Aventura em Monte Verde – MG

Foto by Tehreza Cristina - Rua de Monte Verde, bar Quatro Estações

Estamos em pleno inverno, por mais que possa não parecer em alguns momentos como nesta semana, e um dos destinos mais procurados para curtir um friozinho é Monte Verde! Minha amiga Thereza Cristina passou um final de semana nesta cidade e relata aqui para nós como foi a experiência! 

O friozinho chegou e pra quem quiser curtir uma lareira e também se aventurar, Monte Verde é uma ótima opção!

Monte Verde é distrito da cidade de Camanducaia e fica ao sul de Minas Gerais, a 164 Km de São Paulo. A viagem de carro leva em torno de 2 horas pela Rodovia Fernão Dias. Você passa as cidades de Atibaia, Joanópolis, Extrema, Itapeva e então entra em Camanducaia e começa a seguir as placas para Monte Verde.
O melhor é entrar na placa de Camanducaia do que entrar na placa que indica Monte Verde. A estrada é ótima, foi recentemente asfaltada e está bem sinalizada, porém é uma serra e toda atenção é importante ao volante. Respeite o limite de velocidade, seus acompanhantes podem ficar enjoados com tantas curvas rs…

estrada para monte verde em mg
Foto by Thereza Cristina – No caminho para Monte Verde

Sabe aquele poema que fala “tinha uma pedra no meio do caminho”? Pois indo para Monte Verde você vai conhecer a versão “tinha uma árvore no meio do caminho”! No caminho você vai se deparar com uma araucária no meio da rua, dividindo as pistas, vale a fotinho!

no caminho para monte verde há araucárias
Foto by Thereza Cristina – A Araucária no meio do caminho!

Chegando lá você vai perceber que a cidade é pequena, bem pequena, praticamente uma única rua principal charmosa ao estilo europeu com restaurantes, bares e lojas de artesanato e produtos da região (queijos, doces caseiros,
pinga e vinho).

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!
ruas de monte verde, uma cidade pequena mas muito charmosa
Foto by Thereza Cristina – Rua de Monte Verde, bar Quatro Estações

Existe muitas opções de hotéis e chalés, eu já fiquei no Pinho Verde e no Engenho da Mata, ambos bons. Na cidade tem casais de todas as idades e famílias com crianças pequenas. Pode-se dizer que Monte Verde é uma opção mais simples que a badalada Campos do Jordão. Eu acho que Monte Verde é mais simples e acolhedora, ótima para namorar.

onde se hospedar em monte verde
Chalé Pinho Verde

Quando você passa pelo centro (avenida principal) durante o dia você percebe a quantidade de opções de roteiros e atividades, como passeio a cavalo, moto, quadriciclo, bicicleta, monomotor e mais alguns esportes radicais. Então é só escolher o seu preferido e ir se aventurar!

Um dos grandes problemas da cidade é que só existe caixas eletronicos do Bradesco, Banco do Brasil e Caixa. A maioria dos passeios só aceitam dinheiro ou cheque e isso pode virar um problema se você esquecer de sacar dinheiro ou não levar algumas folhas de cheque, como foi o meu caso. Alguns restaurantes se oferecem para fazer um saque porém, cobram uma taxa de 7% sobre o valor do saque.

Depois de comermos uma saborosa truta a milanesa acompanhada de uma Paulaner no barzinho Quatro Estações, que tinha bom atendimento e a melhor música com a banda FOX  (rock anos 80), fomos avaliar as opções e escolhemos fazer o passeio de quadriciclo.

cervejas importadas em monte verde
Foto by Thereza Cristina – cervejinha em Monte Verde

Depois de bater um pouco de perna achei uma agência que aceitava cartão, a R & S Locadora (telefone 35-8841 5076). O passeio de quadriciclo custa R$ 100,00 para duas pessoas e os dois podem guiar o quadriciclo. Com hora marcada, você e um grupo de pessoas vão com seus próprios carros até uma fazenda guiados pelo instrutor (15 min do centro).

Lá eles te dão um treinamento sobre os comandos do quadriciclo e todos que querem guiar praticam um pouquinho. Quem anda de moto tem uma certa facilidade com o quadriciclo, ele exige um pouco da força do seu braço e da sua noção de espaço, mas é bem fácil e o quadriciclo tem a opção automática, que não precisa ficar
trocando de marcha (eee maravilha!). Ai, você recebe uma toquinha para proteger os cabelos, um capacete e um colete para identificar o grupo.

De alguns anos pra cá foi proibido andar de quadriciclo nas ruas da cidade, então as agências prepararam percursos nas fazendas. Fizemos o passeio das 16h, o passeio dura uma hora. Esse horário é bem legal porque pega o por do sol, o que dá um super toque no visual do passeio. O céu estava aberto com um sol lindo e uma temperatura bacana, uns 18º graus. No percurso você vai passar por uma trilha de terra com lama, passa no meio de eucaliptos e sempre com um visual bacana.

aventuras e passeios radicais em monte verde
Passeio de Quadriciclo em Monte Verde

O grupo tinha uns 4 casais mais o instrutor que estava de moto na frente. Nós ficamos por último, isso garante uma certa liberdade para você dar uma distância dos outros e acelerar mais forte e sentir um ventinho no rosto. O caminho tem várias subidas, curvas e alguns obstáculos que exigem que o condutor tome cuidado para seguir o veículo da frente e fazer o melhor caminho, com menos pulos (o carona agradece).

Neste passeio tem uma parada, num ponto que tem um rapel de 60 metros, quem quiser se aventurar mais ainda pode desfrutar essa atividade com uma paisagem de serra linda e passar no meio de eucaliptos. Não foi o caso de ninguem do meu grupo mas vi uma galera que estava ali só para o Rapel e parecem ter curtido. Neste momento você pode alterar a pessoa que está guiando o quadriciclo.

passeio de quadriciclo e rapel em monte verde
O casal Thereza e Jason e o Rapel ao fundo

O restante do passeio tem algumas descidas e curvas fechadas, dai tem quer ir devagar e fazer o caminho direitinho pra não estragar o passeio e você pode curtir a paisagem com o por do sol.

pôr do sol na fazenda em monte verde
Foto by Thereza Cristina -No final do passeio a recompensa com o pôr do sol!

Umas 17h30 o passeio termina no mesmo ponto que começou e já tem outro grupo alí aprendendo a guiar para fazer o passeio também. Depois da aventura, vale ir para o centrinho, ver as lojinhas e comer uma sequencia de founde que custa em média R$40 por pessoa incluindo carne, queijo e chocolate ou passar em frente aos barzinhos e escolher a melhor banda para curtir uma música animada e tomar uma cerveja, lá tem muitas opções de importadas. Depois é só ir para o chalé acender a lareira,
descansar e curtir um vinho.

Obrigada Thereza por dividir sua experiência conosco! 

 

Mais de Monique Bianchi

Asa delta no RJ – The sky is the limit

Hoje damos início à abertura do Blog para Colabores compartilharem suas experiências...
Leia Mais

1 Comment

  • muito legal a sua viagem tambem estive em monte verde em dezembro de 2015,planejei muito essa viagem e foi maravilhosa a cidade e lindinha acochegante andei muito por la so nao fiz passeios radicais pois estava chovendo comi boa comida fiquei numa pousada muito gosttosa tomei um bom vinho ,escutei boa musica foi um misto de encantamento espero voltar logo espero que voce curta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *