Meu primeiro vôo de Paraglider

Desde que saltei de Paraquedas, algum parafuso ficou solto e eu venho tentando experimentar as mais diversas sensações de adrenalina através dos Esportes Radicais. Depois de Rapel, Rafting, Escalada, nenhum ainda superou o que senti com o Paraquedas mas o  primeiro Vôo de Paraglider chegou perto!

O lugar escolhido para fazer o Vôo Livre foi a cidade de Atibaia, na famosa Pedra Grande, point bem procurado por quem pratica o esporte. A escola escolhida: Paraglider Brasil.

Pois bem, no dia escolhido saí bem cedo de SP e lá encontrei um outro amigo  que também iria voar, o Deiler!

Tivemos sorte pois o dia estava bem ensolarado, porém assim que chegamos fomos ter a aula teórica com o instrutor Maurício e ele explicou que as condições do vento não estavam altamente favoráveis no momento, sendo assim a chance de rolar vôo naquele dia era de 60%.  Isto poderia ser motivo de desânimo mas como ele mesmo explicou, devemos respeitar antes de tudo a Natureza e ter responsabilidade . Foi assim que fizemos uma corrente de pensamentos positivos para o tempo melhorar e conseguirmos voar!

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

vôo duplo de paraglider em atibaia na pedra grande

Conhecemos alguns conceitos básicos do Paraglider, as condições necessárias para um vôo como a intensidade e direção do vento, e enquanto ouvíamos atentos, já íamos observando uma galera treinando com seus equipamentos. A visão já causava inspiração e uma certa ansiedade para subir na pedra e experimentar a sensação de voar!

Lá também conhecemos 2 rapazes do site Alma Radical que estavam fazendo uma cobertura do esporte! Bem bacana!

Fizemos um videozinho bem amador mas dá pra ter uma ideia da decolagem, do vôo e do momento de pouso!

Depois de um tempinho, recebemos o chamado do Maurício e dos demais pilotos para nos prepararmos pois ia dar vôo! Pegamos o carro e rumamos em direção à Pedra Grande! A aventura já começa um pouco antes, quando temos que subir uma estradinha de terra danada, rs! Assim que chegamos na Pedra, uma surpresa, a paisagem é linda demais! Daquelas que tira o ar e hipnotiza! E sim, era muuuuuito alto! Claro que depois de alguns segundos surgiu o medo mas a vontade de voar e apreciar aquela paisagem de cima era maior!

primeira vez voando de paraglider

Entre a preparação do equipamento e a hora de decolar, o tempo passou muito rápido e quando vi lá estava eu com o equipamento nas costas pronta para correr em direção ao precipício e alçar vôo! Inclusive esse é mais um daqueles momentos na prática de Esportes Radicais em que você precisa ter confiança no instrutor, em você mesmo e no que decidiu fazer. Mas acredito que isso vai se desenvolvendo aos poucos!

Essa parte da corridinha é muito legal! Imagine-se no alto de uma montanha, correndo em direção ao nada,rs! Muito boa a sensação! Quando você está correndo e quase chegando ao precipício seu pé já não está mais no chão e  de repente: ” Estou voando”. Poxa, é incrível e após isso é só apreciar o vôo! O legal é que você pode ir com a sua câmera e fazer seu próprio vídeo ou tirar fotos! Confesso que me atrapalhei toda com medo de derrubar a câmera, (apesar de que o piloto a prende no equipamento), e não consegui fazer bons vídeos. Acho que era a emoção!

voar de paraglider é uma experiência inesquecível. A sensação de liberdade, o vento no rosto, as paisagens!

Pousamos na sede da Paraglider Brasil e os carros que ficaram na Pedra Grande? Bora procurar uma carona pra buscá-los,hehe!  No meio do caminho enfrentando a famosa estradinha de terra, íamos cruzando com atletas que tinham pousado fora da Pedra e também precisavam de carona e assim percebemos o clima amistoso que rola na região com todos que praticam ou apreciam o Esporte. Esse estilo de vida é algo que me atrai demais e me faz sentir muito bem! É uma das coisas mais legais desses esportes, essa questão da coletividade !

Claro que me apaixonei pelo Paraglider e penso em fazer o curso. Até arrisco a dizer que fiquei um pouco na dúvida sobre qual fazer primeiro, o AFF de Paraquedismo ou este do Paraglider. 😉

As sensações dos 2 esportes são bem diferentes. O paraglider é algo mais apreciativo, mas que também pode se tornar mais radical de acordo com a sua experiência e manobras que podem ser feitas. Um ponto positivo em relação ao Paraquedas é o fato de você poder voar por muito tempo, por horas inclusive. Existem campeonatos onde os atletas voam de uma cidade a outra por exemplo. Claro que no Paraquedas apesar de pouco tempo, é tudo muito intenso e a Queda Livre é algo inigualável mas ambos possuem seus atrativos. Agora resta me decidir ! =)

Continuo achando que me dou melhor com esses esportes aéreos, talvez devido à imensa sensação de liberdade, e claro também porque a vista é sempre mais bonita de cima !

Um agradecimento especial à equipe e aos pilotos da Paraglider Brasil. Pessoal fera, experiente, responsável e gente boa! Se quiserem experimentar a sensação de voar, podem confiar neles!

escolha uma escola confiável para fazer seu vôo duplo de paraglider
Galera reunida depois do Voo.

Diário Radical, o melhor blog de esportes radicais

 

Mais de Monique Bianchi

Dubai: no topo do Burj Khalifa

Este planejando a sua viagem para Dubai? Então com certeza você já...
Leia Mais

4 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *