Dicas para planejar o seu Intercâmbio à Austrália

dicas australia

No começo de 2014 embarquei em uma experiência de Intercâmbio à Austrália e a cidade escolhida foi Perth. Entre diversos acontecimentos que rolaram nessa viagem, conforme estou contando aos poucos aqui no Blog, resolvi fazer um post explicativo com algumas Dicas que considero essenciais no planejamento de quem está pensando em escolher a Austrália como o país a estudar uma nova língua, fazer algum curso relacionado à sua atual carreira ou para recomeçar a vida mesmo. Este post é apenas um resumo, na minha interpretação, do que o site oficial de imigração da Austrália informa, então como as informações estão quase sempre sendo alteradas, não deixe de consultá-lo.

A Austrália é cada vez mais a escolha de pessoas que pensam em se mudar do Brasil em busca de novas oportunidades. Além do clima maravilhoso, é um país que tem um grande potencial de crescimento e muitas vagas de emprego comparando com países europeus. Mas isso não quer dizer que seja fácil encontrar um bom emprego por lá, mas como tudo na vida, é relativo!

dicas intercambio australia
Praia em Margaret River

1- Defina seu objetivo na Austrália

Ok, você decidiu tirar um período sabático ou quer investir na carreira aperfeiçoando o inglês ou fazendo um curso em sua área. Defina bem o seu principal objetivo para imigrar para o país porque ele vai nortear a sua busca de informações para planejar o seu Intercâmbio à Austrália.

a) Trabalho qualificado: A Austrália possui um programa de migração em que todo ano libera uma lista de profissões as quais eles necessitam de mão de obra qualificada para determinadas posições. Se a sua profissão estiver na lista, você pode aplicar para uma visto de trabalho, que seria uma espécie de visto de residência temporária. Neste ano foi liberada uma lista com quase 200 opções de profissões em demanda. Verifique a lista aqui. 

Há vários passos a serem seguidos e há diversas formas de visto. Sugiro ler com calma o site oficial de imigração da Austrália: http://www.immi.gov.au/Work/Pages/SkillSelect/SkillSelect.aspx.

É muito mais fácil planejar viagens com o Me Joguei no Mundo!
Utilize os links dos nossos afiliados logo a seguir para conseguir descontos em hospedagens, seguro viagem, ingressos e muito mais!

Já se a sua intenção é trabalhar na Austrália apenas para cobrir os custos de estadia e tentar uma nova vida por lá, e a sua profissão não está inclusa na lista acima, a solução é conseguir um visto de estudante.

b) Estudo e Trabalho: Sua profissão não é uma das que a Austrália divulgou na lista deste ano, mas mesmo assim você quer ir ao país e pretende trabalhar? Ok, nesse caso você precisa de um visto de Estudante. Nós brasileiros, infelizmente não temos a opção de aplicar para um visto de Work &Holiday que permitiria trabalhar no país num período de um ano. ( mas a Nova Zelândia permite o Work Holiday. Interessado? Clique aqui!)

O que nos resta é fechar um curso de pelo menos 12 semanas para garantir a permissão para trabalhar, mas detalhe, apenas meio período, 20 horas semanais. Sugiro confirmar essa informação de quantas semanas são necessárias para conseguir o visto de estudante, porque já me falaram de 14 semanas também, mas em resumo, se você quer estudar na Austrália por menos de 3 meses, não se qualifica para um visto de estudante, e teria que entrar com um de turismo, que não permite trabalhar. E caso, você esteja pensando em ir para a Austrália no visto de turista e ver o que rola por lá, cuidado, porque entrando como turista, você não pode aplicar para um visto de estudante lá dentro e quanto ao trabalho ilegal, acho bem difícil de conseguir, visto que as empresas lá realmente perguntam e pedem o seu visto, ou seja, o famoso jeitinho brasileiro pode acabar ferrando uma pessoa ao invés de gerar oportunidades.

O que a maioria das pessoas faz, e foi o que praticamente fiz também, é fechar o minimo de semanas, embora eu tenha fechado 16 semanas de curso,com a permissão de trabalho, então, caso após esse período a pessoa deseje estender o curso, dependendo do visto, ela pode fazer isso lá mesmo dentro da Austrália ou no caso do visto exigir viajar para outro país próximo como Bali para realizar o procedimento.

2- Escolha o tipo de curso

Os cursos mais comuns são os chamados de General English que vão do nível elementar ao Avançado para quem quer dar um up no Inglês. Existe também os cursos de Inglês de Aperfeiçoamento que normalmente são focados na realizacao de algum teste como o Cambridge, IELTS e FCE.

Eu comecei no General English, no Upper Intermediate e fechei fazendo um curso focado no IELTS, o qual é muito indicado para quem deseja estudar ou aplicar para outros tipos de visto no paìs.

Mas cuidado o escolher um desses cursos de Inglês de Aperfeiçoamento, porque eles deduzem que seu nível de inglês já é bom o suficiente e não há a necessidade de voltar a estudar algum nível do General English.

Quem já possui pode escolher um dos cursos técnicos autorizados pelo governo australiano. A Escola TAFE (Technical and Further Education)) é uma das instituições mais conhecidas e oferece cursos nas mais variadas áreas. Essa é uma excelente oportunidade de estudar no país e conseguir um trabalho mais qualificado, mas atenção, os cursos exigem a realização do teste IELTS e cada curso possui uma nota de corte.

Já para quem tem interesse em Graduação o procedimento exige que se comprove pelo menos 1 ano de faculdade ainda no Brasil e a apresentaçao do certificado de proeficência, o IELTS, que varia a nota de corte, de acordo com o curso. Em Perth, muitos brasileiros escolhem a Universidade de Curtin para estudar.

Mais informações sobre Graduação e Pós Graduação acesse os links abaixo:

http://www.studyinaustralia.gov.au/global/australian-education
http://www.aqf.edu.au

3- Escolha a cidade certa

dicas viver e estudar austrália
Pôr do Sol na Praia de Scarborough em Perth

A Austrália é um país grande e cada cidade tem a sua particularidade e pode influenciar nas suas escolhas. Por exemplo, em Perth, eu percebi que a área de Marketing e Comunicação é bem fraca, sendo que Melbourne ao contrário oferece mais oportunidades.

Mas a escolha depende totalmente de você e do seu objetivo. Tem gente que não abre mão de ir pra Sydney, o centro e onde tudo acontece, mas outros como eu optam por uma cidade mais tranquila, com clima de interior e lindas praias, como Perth. Cada cidade tem seus prós e contras. Para ajudar a decidir sugiro acessar os sites abaixo:

Site oficial de Turismo da Austrália

http://www.australia.com/about/australias-landscapes/cities.aspx

Best Australian Cities to Study and Live
http://studentcities.com.au

Anualmente fazem pesquisas para montar um ranking das melhores cidades para se viver no mundo e a Austrália sempre aparece na lista com mais de 2 cidades. Veja um exemplo:
http://www.telegraph.co.uk/travel/destinations/australiaandpacific/australia/11043060/The-worlds-most-liveable-cities-2014-in-pictures.html

4- Se planeje com antecedência

Ao decidir que deseja ir para a Austrália, qualquer que seja o seu maior motivo, é necessário um planejamento de alguns meses. Por exemplo, ao decidir que Visto de Estudante é preciso juntar documentos, entre eles, comprovar que possui o minimo de 1500 dólares por mês de curso para se sustentar na Austrália e esse dinheiro não pode aparecer do nada na sua conta, ele tem que estar lá há pelo menos 3 meses, salvos os casos em que você sinaliza que houve a venda de algum bem como carro. Outra alternativa é arranjar um patrocinador que pode ser alguém da família que possua esse dinheiro em conta. Para informações mais detalhadas consulte os sites oficiais ou uma agência especializada em intercâmbio para a Austrália. Veja mais dicas aqui.

Outra coisa que recomendo é fazer uma procuração colocando alguém da sua família ou de confiança para resolver certos assuntos em seu nome quando estiver fora. A princípio pode parecer que você não precisará, mas de repente o tempo passa, você resolve ficar mais tempo na Austrália e pode surgir a necessidade de ter alguém que possa te representar aqui no Brasil para processos simples como lidar com bancos.

5-Se informe muito e faça contatos

Ok, tá decidido, você já teve o visto aprovado e agora está na ansiedade master para chegar logo à terra dos cangurus. Minha dica é se informe o máximo que puder! Sobre a cidade, as condições de emprego, a vida de imigrante, enfim, se muna das informações disponíveis porque você vai precisar. Alguns sites que considero muito úteis:

Site Brazil Austrália:é feito por brasileiros que já moram há algum tempo no país e possui informações e curiosidades muito úteis para nòs brasileiros que estamos chegando por lá!
http://www.brazilaustralia.com

Comunidade Brasileiros na Austrália: é um fórum de perguntas e respostas, mas acredito que o mais útil seja para conhecer pessoas que também moram ou estão indo morar na mesma cidade que você, permitindo assim uma troca de informações
http://www.brasileirosnaaustralia.com

