesma regra utilizada na Europa, onde podemos ficar até 90 dias a turismo com passaporte válido por no mínimo 6 meses.

COMO CIRCULAR PELO PAÍS

  • De carro – Depois de tanto pesquisar, eu e minhas amigas acabamos optando por alugar um carro para percorrer o país. Primeiro porque podemos alugar facilmente utilizando nossa carteira de habilitação brasileira e segundo porque teríamos mais autonomia para conhecer as cidades no nosso tempo e fazer paradas adicionais pelo caminho. Alugamos o carro pela internet, retiramos no Aeroporto de Zagreb e devolvemos o carro na cidade de Dubrovnik. Optamos por alugar  um carro básico nos dias em que precisávamos e também por poder alugar em uma cidade e devolver na outra. Além dos custos de aluguel do carro, que já vem com o tanque cheio de diesel, tivemos que pagar por cada motorista extra que acrescentamos e também pelo GPS. Tínhamos que devolver o carro com o tanque completo. O aluguel do carro por 6 dias ficou em torno de 750 reais. Era um Peugeat 308, manual, 4 portas. Utilizamos o site RentalCars que se mostrou a melhor e mais econômica opção.Faça a simulação abaixo:

As estradas em geral na Croácia são fáceis de dirigir, bem sinalizadas, apesar de que a estrada que vai pela costa é pista simples e mão dupla, cheia de curvas sinuosas, então é preciso estar bem atento e não se distrair com as paisagens incríveis que se descortinam no horizonte.

A velocidade nas estradas da Croácia em geral variam de 50 a 80km/h, inclusive levamos uma “multa” numa destas estradas. Vou contar com calma no próximo post, mas a verdade é que um guarda na estrada nos pediu dinheiro por estarmos 10km acima da velocidade permitida… É, não é só no Brasil que acontecem essas coisas não…

Há também as autoestradas onde a velocidade permitida é de 130 km/h, mas a regra então é ficar atento às placas e quando elas não existirem, ficar bem atento ao limite mostrado no GPS.

Outro detalhe importante é que se por acaso você decidir se hospedar na parte antiga e histórica de uma cidade normalmente chamada de Old Town, normalmente não tem como circular de carro. Como foi nosso caso, nós demoramos a descobrir este detalhe e o GPS nos mandava dar voltas e voltas e era difícil entender porque nunca achávamos o caminho… Então a saída que encontramos foi estacionar o carro em algum estacionamento o mais perto possível e nem tirar as malas do carro, pegando só o que fosse necessário. Isso quando íamos apenas pernoitar numa cidade, no caso de Zagreb e Zadar. Não é a forma mais segura, mas foi a menos cansativa que achamos. Por isso quando for decidir a hospedagem e tiver de carro se atente para esse detalhe das “old towns”.

viajar de carro pela Croácia
Fila para pegar a balsa de Sucuraj em Hvar a Dubrovnilk
  • De ferry- Quando tínhamos que ir para as ilhas, por exemplo quando fomos de Split a Hvar, pegamos uma balsa(ou ferryboat) da Jadrolinija, que parava em Stari Grad, mas pagamos muito mas muito mais caro por ter que levar o carro e olha que em Hvar nem mexemos nele. Ou seja, não compensou muito. Como íamos para Dubrovnik depois de Hvar, descobrimos que havia uma balsa bem mais barata, partindo de Sucuraj, a ponta da ilha, para a estrada que levaria a Dubrovnik. Talvez a solução tivesse sido dirigir um pouco mais ou fazer o caminho inverso, colocar Dubrovnik antes de Hvar no roteiro.

Agora se você está sem carro, os ferrys são bem baratos e muito confortáveis. Durante o verão há uma grande variação de horários e ligação entre destinos. Coloco aqui para consulta de horários e rotas, o site da Jadrolinija – http://www.jadrolinija.hr/default.aspx?lang=2

ferry boat jadrolinija na Croácia
Ferry boat da Jadrolinija partindo de Split com direção a Hvar
  • De barco – Geralmente para ir de uma ilha a outra, há passeios de barco de um dia ou transfers de ida e volta. No meu roteiro inicial, eu e minhas amigas tínhamos planejado ir de Hvar a Bol e passar uma noite em Bol, mas quando descobrimos que havia barcos e passeios de 1 dia, mudamos de ideia, contratamos um desses passeios e no final do dia voltamos para Hvar. Então na hora de montar seu roteiro e incluir as ilhas, fica bem mais fácil saber que existe a possibilidade desses passeios e acabar escolhendo uma das ilhas como base, para evitar ter de carregar as malas para todo canto. Há também a possibilidade de alugar uns barcos menores e sair por aí sem rumo. Teoricamente é preciso ter um documento que comprove que você sabe “dirigir” um barco mas escutamos de outro brasileiro por lá que ele nunca havia pego um barco na vida e alugaram o barco para ele tranquilamente…haha. Não que eu indique fazer isso né, mas para aqueles que gostam de arriscar…rs
  • excursões e passeios de barco entre ilhas na Croácia
    Barco que nos levou até a praia de Bol na ilha de Brac!
  • De avião – A companhia aérea nacional da Croácia é a Croatia Airlines. As cidades principais do país possuem aeroportos, como Zagreb, Dubrovnik, Split
  • De ônibus – Como essa não foi a minha escolha, não vou saber falar muito sobre ela, mas eu sei que muita gente viaja de ônibus pelo país e é bem tranquilo. O único empecilho é que no trajeto dos ônibus, estão inclusas muitas paradas e o tempo que se leva para ir de um local a outro acaba aumentando.
  • Cruzeiro – Antes de fechar meu roteiro, eu tinha ouvido falar de um cruzeiro para jovens, que percorria a costa da Croácia e algumas ilhas, com muita festa a bordo. Como não estava muito nessa pegada deixei para uma próxima, mas lá em Zagreb encontramos com um australiano que tinha acabado de fazer o cruzeiro e tinha amaaado! Então se você é jovem e vai pra Croácia em busca de badalação, praias e bebidas, deixo aqui o site da Sail Croatia: http://www.sail-croatia.com/

HOSPEDAGEM

Quando fui a Croacia eu defini de antemão que daria prioridade a me hospedar em Hostels que em geral possuem um ótimo custo benefício e também por facilitarem o lado social, sendo locais em que sempre faço amizades. Antes de fechar o roteiro eu não sabia se ia encontrar hostels com facilidade pela Croácia, mas confesso que foi bem simples e há sim muitos hostels disponíveis nas principais cidades turísticas.

Para procurar a sua hospedagem pelo país o Booking.com é um bom website para encontrar os mais diversos estabelecimentos e com os melhores preços. Além dele você também pode procurar pelo Hostelworld.com.

Na Croácia há muito a cultura de ficar hospedada em pensões que os próprios moradores alugam na alta temporada. Já tinha ouvido falar e até encontrei com alguns garotos portugueses que conseguiram hospedagem em Hvar, até mais barata que Hostel, assim que chegaram ao porto e tinha um morador perguntando se precisavam de lugar para ficar. Acho bem legal esse estilo de hospedagem, mas como tinha um roteiro todo planejado e pouco tempo não quis arriscar de chegar a algum lugar sem ter hospedagem.

A CROÁCIA E A UNIÃO EUROPEIA

Quando visitei a Croácia em Agosto de 2012 o pais ainda não fazia parte da União Europeia porém desde julho de 2013 a Croácia agora sim faz parte da Uniao Europeia. Não sei dizer se agora depois dessa mudança os valores para viajar pela Croácia subiram, mas de qualquer forma o pais vem crescendo em popularidade há tempos e está sendo um dos lugares mais disputados para passar o verão na Europa, o que naturalmente faz com que os preços inflacionem.

Até onde pesquisei a Croácia ainda não aderiu ao euro utilizando ainda a sua antiga moeda chamada Kuna.

 Principais passeios na Croácia

Aproveite para adquirir os passeios com antecedência comprando pelo GetyourGuide e pague no cartão de crédito.

Espero que tenha gostado desse artigo e que ele tenha sido útil no planejamento de sua viagem!

Monique Ribeiro

travel-icon-183+ Dicas para planejar a sua viagem pela Croácia

 
  • Encontre a hospedagem para sua viagem

    Recomendamos efetuar a pesquisa e reserva de seu hotel no Booking.com, uma plataforma de busca e reserva de hotéis reconhecida mundialmente. Sempre pesquiso e acabo reservando hospedagem por lá por vários motivos, entre elesa possibilidade de muitas vezes reservar sem o cartão de crédito ou optar por pagar apenas na chegada e também é possível ler as avaliações de outros hóspedes, o que auxiliar muito na decisão ao escolher um hotel.
 
  • Encontre seu Seguro de Viagem ao melhor preço 

    Não se esqueça de contratar um Seguro de Viagem/Assistência Médica para a sua viagem pela Croácia! Um Seguro de Viagem é essencial para garantir que tudo corra bem em sua viagem e é algo que possui um custo baixo e pode evitar diversos problemas que poderiam causar stress à sua viagem. Recomendamos comparar os preços na SEGUROS PROMO e para garantir 5 % DE DESCONTO NA COMPRA DO SEU SEGURO VIAGEM você pode utilizar esse código: MEJOGUEINOMUNDO5
   
  • Dicas para alugar um carro na Croácia

    Para quem quer ter a liberdade de fazer uma roadtrip pela Croácia, o aluguel de carro é  sem dúvida uma excelente opção! Recomendamos o site RentalCars, que é um buscador que mostra diversas locadoras de carros e os melhores preços.
 
  • Excursões e passeios com excelente custo benefício/Compre tickets das principais atrações turísticas de cada país com antecedência

    Recomendamos a GetyourGuide. que é uma empresa líder mundialmente na venda de excursões e tickets para atrações em diversos países.
  Este post contém links de afiliados o que permite que um percentual de comissão seja repassado ao Blog em caso de reservas realizadas por aqui mas você leitor não paga nada a mais por isso e ainda contribui para manter o blog ativo e atualizado. Em caso de dúvidas consulte nossa Política de Publicidade. 

Mais de Monique Bianchi

Hammetschwand – um elevador outdoor nos Alpes

O Hammetschwand é um elevador outdoor considerado o mais alto da Europa...
Leia Mais

28 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *