Viajando sozinha para Ilha Grande

Praia de Lopes Mendes
A linda praia de Lopes Mendes

Se você está pensando em ir conhecer Ilha Grande e talvez esteja com um pé atrás por não ter companhia, vai ser uma boa ler este post!

Há muito tempo que queria conhecer este paraíso e surgiu um feriado em que não havia programado nada e poderia ir, porém meu namorado não poderia ir na mesma data e como decidi de última hora, não consegui convencer amigos para me acompanhar. Porém isso não foi um impeditivo para realizar a viagem, afinal já havia realizado outras sozinha e tudo havia corrido bem! Acho que o segredo é justamente esse, saber que estamos viajando sozinhos por opção e que poderemos nos divertir mesmo assim. Acredito que certas pessoas não consigam e outras têm apenas medo de tentar, mas garanto que é uma experiência única e que indicaria a todos pelo menos a tentar! 😉

Ilha Grande - Meia Volta à Ilha

Bom, no post anterior, contei um pouco sobre a Ilha Grande, como chegar até lá, o que fazer, quais os passeios, horários de balsas e etc. Dá uma lidinha lá para conferir estes detalhes básicos e importantes!

De São Paulo a Ilha Grande ->

Fui para Ilha Grande em pleno feriado de Páscoa, então saí do Terminal Tietê, às 23h00 e cheguei em Ilha Grande por volta das 7h15. Dormi praticamente todo o trajeto! Essa é a boa de se viajar à noite. Confesso que tomei um Dramin para evitar enjôos e para facilitar o sono. Outra dica que funcionou bem comigo foi usar um daqueles apoios de pescoço.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Ilha Grande - Passeio de Meia Volta à Ilha

Cheguei na Rodoviária de Angra e fui me informar como chegar até o Cais de Santa Luzia, de onde saem as barcas para a ilha. Estava dentro da rodoviária me dirigindo para a saída quando uma senhora me perguntou se já havia comprado o ticket do catamarã que partiria às 08h00 e então entramos numa loja e aproveitei para comprar a volta também, já que já sabia o horário da passagem de volta a São Paulo, evitando assim o risco de ficar sem vaga no horário que eu precisava. Nisto, encontro nesta loja um rapaz que foi sentado ao meu lado durante a viagem de ônibus. Conversamos e resolvemos ir a pé mesmo para o porto, pois ao pedir informação para um rapaz na rodoviária, ele nos disse que seriam 10 minutos de caminhada. Como ainda tínhamos tempo arriscamos e na verdade levamos algo em torno de 15 minutos. Nada mal, mas se você estiver com uma mochila pesada, talvez seja melhor pegar um táxi, que deve sair uns 10 reais.

Praia Lopes Mendes - Ilha Grande

O catamarã já estava por lá no cais, esperamos 5 minutos e já embarcamos. O tempo informado era de 40 a 45 minutos, mas levou um pouco mais, acho que 1 hora. A travessia é tranquila, não balança muito e não acredito que seja um problema a ponto de causar enjôos.

Aos poucos avistei a Vila do Abraão chegando, onde iria desembarcar. A atmosfera era realmente como eu imaginava, um tanto roots e simples, mas rodeada de belezas naturais.

Onde me hospedei->

Não foi difícil encontrar o Hostel El Misti, o qual eu havia reservado antecipadamente. Bastou perguntar a um rapaz no cais e caminhando 5 minutos ou até menos, já estava nele. Importante lembrar que se for viajar em alta temporada reserve o hostel ou pousada sempre com antecedência. Eu sempre utilizo os sites Booking.com ou Hostelworld.com para encontrar a melhor opção de estadia, de acordo com meu objetivo. Neste caso, como iria sozinha, achei legal optar pelo hostel. Eu adoro a atmosfera destes lugares! Você sempre tem a oportunidade de conhecer outras pessoas, inclusive que também tenham este espírito mais aventureiro e independente, e além disso, os funcionários normalmente são bem prestativos.

Paisagens Ilha Grande

Optei por um quarto misto com nove camas, o qual só ficou lotado no primeiro dia. Tive bastante sorte, fiz bons amigos com os meus companheiros de quarto!

Gostei bastante do El Misti. Tem uma localização ótima, bem próxima ao cais. O quarto que fiquei era bem simples, com treliches, mas estava limpo, assim como o banheiro.
Havia um café da manhã com frutas, pães, queijo e suco. O básico dos hostels. Adorei a variedade de frutas. Tinha abacaxi, melancia e mamão.Os funcionários eram bem prestativos e gente boa. Todos falavam espanhol, talvez pelo fato da rede ser argentina. Mas não chegou a ser nenhum problema de comunicação.

Praia de Lopes Mendes

O que fiz por lá—>

Assim que cheguei, antes mesmo de ir ao hostel, na verdade eu passei numa agência de turismo em frente ao cais e já me informei sobre os passeios para o dia. Como já eram 9 horas, teria que ser rápida. Queria ir pra Lopes Mendes, assim já de cara e foi o que fiz. Fechei o passeio das 10h30 e deu tempo tranquilamente de deixar minhas coisas no hostel, me trocar e voltar ao cais.

Paguei 25 reais por um passeio de escuna que levou cerca de 1 hora até a praia dos Mangues, ponto inicial da trilha que leva à Lopes Mendes. Logo em seguida vem a Praia do Pouso e depois a trilha segue por dentro da mata. É possível ir andando da Vila Abraão até lá, portanto como tempo era algo precioso para mim, não foi dessa vez que me aventurei pelas trilhas, mas estou planejando uma volta com mais tempo já pensando nisso.

A trilha que levou por volta de 15 minutos estava bem chata. Como havia chovido nos dias anteriores, estava pura lama e bem escorregadia, principalmente nas descidas. A esperta aqui estava de chinelo e achei melhor tirá-los e fazer a trilha descalça, mas mesmo assim foi difícil. O ideal seria um tênis próprio mesmo. Não consigo imaginar uma senhora, por exemplo, passando por aquela trilha. Agora não me pergunte como os surfistas passam por lá com tanta facilidade, mesmo com uma prancha em mãos!

A praia é linda! Sem palavras para aquela água azul, a areia que parece um talco de tão fina e macia. Muitas ondas, mas mesmo assim é legal dar uns mergulhos. A água estava ótima!

Um detalhe importante é que a praia é deserta, sem estrutura de quiosques ou vendedores ambulantes. Então é legal levar água e coisas para comer se for ficar mais tempo. Só havia uma barraquinha lá vendendo água, cerveja e sanduíche natural, que foi meu almoço! Inclusive optei por estender minha canga perto desta barraca e pedi para o rapaz e a moça que lá estavam olharem minhas coisas enquanto ia dar uns mergulhos.A volta da escuna poderia ser às 15h30, 16h30 ou 17h30. Optei pelo primeiro horário, pois estava preocupada com minha mochila que deixei lá jogada na recepção do hostel, já que quando cheguei o check-in ainda não estava disponível.

praia de lopes mendes em ilha grande

Cheguei ao hostel, entrei finalmente no quarto, que ainda estava vazio e fui relaxar um pouco tomando um banho.
Depois a fome bateu e fui procurar algo para comer. Dei uma volta rápida pela Vila e acabei escolhendo um restaurante de frente para o hostel mesmo, onde pedi um prato no estilo PF, com peixe, arroz, feijão e batata frita.

Assim que voltei ao hostel conheci meus companheiros de quarto e logo fizemos amizade. Saímos então para dar uma volta pela Vila, numa noite que estava muito bonita, com lua cheia! Eu estava bem cansada e logo voltei ao hostel para dormir, afinal a noite anterior dormindo no ônibus não garantiu o descanso necessário. No meio da noite perdi o sono e fui para a recepção do hostel. Tinha bastante gente por lá e também pelas ruas. Deu para perceber que a agitação na noite de Ilha Grande é forte.

No dia seguinte fui fazer o passeio de Meia Volta à Ilha. Minha escolha teria sido a Volta inteira à Ilha, que inclui a linda Praia do Aventureiro, porém a maré estava alta e nenhum passeio estava indo para a parte sul da ilha. Uma pena… Mais um motivo para voltar.

paisagem ilha grande

O passeio foi de lancha e foi sensacional. Passamos por lugares lindos como a Lagoa Azul, Lagoa Verde, Praia da Feiticeira, Saco do Céu, Aripeba e Naufrágio do Helicóptero.(ponto de mergulho onde é possível ver o helicóptero do filho de Abilío Diniz, que caiu há alguns anos na região). Houve parada para almoço em Manguariquessaba. O restaurante era bem legal, mas os pratos eram enormes e para quem estava sozinho, como eu, acabava saindo mais caro e mesmo assim vinha muita comida. A média de valor era de 70 a 100 reais, o prato para duas pessoas. Prato individual era cobrado em 60%. Uma boa dica para quem quer economizar é levar algum lanche ou pedir uma das porções apenas para enganar a fome.

O passeio durou o dia todo. Pegamos um tempo legal na maior parte dele, com sol e pudemos ver vários peixes e estrelas do mar, ao mergulhar com o snorkel!

Durante a noite–>

A primeira noite eu apenas dormi e na segunda fiquei um pouco mais acordada e dei uma volta pela vila, com uma das companheiras de quarto. Estava bem agitado, com um forró rolando na praça e bastante gente pelos bares e na orla da praia. Eu sempre aproveito muito bem o dia e quando chega a noite, prefiro descansar, por isso, quando já era por volta de meia noite fui capotar.

No dia seguinte já era dia de partir! Peguei o catamarã das 12h30, sendo que meu ônibus para São Paulo saía às 14h00. Por muito pouco, não perdi esse ônibus! Indico que comprem um horário com maior antecedência, para não ter este problema!
Amei Ilha Grande e com certeza vou voltar para explorar as outras belezas com mais calma! Inclusive quero mergulhar, pois dizem que é algo imperdível de se fazer por lá 😉

Gostou do relato? Se ainda tiver alguma dúvida ou quiser comentar, é só escrever aqui embaixo!

Mais de Monique Bianchi

Conhecendo o Rio de Janeiro em um final de semana

Neste post conto como foi a minha primeira visita à Cidade Maravilhosa....
Leia Mais

23 Comments

  • Muito maneiro o post e parabéns pelo espírito desbravador de viajar sozinha. Para mim Ilha Grande junto com Paraty são os dois lugares mais tops fora do Rio para visitar. Os passeios de lancha para Lagoa Azul, Lagoa Verde, Saco do Céu, Aventurei e Parnaioca são os mais tops. Lopes Mendes só as referências ja vale a visita. Outro passeio q eu acho massa é a Trilha da Cachoeira da Feiticeira com a Praia da Feiticeira e de lá volta de barco para Abraão. A caminhada para a praia de três rios apesar de longa vale a visita também. Abs

  • Parabéns pelo blog, me ajudou muito na escolha dos roteiros. Se me permite usar seu espaço…. Alguém mais vai sozinho na virada do ano? Vi que a Gleici Pinheiro demonstrou interesse…
    Estou procurando dicas de hostel. Se puderem colocar algumas dicas de lugar para hospedagem… Meu contato: lisiane.sm@gmail.com
    obrigada

  • Oi Monique!
    Estava procurando algo relacionado à viajar sozinha pra Ilha Grande e seu blog caiu do céu rs!
    Já fui pra ilha, porém com amigos!
    Seu blog me encorajou ir sozinha na virada do ano!
    Amei as dicas!

  • Oi Monique, tudo bem? Muito legal seu blog, adorei o post sobre a Ilha. Conheci a Ilha sozinha em janeiro de 2015 e amei muito. Acampei no Aventureiro e fiquei uns dias em Palmas, adorei tudo. Conheci a paradisíaca Lopes Mendes e a praia do Pouso que amei também, Parnaióca é um show à parte, me encantei com tudo! Muito obrigada pelo post, voltarei em breve pois eu amo tudo ali!
    Bjos e ótimas viagens pra nós sempre!

  • Oi Monique!
    Tudo bem?
    Estou pensando em ir a Ilha Grande…..
    Dúvida: dá para ir a pé nas praias?
    Qual a média de valor dos passeios de barco? Para Lagoa Azul, Lopes Mendes e Praia dos Aventureiros?
    Abs,

    Ana

    • Oi Ana td bem? Depende de onde vc ficar. Ei fiquei na Vila de Abraao que é o centrinho e para chegar nas melhores praias ou fazia um passeio de barco ou trilhas. Infelizmento não lembro os valores dos passeios mas sei que valem muito à pena, principalmente o de volta à ilha! Abraços

  • Oi Monique! Adorei o blog! Coloquei no google “o que fazer em Ilha Grande sozinha” e foi o primeiro que apareceu! Estou indo em março agora ficar uns dias e pretendo fazer as trilhas, porque terei tempo!
    Beijo! E muitas viagens para nós! Mulherada tem que representar mesmo! 😀 😉

  • Olá Monique!
    Já estive em Ilha Grande mas era muito nova, sempre disse que voltaria quando adulta e esse dia chegou. Vou passar a Páscoa lá.
    Achei sua página procurando sobre o quê fazer á noite pela Ilha, eu vou com mais ou menos 20 pessoas e gostaríamos de saber se tem algum barzinho com música ao vivo ou qualquer tipo de “bagunça” em caso negativo o jeito vai ser fazer uma balada no próprio bar do Hostel! Aliás pessoal que estava em dúvida sobre quem quê Hostel ficar, eu indico o Biergarten Hostel que fica MUITO BEM LOCALIZADO, Av. Getulio Vargas 161, Vila do Abraao!
    Quem for viajar sozinho, dá um toque, já fazemos amizade antes mesmo de chegar!
    Tem o Colibri Resort também, meu irmão vai ficar lá com a namorada, é 100m de distância do Hostel que eu mencionei!
    Enfim, fica aqui minha pergunta e minhas sugestões!
    Grande beijo Monique e desde já, obrigada!

    • Oi Tarsila, que bacana! Pelo jeito sua viagem será bem animada hein! Olha sò, quando eu fui eu acabei ficando pelo Hostel mesmo mas com certeza rola algo là na Vila do Abraao viu, seja em barzinho ou em hostel mesmo!
      Legal você comentar aqui e dar suas sugestões de hostel, isso pode ajudar novos viajantes!
      Beijos e boa viagem!

  • Monique, estou indo agora em março passar 4 dias, estou completamente perdida, vi alguns hostels estou decidindo em qual fechar, spu de sp, não sei de paro em angra ou outra cidade, facil chegar? tenho medo de não fazer amizades e ficar sozinha, queria ter certeza de q vou encontrar alguem, sei que isso é impossivel, mas acho que é medo de viajar sozinha pela primeira vez, por favor me de mais dicas, vc acha que quando de dinheiro da para passar 4 dias sozinha, isso eu digo só de passeios, tirando o hostel e o onibus?

    • Oi Samantha tudo bem? Olha sò, a dica que posso te dar é escolher um hostel bacana lendo comentàrios na Web sobre eles de outras pessoas que jà estiveram là antes. Isso vai te ajudar a se decidir pelo lugar com a melhor vibe para ti e o resto é sorte hehe. Mas claro que ir de mente aberta também importa. Eu recomendo que você và de pensamento positivo e não se importe caso tenha que fazer passeios sozinha, isso aconteceu comigo e foi justamente durante esse momento que consegui fazer novas amizades. Eu fui por Angra e achei tranquilo! Jà em relação a grana eu estou bem por fora dos valores praticados na ilha em relação a passeios e restaurantes viu. Dê uma pesquisada no site oficial de Ilha Grande que talvez là tenha alguns valores atualizados dai você jà escolhe os passeios que pretende fazer e quanto em média irà gastar, separando também uma grana extra para refeições e outros gastos. Olha sò: http://www.ilhagrande.com.br/atrativos/passeios/escuna/. Abraços e espero que seja uma boa experiência para ti!

  • Olá Monique, estou indo na pascoa, vou sozinha e ficar 05 dias. Nunca estive tão indecisa sobre onde hospedar em uma viagem. Vila Abraao? Enseada Bananal ou Enseada Araçatiba….Quero 05 dias de descando, banhos de sol e de mar, fazer trilhas……alguma dica

  • Oi Monique, adorei seu blog, uma gracinha!!! Estou indo para Ilha Grande no Carnaval, mas vou ficar na Praia de Aventureiro. Quem sabe, se der tempo, dou uma esticadinha na Vila de Abraão?! Adorei a dica do Hostel. Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você está pensando em ir conhecer Ilha Grande e talvez esteja com um pé atrás por não ter companhia, vai ser uma boa...
" />