Grupos no Facebook: Eu entrei no Grupo Brasileiros em Perth desde quando decidi viajar para lá e desde então vi muita informação boa sendo recomendada por ali, desde sites de empregos, casas disponíveis para dividir e recomendações de serviços. O único problema é que não possui uma moderação e então de vez em quando aparece alguma coisa inútil, mas recomendo ficar de olho, tem bastante gente interessada em compartilhar dicas por ali:

https://www.facebook.com/groups/BrasileirosPerth/

Outros grupos que podem ser úteis
Aussileiros:https://www.facebook.com/groups/3370425284/?fref=ts
Brasileiros na Austrália: https://www.facebook.com/BrasileirosNaAustralia?fref=ts

Além disso, acho que o mais importante é ir preparado para mudanças, abrir a sua mente totalmente para um novo estilo de vida e cultura. Por exemplo, é comum dividir casa com outras pessoas, pois o custo é alto, sendo assim, tem que estar preparado para lidar com um cotidiano diferente do seu no Brasil. Outro caso é que os empregos mais comuns e fáceis de conseguir são os relacionados a serviços como: garçonete, cleaner, kitchenhand que é como se fosse um ajudante de cozinha. Com esses empregos é possível pagar os custos de vida, mas a maioria dos brasileiros que pretende renovar o visto acaba pegando mais de um emprego, mesmo que isso seja ilegal perante a lei.

Tomara que este post seja útil no seu planejamento de viagem à Austrália! Boa sorte!

Mais de Monique Bianchi

Speed flying, uma mistura esportiva que vai arrebentar

Os adeptos de esportes radicais sabem que para reabastecer os estoques de...
Leia Mais

12 Comments

  • Monique, primeiramente parabéns pela iniciativa do blog, e por compartilhar suas experiências… Me ajudou muito.
    Vou fazer um curso de 25 semanas e optei por Sidney, minha viagem está marcada para agosto/2017… e todas as info serão muito bem vindas… Como por exemplo, como arrumar emprego para ajudar nas despesas da viagem, além de moradia compartilhada, como republicas.. é tranquilo???

    Abraços,
    Bia

    • Oi Bia obrigada! Realmente é muito bom achar informaçoes durante esse período da preparaçao né. Infelizmente acabei nao escrevendo muita coisa ainda, com todas as mudanças de vida que rolaram desde entao. Eu estava em Perth e achei que arrumar emprego era algo bem relativo.. Pra mim foi mto difícil pq eu nao tenho talento nenhum para trabalhar de garçonete por exemplo, uma das maiores oportunidades. No final das contas acabei quase nao tendo experi’encia de trabalho durante o curso e me mudei da Australia. Qto à moradia a chave é ser comunicativa e fazer muitos contatos, daí fica mais fácil! Abraços e boa sorte na viagem!

  • Primeiramente gostaria de parabenizá-la pleonasmo blog, simplesmente fantástico, adorei. Estou fazendo cotações em algumas agências de intercâmbio para eu poder estudar e trabalhar na Austrália, mas ainda estou na dúvida em qual cidade escolher, não sei porque mas meu coração pulsa por Perth, mas em contrapartida eu sou uma pessoa agitada que gosta de curtir, ou seja, estou sem saber o que fazer. Me ajuda Monique?!?! =) Obrigada, beijos.

    • Oi Raisa tudo bem? Pois é, algo me disse que Perth seria a melhor escolha e hoje realmente vejo que foi, mas admito que o que eu gostava la eram as praias pq a cidade em si é bem mais ou menos,rs. Mas tb se vc morar perto da praia, Scarborough por exemplo, onde eu morava, dà para se divertir bastante. Recomendo você a revisar teus objetivos com essa viagem e ver qual cidade seria melhor para alcancà-los! Beijos

  • galera fiz um grupo de whatsapp para quem vai ou pretende ir para a austrália e nova zelandia me manda o numero do telefone q eu adiciono no grupo 22 99792 2050, abraços e boa sorte para nóis

  • Olá!!!

    Gostaria de tirar uma dúvida:

    Tenho interesse em passar 6 meses na Austrália, iniciando a viagem no início do ano de 2016. Todavia, não tenho certeza se vou conseguir poupar o suficiente para suprir a comprovação de capacidade financeira. Portanto, gostaria que, sinceramente, me dissessem se seria mais viável (em termos financeiros) tirar o visto estudantil ou o visto de turista e de lá me matricular em um curso e mudar a categoria do meu visto.

    Antecipadamente grato,

    aguardo retorno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *